Secretário-Geral da ONU pede que Coreia do Norte se abstenha de ‘novas medidas provocativas’

“A Coreia do Norte não pode continuar neste caminho, enfrentando e desafiando a autoridade do Conselho de Segurança e desafiando diretamente toda a comunidade internacional”, disse Ban Ki-moon.

Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon. Foto: ONU

Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon. Foto: ONU

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu nesta segunda-feira (8) à Coreia do Norte que se abstenha de tomar “novas medidas provocativas”, após relatos de que o país está planejando o lançamento de um novo míssil.

“A Coreia do Norte não pode continuar neste caminho, enfrentando e desafiando a autoridade do Conselho de Segurança e desafiando diretamente toda a comunidade internacional”, disse o Secretário-Geral durante uma coletiva de imprensa ao lado do Ministro das Relações Exteriores da Holanda, Frans Timmermans, em Haia.

“Tenho pedido repetidamente à Coreia do Norte que abstenha-se de quaisquer outras medidas provocativas”, acrescentou Ban Ki-moon.

De acordo com a agência de notícias semioficial sul-coreana Yonhap, o Ministro sul-coreano da Unificação Ryoo Kihl-jae disse haver indícios de que a Coreia do Norte estaria se preparando para realizar um novo teste nuclear.

Tal teste seria uma “medida provocativa”, em violação à resolução 2094 do Conselho de Segurança, disse Ban.

“Eu sinceramente espero que eles cumpram plenamente as resoluções do Conselho de Segurança. Este é um apelo urgente e sério da comunidade internacional, incluindo o meu”, Ban Ki-moon acrescentou.

Em fevereiro, a Coreia do Norte realizou seu terceiro teste nuclear, violando as sanções do Conselho de Segurança e atraindo ampla condenação, inclusive do Secretário-Geral da ONU.

O teste levou o Conselho de Segurança a aumentar as sanções sobre o comércio e o sistema bancário do país, bem como restringir viagens de alguns oficiais norte-coreanos. Na época, a Coreia do Norte teria respondido com o suposto cancelamento do Acordo de Armistício de 1953, que havia encerrado a Guerra da Coreia.

Ban Ki-moon está em Haia como parte de sua visita à Europa. Ele está participando da terceira revisão da Convenção de Armas Químicas da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ). O Secretário-Geral também se reuniu com autoridades holandesas.