Categoria: Paz e Segurança

Chefe da ONU lista quatro principais ameaças para futuro global

O novo ano começa com quatro ameaças iminentes ao progresso humano no mundo: tensões geopolíticas crescentes, crise climática, desconfiança global e impactos negativos da tecnologia, disse o secretário-geral da ONU, António Guterres, nesta quarta-feira (22). Em 2015, os líderes mundiais adotaram uma agenda para criar um planeta mais justo para todos. Este ano, a ONU lançou a Década de Ação para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) até o prazo de 2030.

Exposição na sede da ONU lembra 75 anos da libertação de Auschwitz

Há 75 anos, quando soldados do exército soviético entraram no campo de concentração e extermínio de Auschwitz, na Polônia, eles ficaram "atordoados e silenciados" pelo que viram, disse o secretário-geral da ONU, António Guterres. Apontando para o “assustador crescimento de ataques antissemitas” nos últimos anos, Guterres afirmou: “não poderemos nunca baixar nossa guarda”. Para o secretário-geral da ONU, isso ocorre por conta “de um aumento preocupante de casos de xenofobia, homofobia, discriminação e ódio de todos os tipos”. Ele acrescentou que até o próprio nazismo muitas vezes ameaça ressurgir, “às vezes abertamente, às vezes disfarçado”.

ACNUR e Santos FC firmam parceria para inclusão de pessoas refugiadas no esporte

Como pontapé inicial da parceira, 11 crianças refugiadas de diferentes nacionalidades entrarão em campo com os jogadores do Santos na partida contra o Red Bull Bragantino, quinta-feira (23), às 19h15, na Vila Belmiro, em Santos (SP), no primeiro jogo da equipe pelo Campeonato Paulista de Futebol 2020. Após a entrada em campo, as crianças acompanharão os jogos das arquibancadas com seus pais, proposta que será mantida ao longo do ano. A partir de fevereiro, as crianças refugiadas já poderão ser inscritas nas 60 escolas de futebol franquiadas, em 13 unidades da federação.

Campanha leva informações sobre saúde sexual e direitos a 2 mil jovens no Paraná

Cerca de 2 mil pessoas, a maioria adolescentes, já passaram pelas atividades da caravana “Tá no Rumo”. A ação visitou sete municípios do oeste do Paraná em novembro e dezembro de 2019, levando informação sobre saúde, afetividades e sexualidade. A partir de março de 2020, outros oito municípios receberão as atividades. A ação é parte do projeto Prevenção e Redução da Gravidez Não Intencional na Adolescência nos Municípios do Oeste do Paraná, uma parceria entre a ITAIPU Binacional e o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

Coral de crianças Canarinhos da Amazônia apresenta-se no Palácio do Planalto

O coral infantil Canarinhos da Amazônia, que reúne crianças brasileiras e venezuelanas e conta com o apoio da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), foi convidado pelo governo federal para se apresentar no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), ao lado do mais alto escalão do Executivo brasileiro. O evento marcou a troca de comando da Operação Acolhida, a resposta humanitária do governo brasileiro ao fluxo de refugiados e migrantes venezuelanos.

Evento no Centro Cultural da Justiça do Rio lembra vítimas do Holocausto

O Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), o Consulado Geral da Alemanha no Rio de Janeiro e a Federação Israelita do Rio de Janeiro (FIERJ) realizam no dia 28 de janeiro uma cerimônia para marcar o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, quando será inaugurada a exposição “Alguns eram vizinhos”. O evento ocorrerá às 18h no Centro Cultural da Justiça Federal do Rio de Janeiro, restrito a convidados. A exposição traz reflexões sobre o que as pessoas fizeram – ou deixaram de fazer – durante o período da Segunda Guerra Mundial, em atitudes ... Read more

ONU Mulheres anuncia temas para o Fórum Geração Igualdade

A ONU Mulheres, movimentos feministas do mundo, governos do México e da França anunciaram na semana passada (15) os temas das Coalizões de Ação do Fórum Geração Igualdade que acontecerá na Cidade do México e em Paris este ano. As Coalizões de Ação são parcerias com governos, sociedade civil, organizações internacionais e setor privado para catalisar a ação coletiva, impulsionar o investimento público e privado e fornecer resultados positivos para mulheres e meninas em todo o mundo.

