Secretário-Geral da ONU faz recomendações para documento final da Rio+20

Ban também prometeu fortalecer os laços entre a comunidade científica mundial e da ONU para que a ciência ocupe o lugar central na formulação de políticas.

(Mark Garten)Nesta sexta-feira (16/03), o Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, exortou os governos a considerarem a criação de um novo acordo global que integre dimensões ambientais, sociais e econômicas do desenvolvimento sustentável. Ele enfatizou a necessidade de mobilizar o apoio público para uma abordagem que garanta o bem-estar da humanidade, preservando o planeta para as gerações futuras.

Apresentando durante um encontro informal da Assembleia Geral da ONU o relatório elaborado pelo Painel de Alto Nível sobre Sustentabilidade Global, Ban Ki-moon disse que as recomendações de sua equipe eram abordar três temas principais: capacitar as pessoas para fazer escolhas sustentáveis, trabalhar para uma economia sustentável e  fortalecimento da governança institucional.

O relatório final do Painel, “Pessoas Resilientes, Planeta Resiliente”, que foi formalmente lançado na capital etíope, Adis Abeba, em 30 de janeiro, contém 56 recomendações para colocar o desenvolvimento sustentável em prática e torná-lo uma parte da política macroeconômica, o mais rapidamente possível.

Ban ressaltou que as recomendações do Painel devem ser incluídas no documento final da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvidos Sustentável (Rio +20) a ser realizada no Brasil em junho. Ban também prmeteu fortalecer os laços entre a comunidade científica mundial e da ONU para que a ciência ocupe o lugar central na formulação de políticas. “Precisamos todos trabalhar juntos para criar um futuro que queremos escolher, o futuro que queremos”, acrescentou.