Secretário-Geral destaca papel das Nações Unidas para garantir uso justo dos recursos naturais

Nações frágeis poderão enfrentar a concorrência por recursos nas próximas décadas, um fenômeno que poderá ser agravado pelas consequências das mudanças climáticas, alertou Ban Ki-moon.

As Nações Unidas marca o Dia Internacional para a Prevenção da Exploração do Ambiente em Guerra e Conflito ArmadoO Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, ressaltou no último domingo (06/11) que garantir a gestão equitativa e sustentável dos recursos naturais é uma parte fundamental do trabalho das Nações Unidas nos países em situação de pós-conflito, dada a tendência das disputas por riquezas naturais de gerarem conflitos.

“Dado o papel essencial de apoiar os países saindo de conflitos, as operações de paz das Nações Unidas estão bem posicionadas para influenciar positivamente como o meio ambiente é protegido e como os recursos são administrados”, disse Ban em mensagem para marcar o Dia Internacional para a Prevenção da Exploração do Meio Ambiente em Tempos de Guerra e Conflito Armado.

O meio ambiente, no entanto, continua a ser uma das vítimas da guerra, mesmo com a demanda por recursos naturais se expandindo para atender às necessidades de uma população global em crescimento.

Nações frágeis poderão enfrentar a concorrência por recursos nas próximas décadas, um fenômeno que poderá ser agravado pelas consequências das mudanças climáticas, como a disponibilidade de água e alimentos, o aumento do nível do mar e da população.

“Ao marcar este Dia Internacional, vamos reconhecer as consequências amplas e de longo prazo dos danos ao meio ambiente – tanto em tempos de paz como de guerra”, ressaltou o Secretário-Geral.