Semana nacional do ensino de música promove aulas grátis nas capitais brasileiras

A Semana Nacional do Ensino de Música – Make Music Brasil ocorre até dia 24 em todas as capitais brasileiras e outras cidades, com aulas gratuitas de iniciação musical em vários instrumentos e também em canto, assim como orientações para bandas marciais e fanfarras.

As aulas serão ministradas por músicos e professores com o objetivo de aumentar o interesse do aprendizado de música entre jovens, profissionais, pessoas da terceira idade ou com algum tipo de necessidade especial. Os organizadores esperam mobilizar 800 horas de aulas durante a semana em todo o país.

A iniciativa é da Associação Nacional da Indústria da Música (Anafima), com recursos da NAMM Foundation e cooperação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil.

Semana Nacional do Ensino da Música - Make Music Brasil acontece de 18 a 24 de junho. Foto: Make Music Brasil

Semana Nacional do Ensino da Música – Make Music Brasil acontece de 18 a 24 de junho. Foto: Make Music Brasil

A Semana Nacional do Ensino de Música – Make Music Brasil ocorre até dia 24 em todas as capitais brasileiras e outras cidades, com aulas gratuitas de iniciação musical em vários instrumentos e também em canto, assim como orientações para bandas marciais e fanfarras.

As aulas serão ministradas por músicos e professores com o objetivo de aumentar o interesse do aprendizado de música entre jovens, profissionais, pessoas da terceira idade ou com algum tipo de necessidade especial. Os organizadores esperam mobilizar 800 horas de aulas durante a semana em todo o país.

A iniciativa é da Associação Nacional da Indústria da Música (Anafima), com recursos da NAMM Foundation e cooperação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil.

As aulas serão presenciais, em local a ser escolhido pelo ministrante, ou online, e as inscrições podem ser feitas pelo site www.makemusicbrasil.com.br.

Lançada inicialmente na França com a Fête de la Musique, a iniciativa se tornou um evento mundial, reunindo músicos, professores e público em geral, que pode aprender e ouvir música gratuitamente.

Em mais de 800 cidades, em 120 países, o Make Music acontecerá num único dia (21 de junho). No Brasil, com o Make Music Brasil, será uma semana toda dedicada à celebração da música.

Músicos, professores de música, escolas, conservatórios, núcleos culturais, igrejas, lojas de instrumentos, entre outros, se oferecem voluntariamente para dar aulas gratuitas e levar os ensinamentos aos interessados.

Quem quiser participar ensinando, também pode se inscrever e agendar seu evento pela página http://www.makemusicbrasil.com.br, onde estão disponíveis o media kit para divulgação e orientações importantes, como por exemplo os locais sugeridos para as aulas presenciais.

Há ainda a possibilidade de promover apresentações alusivas à semana Make Music Brasil, com o intuito de atrair novos públicos para o universo musical.

Seguindo o espírito da celebração, a organização do Make Music sugere locais variados para os eventos em cada cidade, desde os mais tradicionais, como centros de artes, museus, teatros, igrejas e salas de concerto, até espaços ao ar livre, como parques e estacionamentos, sem descartar alternativas como bares, cafés, restaurantes, centros comerciais, hospitais, creches e asilos.

Importância do ensino de música

Em matéria de música, quanto mais cedo o aprendizado, melhor. O ensino musical aplicado desde a infância favorece o desenvolvimento do indivíduo em diversas áreas, como o desempenho escolar, o aprendizado de línguas e cidadania.

De acordo com a revista americana Scientific American, estudantes do Ensino Médio com o mínimo de quatro anos de estudo musical têm uma performance escolar 40% maior do que os alunos que estudaram música por um período entre um ano e seis meses.

Iniciativas como o Make Music Brasil se tornam ainda mais importantes tendo em vista que a música não faz parte da grade curricular das escolas brasileiras, e a maioria dos estudantes não tem acesso aos seus fundamentos.

“O Make Music Brasil representa uma inovação no processo de engajamento das pessoas e instituições com a educação musical no Brasil. A iniciativa utiliza as tecnologias digitais e redes sociais para aproximar todos das mais diversas formas de aprender e de fazer música na contemporaneidade”, disse Liane Hentschke, diretora de educação musical da Anafima.

“A UNESCO no Brasil acredita que, ao utilizar Tecnologias da Comunicação e Informação (TIC), a iniciativa da Anafima colabora com o acesso a bens e serviços culturais, e pode contribuir para ampla disseminação de conteúdos culturais produzidos e consumidos”, declarou o coordenador de comunicação e informação da UNESCO no Brasil, Adauto Soares.

“A iniciativa também vem ao encontro do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 9 (ODS 9) da ONU, cujo foco é a construção de infraestrutura resiliente e o fomento da inovação, sobretudo por meio das TIC. Isso gera impactos positivos e duradouros para a educação, a cultura, a economia, a inclusão social e a proteção ambiental”, complementa.