Foto: Site da UNESCO

ONU condena ataque terrorista ao jornal ‘Charlie Hebdo’ em Paris

Ban Ki-moon pediu união “contra as forças de divisão e ódio”; “A comunidade global não pode permitir que os extremistas silenciem o livre fluxo de ideias e opiniões”, disse a chefe da UNESCO, Irina Bokova. Já o chefe de direitos humanos pediu que “busquemos prender e punir os responsáveis diretos pela execução, planejamento ou os cúmplices de crimes específicos, não atribuindo a culpa a um grupo mais amplo”.