Secretariado da ONU procura obter orçamento de cinco bilhões de dólares para cobrir trabalhos nos próximos dois anos

A proposta considera a crise econômica atual e recomenda a realocação dos gastos da organização.

A proposta considera a crise econômica atual e recomenda a realocação dos gastos da organização.

O Secretário-Geral Ban Ki-moon propôs hoje um orçamento de cinco bilhões de dólares para cobrir os trabalhos do Secretariado das Nações Unidas para os próximos dois anos. Ele disse ao Comitê da Assembléia Geral que apenas um pequeno aumento no valor é necessário, apesar do aumento da demanda de serviços da ONU.

A partir da proposta de Ban Ki-moon, que está sendo examinada pelo Quinto Comitê da Assembléia (administrativo e orçamentário), o Secretariado solicita 5,06 bilhões de dólares para 2010 e 2011, o que representa um crescimento real de 22,4 milhões, ou meio ponto percentual em relação ao biênio anterior.

Ban Ki-moon disse ao comitê que a proposta leva em conta a crise econômica mundial e reflete a disciplina orçamentária rigorosa, equilibrando o crescimento de certas áreas com realocação e realinhamento de outras. “As Nações Unidas enfrentam demanda por seus serviços. Como chefe administrativo, estou comprometido com a reforma de gestão e com a transparência, responsabilidade e eficiência”, disse o Secretário-Geral.

Para esse fim, Ban Ki-moon destacou os gastos contínuos para a implementação do novo sistema de tecnologia de informação e comunicação (ICT) para ajudar o mundo a gerir melhor seus recursos, as necessidades de pessoal e a elaboração de relatórios.

Ele ainda notou que os gastos têm sido alocados para assegurar que o pessoal tenha os conhecimentos necessários para atender às crescentes necessidades da organização. “Para alcançarmos as metas do ICT, devemos, em nosso orçamento, priorizar os principais projetos do ICT que são considerados estratégicos”, disse Ban Ki-moon.