Secretário-geral da ONU condena bombardeio em casamento no Afeganistão

O bombardeio, que aconteceu durante uma festa de casamento na província de Helmand, no sul do país, em 31 de dezembro de 2014, deixou 25 pessoas mortas e 45 feridas.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, condenou, nesta quinta-feira (01) nos “termos mais fortes” o bombardeio que atingiu uma festa de casamento no Afeganistão, deixando 25 pessoas mortas e 45 feridas. Ban também pediu ao governo afegão que realize uma “investigação completa” sobre o incidente, que ocorreu na província de Helmand, no sul do país, em 31 de dezembro de 2014.

As mortes de civis no Afeganistão aumentaram em 20% em 2014 em relação ao ano anterior e devem chegar a quase 10 mil no final de dezembro, quando se encerrem e confirmem estas estatísticas. Em comparação a 2013, incidentes envolvendo criança aumentaram 33%, enquanto que o número de vítimas mulheres subiu 14%.