Decisão de comitê da ONU pode impulsionar pedidos de refúgio por mudanças climáticas

O Comitê de Direitos Humanos da ONU anunciou nesta terça-feira (21) ter determinado que os países não podem deportar pessoas que pediram refúgio devido a ameaças relacionadas ao clima. A medida histórica marca a primeira decisão de um órgão de direitos humanos da ONU com base em uma denúncia apresentada por um indivíduo que busca proteção contra os efeitos das mudanças climáticas.

Região da América Latina e Caribe foi a mais mortal para jornalistas em 2019

Vinte e dois jornalistas foram assassinados na América Latina e Caribe em 2019, o que torna a região a mais perigoso do mundo para a imprensa, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (20) pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). No Brasil, dois jornalistas foram assassinados em 2019. O levantamento mostrou que cobrir assuntos locais, como política, corrupção e crime, é mais perigoso para jornalistas do que cobrir zonas de guerra. No ano passado, quase dois terços dos casos de assassinato ocorreram em países que não vivenciavam conflitos armados, e a maioria envolveu repórteres ... Read more

Professores concluem formação sobre o tema do refúgio em São Paulo

Entre maio e dezembro do ano passado, aproximadamente 500 professores da rede pública do ensino fundamental de diferentes regiões de São Paulo (SP) tiveram acesso a uma formação sobre a temática do deslocamento por meio da troca de experiências com pessoas refugiadas e profissionais da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e de seus parceiros.

Ervas daninhas viram fonte de energia na Etiópia

Quando a somali Asha Abdikadir Ahmed cozinhava com lenha, seu restaurante ficava cheio de nuvens de fumaça. Mas agora, quando ela coloca um briquete no fogo, além de não produzir fumaça, o fogo dura toda a manhã. “O briquete é melhor do que a lenha que eu estava usando antes. É mais barato e mais eficiente”, diz Asha, de 42 anos, que dirige seu próprio restaurante no campo Bur Amino para refugiados somalis. O local fica no sul da Etiópia e Asha está lá desde que foi inaugurado, em 2011. Leia o relato da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

ARTIGO: 1 mês sem Elitânia e a naturalização da violência contra a mulher

Em artigo, a representante do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) no Brasil, Astrid Band, lembra que há mais de um mês Elitânia de Souza da Hora, uma jovem negra e quilombola, estudante de Serviço Social, foi assassinada a tiros na Bahia. O principal suspeito é seu ex-namorado, que foi preso. "A voz de Elitânia não é a primeira que é calada no país. Assim como ela, 1.206 mulheres foram vítimas de feminicídio em 2018. Entre elas, 61% eram negras e 52,3% dos assassinatos foram cometidos por arma de fogo." Leia o artigo completo.

Relatório Social Mundial 2020: Desigualdade é ameaça ao progresso social

A desigualdade subiu para níveis históricos globalmente, de acordo com o Relatório Social Mundial 2020 das Nações Unidas, que será lançado nesta terça-feira (21). O evento de lançamento poderá ser acompanhado ao vivo pela Internet.

Situação de milhares de crianças na Líbia é insustentável, alerta UNICEF

O mundo não deve aceitar a situação "terrível e insustentável" enfrentada pelas crianças na Líbia, disse a chefe do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) nesta sexta-feira (17). "As crianças na Líbia, incluindo crianças refugiadas e migrantes, continuam sofrendo gravemente em meio à violência e ao caos desencadeado pela guerra civil de longa data do país", disse a diretora-executiva Henrietta Fore, em comunicado. O UNICEF e seus parceiros no terreno estão apoiando crianças e famílias, fornecendo acesso a cuidados de saúde e nutrição, proteção, educação, água e saneamento.

