Secretário-Geral visita Chernobyl e pede por “novo capítulo” na região

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, prestou uma homenagem nesta quarta-feira (20/04) às vítimas do desastre nuclear ocorrido em Chernobyl, em abril de 1986, e disse que é preciso iniciar um “novo capítulo” para as comunidades afetadas.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, prestou uma homenagem nesta quarta-feira (20/04) às vítimas do desastre nuclear ocorrido em Chernobyl, em abril de 1986, e disse que é preciso iniciar um “novo capítulo” para as comunidades afetadas. “O que estas áreas mais precisam é recuperação e desenvolvimento: novos empregos, investimento e restauração do senso de comunidade”, declarou.

Ban lembrou o sacrifício dos bombeiros e das pessoas que se voluntariaram para ajudar na reconstrução, além das 6 mil crianças que desenvolverem câncer na tireoide. Ele disse que o sofrimento não ficou restrito apenas àqueles que ainda vivem nas regiões afetadas na Ucrânia, Belarus e Rússia – aproximadamente 6 milhões de pessoas – mas atingiu também “muitas outras, que temeram por sua saúde, por sua vida e pelo futuro de suas famílias”.

Em uma conferência na Ucrânia, Ban disse que o Plano de Ação da ONU para Chernobyl reflete o compromisso do órgão mundial em compartilhar os princípios e prioridades para lidar com a recuperação das áreas afetadas, e de aprender com as lições deste e de outros desastres nucleares, como o que aconteceu recentemente no Japão.

Ele afirmou que a ONU está trabalhando em conjunto com autoridades, comunidades e outros parceiros para melhorar a infraestrutura e os sistemas de saúde, além de impulsionar pequenos negócios e a criação de empregos. O Secretário-Geral disse ainda que vai realizar um encontro com líderes mundiais, em setembro, para discutir a melhoria da segurança nuclear tanto a nível nacional como internacional.