Secretário-geral da ONU inicia contagem regressiva para Dia Internacional da Paz

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

As Nações Unidas começam na quarta-feira (13) a contagem regressiva de 100 dias para o Dia Internacional da Paz, celebrado anualmente em 21 de setembro. O secretário-geral da ONU divulgou uma nota afirmando que a data “incorpora nossa aspiração comum de acabar com o conflito em todas as suas formas”.

O Dia Internacional da Paz, celebrado todos os anos em 21 de setembro, incorpora nossa aspiração comum de acabar com o conflito em todas as suas formas e salvaguardar os direitos humanos de todas as pessoas.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, conversa com jornalistas durante coletiva de imprensa na sede da ONU. Foto: ONU / Evan Schneider

O secretário-geral da ONU, António Guterres, conversa com jornalistas durante coletiva de imprensa na sede da ONU. Foto: ONU / Evan Schneider

As Nações Unidas começam na quarta-feira (13) a contagem regressiva de 100 dias para o Dia Internacional da Paz, celebrado anualmente em 21 de setembro. O secretário-geral da ONU divulgou uma nota afirmando que a data “incorpora nossa aspiração comum de acabar com o conflito em todas as suas formas”.

O Dia Internacional da Paz, celebrado todos os anos em 21 de setembro, incorpora nossa aspiração comum de acabar com o conflito em todas as suas formas e salvaguardar os direitos humanos de todas as pessoas.

“É um dia em que as Nações Unidas pedem um cessar-fogo global de 24 horas, com a esperança de que um dia, em nosso tempo de vida, testemunhemos o fim da violência”, declarou.

No entanto, segundo o secretário-geral da ONU, alcançar a paz é mais do que depor as armas. “A paz verdadeira exige defender os direitos humanos de todas as pessoas do mundo. É por isso que o tema deste ano para o Dia Internacional da Paz é: ‘O direito à paz – a Declaração Universal dos Direitos Humanos aos 70′”.

“À medida que esta data se aproxima, vamos duplicar os nossos esforços para abordar as causas profundas dos conflitos e progredir em nosso trabalho com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, inclusive promovendo sociedades inclusivas, proporcionando acesso à justiça e construindo instituições responsáveis”, declarou.

“Vamos defender os direitos humanos para todas e todos em nome da paz para todas e todos”, concluiu.


Comente

comentários