Vítimas de terremoto no Haiti são homenageadas na sede da ONU em Nova Iorque

Mais de 200 mil haitianos que morreram no devastador terremoto que atingiu a nação insular há dez anos foram homenageados nesta sexta-feira (17) em uma cerimônia solene na sede da ONU, em Nova Iorque. A homenagem incluiu os 102 funcionários das Nações Unidas vitimados pela tragédia. Os haitianos estavam começando um novo ano com otimismo, lembrou o secretário-geral da ONU, António Guterres, durante a cerimônia, mas "em alguns segundos, suas esperanças se transformaram em pó". "Nunca esquecerei o choque e a tristeza em todo o mundo e nas Nações Unidas quando a escala da tragédia ficou clara", acrescentou.

Refugiado sírio cultiva flores e constrói vida nova no Líbano

Várias vezes por semana, quando as rosas estão em plena floração, o refugiado sírio Salem al-Azouq e sua família se levantam ao amanhecer para a colheita manual no Vale do Bekaa, no Líbano. As vívidas flores cor de rosa ficam mais perfumadas no ar fresco da manhã. Além de garantir o sustento da família, as flores mantêm viva a conexão com sua terra natal. Durante a maior parte de sua vida, Salem trabalhou com o pai em sua fazenda em Damasco. Eles cultivavam as famosas “rosas de damasco”, que levam o nome da capital da Síria. Leia o relato da ... Read more

Programa impulsiona audiências de custódia no sistema de Justiça brasileiro

As audiências de custódia consistem na apresentação do preso em flagrante a um juiz no prazo de 24 horas. Após a audiência, o magistrado decide se o custodiado deve responder ao processo preso ou em liberdade, podendo ainda decidir pela anulação da prisão em caso de ilegalidade. Além de reduzir a superlotação do sistema carcerário — mais de um terço da população carcerária do país é de presos provisórios —, a medida busca evitar a exposição de pessoas não violentas que sequer foram condenadas a presos condenados por crimes mais graves, incluindo integrantes de facções criminosas. O programa Justiça Presente ... Read more

ONU protege centenas de pessoas deslocadas devido a combates na República Centro-Africana

Novos confrontos no sudeste da República Centro-Africana levaram cerca de 400 pessoas a procurar abrigo em uma base da ONU na região, disse um porta-voz das Nações Unidas na quarta-feira (15). De acordo com a avaliação inicial do escritório de assuntos humanitários, cerca de 2 mil pessoas deslocadas internamente precisam urgentemente de comida, abrigo e itens não alimentares. As equipes humanitárias estão mobilizando recursos para atender a demanda.

Agências da ONU integram novo site da Operação Acolhida

Uma nova página online da Operação Acolhida, a resposta humanitária do governo federal ao fluxo de venezuelanos e venezuelanas ao Brasil, que conta com o apoio de agências das Nações Unidas no país e parcerias da sociedade civil, será lançada nesta quinta-feira (16) em evento no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

Conflito na Síria apagou sonhos das crianças do país, diz novo relatório da ONU

Quase nove anos de conflito na Síria roubaram a infância de meninos e meninas e os sujeitaram a "violações incessantes ​​de seus direitos", incluindo assassinato, mutilações, deslocamento, recrutamento forçado, tortura, estupro e escravidão sexual. As conclusões estão no último relatório da Comissão de Inquérito da ONU sobre a Síria, divulgado nesta quinta-feira (16). “Estou chocado com o flagrante desrespeito pelas leis da guerra e pela Convenção dos Direitos da Criança por todas as partes envolvidas no conflito”, afirmou o presidente da Comissão, o brasileiro Paulo Sérgio Pinheiro.

