Juliana Paes e Think Olga fazem ‘live’ sobre violência contra mulheres e uso da robô Isa.bot

A defensora da ONU Mulheres Brasil para Prevenção e Eliminação da Violência contra as Mulheres, Juliana Paes, e a diretora da organização Think Olga, Maíra Liguori, participam, nesta sexta-feira (8), a partir das 19h30, da live “Violência Doméstica em tempos de pandemia”.

A conversa será transmitida pelos perfis @julianapaes e @think_olga no Instagram e terá duração estimada de 30 minutos.

Gilberto Gil. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

COVID-19: campanha com artistas brasileiros homenageia trabalhadores da cadeia de alimentos

Com apoio da UNESCO no Brasil, uma campanha está prestando homenagem a agricultores, agricultoras e trabalhadores da cadeia de alimentos que, com seus esforços, garantem produção, transporte, comercialização e abastecimento de alimentos nos países das Américas em meio à pandemia de COVID-19.

Artistas brasileiros como Gilberto Gil e Carlinhos Brown gravaram vídeos que serão compartilhados nas redes sociais do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). Mart’nália, Maria Luiza Jobim, Paulo Miklos e Tony Belloto também participam.

Foto: CCJ/MA

CNJ publica manuais sobre alternativas penais e atenção a egressos do sistema penitenciário

Para apoiar a difusão de conhecimento técnico voltado aos desafios no campo penal, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) publicou novas versões do Manual de Gestão de Alternativas Penais e da Política Nacional de Atenção às Pessoas Egressas.

Os documentos são resultado de consultorias promovidas pelo Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN) em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

A publicação desse material pelo CNJ decorre das ações do programa Justiça Presente, que desde 2019 reúne as três instituições para enfrentar problemas estruturais no sistema prisional e no sistema socioeducativo do país.

Em 2019, ocorreram mais de 700 exibições de 32 filmes selecionados em 108 países, com uma audiência global de cerca de 60 mil pessoas. Foto: OIM

OIM abre inscrições para festival internacional de cinema sobre migrações

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) abriu inscrições para o Festival Global de Cinema sobre Migração. O evento de 2020 ocorre de 28 de novembro a 18 de dezembro e é a principal iniciativa cultural do mundo sobre o tema. O prazo para envio dos filmes é dia 21 de junho de 2020.

Em 2019, ocorreram mais de 700 exibições de 32 filmes selecionados em 108 países, com uma audiência global de cerca de 60 mil pessoas.

O objetivo do Festival é preparar o caminho para uma discussão maior sobre um dos maiores fenômenos do nosso tempo: a migração; saiba como enviar sua produção.

Campanha incentiva homens a mostrar tarefas domésticas durante o isolamento social

O compartilhamento de tarefas de trabalho doméstico e de cuidado com crianças, adolescentes, pessoas idosas e com deficiência é uma das ações mais concretas que homens podem assumir em suas casas e junto às suas famílias para responder à pandemia da COVID-19. Este é o foco da ação digital #ElesPorElasEmCasa (#HeForSheAtHome), lançada no dia 5 de maio pela ONU Mulheres Brasil, para reduzir as desigualdades de gênero e a sobrecarga das mulheres.

Até 31 de maio, poderão ser enviadas fotografias de homens em atividades domésticas e tarefas familiares, para mostrar como eles estão lidando com a pandemia e inovando nas relações de gênero. As fotografias deverão ser enviadas “inbox” (por mensagem com envio de foto) para os perfis ElesPorElas – HeForShe no Instagram e no Facebook.

Foto: Prefeitura de Manaus

OPAS colabora com Manaus, Amazonas e Ministério da Saúde na resposta à COVID-19

Nesta semana, a representante da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e da Organização Mundial da Saúde (OMS) no Brasil, Socorro Gross, acompanhou a visita do ministro da Saúde do país, Nelson Teich, a hospitais de Manaus (AM) e participou das reuniões com autoridades locais sobre as ações desenvolvidas no enfrentamento à COVID-19.

Esse encontro fez parte das ações do Ministério para fortalecer a capacidade de resposta do estado do Amazonas, incluindo o envio de 1,5 milhão de Equipamentos de Proteção Individual, de 40 mil testes de diagnóstico RT-PCR, 90 respiradores, técnicos e profissionais de saúde, entre outras ações.

Presídio de Águas Lindas, em Goiás, em 2009. Foto: Agência Brasil/Antonio Cruz

ONU alerta para condições precárias nas prisões das Américas em meio à pandemia; cita Brasil

As condições em muitas prisões da região das Américas são profundamente preocupantes. Problemas estruturais preexistentes, como superlotação crônica e péssimas condições de higiene, juntamente com a falta de acesso adequado aos cuidados de saúde, permitiram a rápida disseminação da COVID-19 em muitas instalações.

