Selo reconhece serviços de saúde de qualidade para adolescentes no DF

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) divulgou na terça-feira (17) a lista de serviços de saúde do Distrito Federal selecionados na primeira etapa do selo “Chega Mais”, que reconhece e incentiva atendimento de qualidade voltado para adolescentes.

A ação é resultado de uma parceria firmada entre UNFPA, Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), Escola de Aperfeiçoamento do SUS (EAPSUS) e Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do Distrito Federal (SECriança-DF).

A estratégia piloto pretende identificar as equipes e os serviços públicos de saúde adequados a adolescentes. Foto: EBC

A estratégia piloto pretende identificar as equipes e os serviços públicos de saúde adequados a adolescentes. Foto: EBC

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) divulgou na terça-feira (17) a lista de serviços de saúde do Distrito Federal selecionados na primeira etapa do selo “Chega Mais”, que reconhece e incentiva atendimento de qualidade voltado para adolescentes.

No total, foram 28 projetos selecionados na primeira fase do concurso aberto a unidades e serviços de saúde de 11 regiões administrativas do Distrito Federal.

Na primeira etapa, foi verificado se as ações e serviços inscritos cumpriram os requisitos básicos, como respeito ao prazo e preenchimento de formulários adequadamente, entre outros pontos da chamada pública.

A estratégia piloto pretende identificar as equipes e os serviços públicos de saúde adequados a adolescentes; valorizar atores responsáveis pelas ações e dar visibilidade aos serviços que prezam pela melhoria na qualidade e no acesso à saúde deste grupo populacional.

Em geral, os quesitos de avaliação envolvem desde acesso livre de discriminação até a integração em diferentes frentes de atendimento, a educação permanente de profissionais e a participação social.

A ação é resultado de uma parceria firmada entre UNFPA, Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), Escola de Aperfeiçoamento do SUS (EAPSUS) e Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do Distrito Federal (SECriança-DF).

Clique aqui para conferir a lista de admitidos na primeira fase da análise.