OIM e UFRGS assinam parceria para certificação de políticas migratórias locais

A primeira iniciativa conjunta entre Organização Internacional para as Migrações (OIM) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) será o processo de certificação de políticas migratórias locais desenvolvidas por estados e municípios. A OIM já vem atuando para a construção de ferramentas que permitam aos governos apreciarem a abrangência de suas políticas migratórias, destravando o potencial da migração para o desenvolvimento em benefício dos migrantes e das comunidades de acolhida.

Projeto em Pacaraima (RR) acolhe refugiados e migrantes em situação de rua

O casal de brasileiros Gideão Ferreira de Vasconcelos e Sandra Santos de Vasconcelos abriram as portas da Comunidade Batista de Pacaraima (RR) para acolher famílias venezuelanas. “Já oferecíamos alimentação para algumas famílias que viviam nas ruas, mas, após alguns conflitos entre a população local e a comunidade venezuelana, decidimos abrir as portas da igreja e abrigar o máximo de pessoas possível”, diz Sandra ao contar sobre como o projeto começou, ainda em 2018. Leia o relato da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Promotores comunitários fortalecem rede de proteção a refugiados e migrantes em Manaus

Aos 70 anos, o venezuelano Omar percorre as ruas de Manaus (AM) há mais de dois prestando assistência a refugiados e migrantes que chegam à cidade. Seja no acompanhamento de pessoas para emissão de documentos ou indicando acesso a serviços públicos, ele está sempre a postos para ajudar seus conterrâneos. Ele é um dos dez promotores comunitários que fazem parte do projeto Outreach Volunteers em Manaus, uma iniciativa da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), em parceria com a Cáritas Manaus, que promove oficinas de capacitação para que mais líderes comunitários possam levar adiante informações sobre direitos e auxiliar pessoas ... Read more

Especialistas da ONU participam de investigação sobre queda de avião ucraniano

Especialistas do órgão de vigilância da aviação das Nações Unidas, a ICAO, apoiarão a investigação sobre a queda de um avião de passageiros ucraniano no Irã em 8 de janeiro, após um convite das autoridades iranianas, aceito na terça-feira (14). O Irã afirmou que o vôo PS752 da Ukrainian International Airlines foi abatido acidentalmente por suas forças armadas, e que na terça-feira várias pessoas foram detidas pelo ocorrido. Todas as 176 pessoas a bordo morreram.

UNFPA firma parceria com secretarias municipais do Pará em saúde da mulher

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Pará (COSEMS/PA) firmaram na segunda-feira (13), em Brasília (DF), uma parceria que visa promover atividades conjuntas, como intercâmbios técnicos e capacitações, para promover os direitos e a saúde de adolescentes, jovens e mulheres nos municípios do estado. A representante do UNFPA no Brasil, Astrid Bant, enfatizou que o COSEMS do Pará é a porta de entrada no estado para alcançar zero mortes maternas evitáveis, zero necessidades insatisfeitas de contracepção e zero violência contra mulheres e meninas.

Década da Ação é impulso à Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável

Dez anos. Este é o prazo que todos os países-membros das Nações Unidas têm para cumprir as 169 metas dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Em setembro de 2019, líderes globais lançaram em Nova Iorque a "Década da Ação", um movimento que teve início este mês para acelerar o alcance dos ODS no mundo todo. Adotados pela comunidade internacional em 2015, os ODS são um pacto global para criar um futuro em que ninguém seja deixado para trás. Englobam todos os aspectos do bem-estar humano e do planeta, e são um chamado para erradicar a pobreza, proteger a Terra ... Read more

