Secretário-geral da ONU comemora aprovação de acordo de paz na Colômbia

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse ter ficado satisfeito com a ratificação pelo parlamento colombiano do acordo de paz entre o governo do país e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), segundo comunicado emitido por seu porta-voz na quinta-feira (1).

Ele cumprimentou as partes e o povo colombiano, cuja “determinação para atingir a paz tem sido uma fonte de inspiração para o mundo todo”. “A ratificação do acordo é um marco para o processo que reafirma a esperança compartilhada por todos os colombianos por um futuro de paz e prosperidade após décadas de conflito”, disse Ban, segundo seu porta-voz.

Missão da ONU monitora a destruição de munições e explosivos em Llanos del Yarí, Colômbia. Foto: Missão da ONU na Colômbia

Missão da ONU monitora a destruição de munições e explosivos em Llanos del Yarí, Colômbia. Foto: Missão da ONU na Colômbia

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse ter ficado satisfeito com a ratificação pelo parlamento colombiano do acordo de paz entre o governo do país e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), segundo comunicado emitido por seu porta-voz na quinta-feira (1).

Ele cumprimentou as partes e o povo colombiano, cuja “determinação para atingir a paz tem sido uma fonte de inspiração para o mundo todo”. “A ratificação do acordo é um marco para o processo que reafirma a esperança compartilhada por todos os colombianos por um futuro de paz e prosperidade após décadas de conflito”, disse Ban, segundo seu porta-voz.

O secretário-geral disse esperar que todos esses esforços transformem-se rapidamente em trabalho duro para a implementação o acordo, com uma ênfase particular no fim da violência e em levar os benefícios da paz a todas as regiões e comunidades vulneráveis mais afetadas pelo conflito.

Ban também cumprimentou as partes por seu contínuo comprometimento com o cessar-fogo. Ele reiterou o total apoio das Nações Unidas a esse processo de implementação liderado pela Colômbia, tanto por meio da Missão da ONU na Colômbia como da equipe da organização no país.

Conselho de Segurança elogia acordo

Os membros do Conselho de Segurança da ONU também elogiaram a ratificação do acordo final de paz entre governo colombiano e FARC.

Eles cumprimentaram as partes por seu compromisso em encerrar o conflito no país após mais de 50 anos, e elogiaram aqueles que trabalharam de forma construtiva nas últimas semanas para produzir um novo pacto.

Os membros do Conselho de Segurança ainda elogiaram a liderança demonstrada pelo governo colombiano e pelas FARC no acordo. Eles disseram confiar que as partes continuaram sua cooperação positiva para aplicar esse acordo histórico com o objetivo de garantir uma transição para a paz que beneficie todos os colombianos.

Eles também reconheceram a contribuição de todas as partes envolvidas no processo de paz da Colômbia, particularmente Cuba e Noruega como fiadores, além de Chile e Venezuela como países observadores.

Acordo é exemplo para o mundo, diz CEPAL

A secretária-executiva da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, cumprimentou na quinta-feira (1) o povo colombiano e o presidente Juan Manuel Santos pela decisão legislativa que referendou o novo acordo de paz entre as autoridades nacionais e as FARC.

“Não podemos deixar de render nossa homenagem ao povo colombiano, às mulheres e homens que por longos anos lutaram para levantar a arquitetura da paz possível, e que não desistiram do compromisso de superar a linguagem da força, mesmo frente à adversidade de diferenças recentes”, disse a representante do organismo regional das Nações Unidas.

O acordo coloca fim a mais de meio século de conflito no país. “Essa decisão não apenas vem referendar a profunda vontade pacífica do povo colombiano, como constitui um exemplo mundial de resiliência para a história de nossa América Latina”, declarou.


Comente

comentários