Secretário-Geral da ONU saúda acordo de respeito mútuo entre Sudão e Sudão do Sul

As tensões entre os dois países começaram com desacordos de fronteira.

Uma mãe de deslocados internos e seus filhos entre os deslocados internos no sul do Sudão. (UNMISS / Gideon Pibor)O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-Moon, saudou na última segunda-feira (13/02) a assinatura do pacto de cooperação e não-agressão entre os Governos do Sudão e do Sudão do Sul. O acordo foi fechado na sexta-feira passada na cidade Addis Ababa (Etiópia). Ban pediu que os dois países mantenham o espírito positivo que conduziu ao diálogo.

O Memorando de Entendimento sobre Não-Agressão e Cooperação faz uma chamada para respeito mútuo à integridade territorial e à soberania de cada um dos países, assim como para a não interferência em assuntos internos e rejeita o uso da força, entre outros temas.

As tensões entre os dois países começaram com desacordos de fronteira, e aumentou com a disputa sobre tarifas cobradas pelo Sudão sobre o Sudão do Sul para o uso de um oleoduto e um porto usado na exportação de óleo.