Refugiado sírio é forçado a deixar tudo para trás pela quinta vez

A vida de refugiado não é novidade para o sírio Mustafa, de 36 anos. Ele nasceu em Ras al Ain, região próxima da fronteira norte da Síria com a Turquia. Desde o começo do conflito, em 2011, já somam cinco as vezes que ele e sua família foram obrigados a deixar o país rumo ao Iraque. Após o mais recente episódio de violência, ele diz não ter certeza se retornará. “Nas vezes anteriores, eu sabia que voltaríamos em breve. Ficaríamos no Iraque por três ou quatro meses até que a situação melhorasse”, explicou. “Mas desta vez não acho que será ... Read more

Colômbia: ONU alerta para aumento dos assassinatos de defensores de direitos humanos

O Escritório do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos (ACNUDH) disse estar "profundamente preocupado com o número impressionante de defensores de direitos humanos assassinados na Colômbia" no ano passado, disse sua porta-voz nesta terça-feira (14). "O grupo mais visado foi o de defensores dos direitos humanos que apoiavam grupos étnicos específicos e baseados na comunidade, como povos indígenas e afro-colombianos", disse Marta Hurtado a jornalistas em Genebra, acrescentando que o número de mulheres ativistas mortas aumentou "quase 50% em 2019 em comparação com 2018".

ONU: violência na República Democrática do Congo pode representar crimes contra humanidade

Uma investigação conduzida pelo Escritório Conjunto de Direitos Humanos das Nações Unidas (UNJHRO) na República Democrática do Congo descobriu que pelo menos 701 pessoas foram mortas e 168 ficaram feridas após ataques envolvendo as comunidades Hema e Lendu, na província de Ituri, no nordeste do país. Os ataques foram realizados entre dezembro de 2017 e setembro de 2019. Os números também apontam que pelo menos 142 pessoas foram vítimas de violência sexual, a maioria mulheres e crianças da comunidade Hema.

ACNUR é homenageado com a Taça Olímpica por contribuição ao esporte

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) recebeu, na última sexta-feira (10), a Taça Olímpica do Comitê Olímpico Internacional (COI) por seu trabalho de apoio a refugiados e comunidades de acolhida por meio do esporte e pela promoção dos valores olímpicos em todo o mundo. O esporte é um pilar crucial da missão do ACNUR de proteger e capacitar crianças e jovens deslocados, além de promover a inclusão social e as boas relações com as comunidades de acolhida.

Colômbia avança rumo à paz integrada, diz enviado da ONU ao Conselho de Segurança

A Colômbia continuou a ter "progressos significativos em seu processo de paz", disse o principal enviado das Nações Unidas no país sul-americano ao Conselho de Segurança nesta segunda-feira (13). O representante especial Carlos Ruiz Massieu, que também chefia a Missão de Verificação da ONU na Colômbia, destacou que mesmo diante de "sérios desafios" — particularmente em termos de segurança para comunidades afetadas por conflitos —, a maior participação e a segurança nas eleições regionais de outubro passado "demonstraram o impacto positivo do processo de paz na democracia colombiana".

Síria: ajuda humanitária da ONU é renovada com redução de pontos de passagem

O Conselho de Segurança renovou na sexta-feira (10) uma operação da ONU que presta ajuda humanitária através da fronteira síria a milhões de civis. No entanto, alguns membros do órgão manifestaram desapontamento com o fato de a resolução aprovada reduzir pela metade o número de pontos de passagem e a duração da operação.

Primeira refugiada síria piloto de avião mostra que céu é o limite

Há quatro anos, a jovem Maya Ghazal teve que deixar tudo para trás por conta do conflito na Síria. Hoje, ela treina para ser piloto de avião no Reino Unido e é defensora dos direitos dos refugiados. Leia o relato da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Comunidades na Espanha abrem suas portas para famílias de refugiados sírios

“As pessoas me perguntam: ‘o que você está fazendo consigo mesma ao ajudar essas pessoas?’ E eu digo: ‘o correto seria: o que elas estão fazendo por mim?’ Elas mudam você e te ajudam a pensar de uma maneira diferente”, disse a voluntária basca Begoña Herrero, que apoia famílias sírias. Um programa-piloto de patrocínio comunitário visa prestar assistência a cinco famílias de refugiados instaladas no País Basco, uma comunidade autônoma no norte da Espanha. Leia o relato da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Ator Liam Neeson pede apoio a crianças refugiadas e migrantes em visita à fronteira Brasil-Venezuela

