Secretário-geral da ONU nomeia política sueca como diretora-executiva interina do UNAIDS

O secretário-geral da ONU, António Guterres, nomeou a política sueca Gunilla Carlsson diretora-executiva interina do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS), informou a organização no sábado (18).

Antes de ingressar no UNAIDS, em fevereiro do ano passado, Gunilla atuou como representante eleita no Parlamento Sueco e como ministra da Cooperação Internacional para o Desenvolvimento em seu país.

A política sueca Gunilla Carlsson foi nomeada diretora-executiva interina do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS). Foto: UNAIDS

A política sueca Gunilla Carlsson foi nomeada diretora-executiva interina do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS). Foto: UNAIDS

O secretário-geral da ONU, António Guterres, nomeou a política sueca Gunilla Carlsson diretora-executiva interina do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS), informou a organização no sábado (18).

Gunilla ingressou no UNAIDS em fevereiro de 2018, como vice-diretora executiva de Gestão e Governança e secretária-geral assistente das Nações Unidas.

Sua função é fornecer orientação estratégica para as áreas de gestão, e ela tem liderado o trabalho do UNAIDS na promoção da governança efetiva do Programa Conjunto, assegurando que este continue a servir como um marco para a reforma das Nações Unidas.

“É uma grande honra para mim servir ao UNAIDS como diretora-executiva interina em um momento tão crucial para o Programa Conjunto, para as Nações Unidas e para a saúde global. A resposta à AIDS não pode se dar ao luxo de ficar estagnada”, disse Gunilla.

“Direitos humanos, igualdade de gênero e diversidade devem estar no centro de tudo o que fazemos. Estou ansiosa para continuar a trabalhar de mãos dadas com as comunidades, funcionários e parceiros em todo o mundo para alcançar as metas de 2020 e, finalmente, acabar com a epidemia de AIDS.”

Antes de ingressar no UNAIDS, Gunilla foi representante eleita do Parlamento Sueco e ministra da Cooperação Internacional para o Desenvolvimento em seu país.

Ela também atuou no Parlamento Europeu. Carlsson era a presidente da Comissão de Mudança Climática e Desenvolvimento, criada pela Suécia. Foi nomeada pelo então secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, para um painel de alto nível para a sustentabilidade global antes da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

Também atuou no Painel de Alto Nível das Nações Unidas sobre a Agenda de Desenvolvimento Pós-2015. Gunilla é afiliada do conselho de administração da Gavi, a Aliança de Vacinas, e atua como vice-presidente da organização desde junho de 2017.

Líder em saúde e desenvolvimento global, tem experiência em desenvolvimento de políticas externas, de direitos humanos, emprego, pesquisa, segurança e defesa. Ela também tem experiência no desenvolvimento e implementação de reformas políticas e de eficiência e transparência em organizações complexas, incluindo o setor privado.

O processo para a nomeação ao cargo de comando do UNAIDS está em andamento. A nova pessoa para ocupar a direção executiva será nomeada pelo secretário-geral das Nações Unidas com base nas recomendações feitas pelo Comitê de Organizações Copatrocinadoras.

Um comitê de seleção estabelecido pela Junta de Coordenação do Programa Conjunto (PCB, na sigla em inglês) está preparando uma lista de candidatos finalistas para apresentação e discussão.


Comente

comentários