Embaixador do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o ator norte-irlandês Liam Neeson se uniu à organização para pedir à comunidade internacional mais apoio às crianças e adolescentes refugiados e migrantes da Venezuela que precisam de assistência na América Latina e no Caribe. Neeson realizou uma visita de quatro dias à região da fronteira brasileira com a Venezuela, onde se encontrou com crianças e famílias venezuelanas vulneráveis, bem como brasileiros afetados pelo aumento dos fluxos migratórios.

Água potável traz esperança a refugiados sul-sudaneses e anfitriões em Uganda

Quando a sul-sudanesa Asha Rose Sillah chegou a Uganda pela primeira vez como refugiada, havia tão pouca água que para saciar a sede ela tinha que recorrer a um pântano. Agora, graças a um novo projeto, sua família tem água potável em abundância — e excedente suficiente para regar as cebolas cultivadas para venda no mercado. Leia relato da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Secretário-geral defende valor da Carta da ONU para um mundo em turbulência

Em uma era de crescentes tensões geopolíticas e declínio da confiança, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, incentivou os países a se voltar para um documento definitivo da comunidade internacional — a Carta da ONU. Guterres discursou no Conselho de Segurança, que realizou nesta quinta-feira (9) um debate sobre a manutenção do tratado fundador da ONU, quase 75 anos desde a sua adoção.

Conselho de Segurança das Nações Unidas pede diálogo político no Haiti

O Conselho de Segurança da ONU enfatizou nesta quinta-feira (9) a necessidade de resolver o impasse político em curso no Haiti entre o presidente Jovenel Moïse e um crescente movimento de oposição. Os membros do Conselho de Segurança emitiram um comunicado descrevendo a necessidade imediata de as partes se envolverem em um diálogo inclusivo e aberto para formar um governo que responda às necessidades da população.

Venezuelanos produzem artesanato com materiais recicláveis em Manaus (AM)

Em novembro, uma oficina do projeto Reciclo apresentou para 15 pessoas venezuelanas que moram em Manaus (AM) métodos inovadores e de baixo custo para produção de artigos como cadernetas, caixas recicladas e até luminárias. Fruto de uma parceria da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) com a ONG Hermanitos e a Fundação Pedro Jorge, a ação busca facilitar a integração local e estimular a geração de renda sustentável para a comunidade venezuelana na cidade, incluindo mulheres e pessoas LGBTI em situação de vulnerabilidade.

Milhares fogem de conflitos no leste da República Democrática do Congo

Há mais de seis meses, grupos armados tem sido os responsáveis por assassinatos, estupros e sequestros que já forçaram mais de 300 mil pessoas a abandonar seus lares na República Democrática do Congo. As comunidades locais são acolhedoras, mas seus hospitais e escolas estão sobrecarregados. Cerca de 16 mil pessoas deslocadas internamente, principalmente mulheres e crianças, chegaram à cidade de Drodro nos últimos meses. O relato é da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Irã-EUA: Guterres promete ‘engajamento ativo’ em esforços para reduzir tensões

Após um ataque iraniano de mísseis balísticos às bases aéreas que abrigam forças norte-americanas no Iraque, o secretário-geral da ONU, António Guterres, disse nesta quarta-feira (8) que "continua seu engajamento ativo" para diminuir as tensões e evitar uma guerra em grande escala. “É nosso dever comum fazer todos os esforços para evitar uma guerra no Golfo que o mundo não pode pagar. Não devemos esquecer o terrível sofrimento humano causado pela guerra. Como sempre, as pessoas comuns pagam o preço mais alto”, concluiu Guterres.