O alerta foi feito pelo porta-voz do Escritório do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos (ACNUDH), Rupert Colville, em comunicado publicado na terça-feira (5).

“As condições nos centros de detenção e prisões e o tratamento dos detidos devem ser monitorados regularmente por órgãos independentes, e os prisioneiros que adoecem devem ser colocados em isolamento não punitivo ou quarentena em instalações onde possam receber cuidados médicos adequados.”

UNICEF inicia capacitações online de gestores municipais sobre resposta à COVID-19 e Selo UNICEF

O UNICEF e parceiros técnicos realizam capacitações online direcionada a todos os 1.924 municípios dos 18 Estados do Semiárido e Amazônia Legal brasileira. As primeiras capacitações online começam pelos municípios paraibanos, paraenses, amapaenses e amazonenses, participantes do Selo UNICEF.

O conteúdo inclui orientações técnicas do UNICEF aos municípios na prevenção e resposta à pandemia de coronavírus e orientações relacionadas à metodologia regular do Selo UNICEF, cujo ciclo termina este ano.

Evento de lançamento da cartilha no auditório do Banco Central, em novembro de 2019. Foto: ACNUR/Alan Azevedo

Banco Central lança nova edição de cartilha financeira para refugiados e migrantes

O Banco Central (BC) atualizou a Cartilha de Informações Financeiras para Migrantes e Refugiados. O guia é feito em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Além da versão em português, as cartilhas estão disponíveis em inglês, francês, espanhol e árabe.

Na nova versão, a cartilha atualiza detalhes sobre regras para o cheque especial e agrega informações sobre abertura de conta corrente.

Pesquisa ouve professores sobre educação escolar em tempos de pandemia

A Cátedra da UNESCO em Formação de Professores e o Departamento de Pesquisas Educacionais da Fundação Carlos Chagas (FCC) coordenam uma pesquisa para entender como os professores estão realizando suas atividades docentes neste momento de isolamento social.

Os participantes da pesquisa não serão identificados, e os resultados do estudo serão divulgados no site da FCC. A consulta estará aberta até o dia 10 de maio.

São Paulo já soma mais de 1,7 mil mortos por COVID-19. Foto: Agência Brasil/Rovena Rosa

OPAS pede que países das Américas analisem tendências da pandemia antes de flexibilizar distanciamento social

A diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Carissa F. Etienne, pediu aos países das Américas que identifiquem tendências específicas da pandemia de COVID-19 de acordo com seus contextos específicos e alertou que a flexibilização precoce nas medidas de distanciamento social “poderia acelerar a propagação do vírus e abrir a porta para um aumento dramático de casos ou sua propagação a áreas próximas”.

Etienne destacou que em muitas áreas da região, o número de casos está dobrando em poucos dias, como ocorre agora em Estados Unidos, Canadá, Brasil, Equador, Peru, Chile e México.

ONU-HABITAT participa de discussões sobre plano de desenvolvimento sustentável do Rio

O Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT), por meio do projeto Sistemas de Responsabilidade Pública para Medir, Monitorar e Informar sobre Políticas Urbanas Sustentáveis na América Latina, acompanha a construção do Plano de Desenvolvimento Sustentável da Prefeitura do Rio de Janeiro (RJ).

A série de discussões para a construção do plano terá início em 7 de maio, às 10h, no canal do Youtube da Multirio. As sessões, que ocorrerão no ambiente online em virtude da pandemia da COVID-19, buscam a participação de membros da sociedade civil, gestores públicos, academia, setor privado e público interessado.

Empreendedores refugiados se beneficiarão de informações sobre microcrédito por meio de acordo firmado entre ACNUR e ABCRED. Foto: Arquivo pessoal/Duchelier Mahonza Kinkani

ACNUR firma acordo para promover informações sobre microcrédito a refugiados empreendedores no Brasil

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e a Associação Brasileira de Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças (ABCRED) firmaram em abril (14) um acordo de cooperação que busca prover informações sobre o acesso ao microcrédito e microfinanças a refugiados que já são empreendedores ou que queiram abrir seu próprio negócio no Brasil.

A parceria é firmada em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, na qual pequenos e médios empreendedores estão tendo dificuldades para manter seus negócios em funcionamento.

Veja as ações do UNICEF em resposta ao coronavírus no Brasil

As crianças e adolescentes não são os mais afetados diretamente pelo coronavírus, mas, como em todas as emergências e crises humanitárias, são eles os que mais sofrem de maneira indireta. Por essa razão, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) ajustou seu Programa de País, ampliando suas iniciativas para reduzir o avanço do vírus e mitigar os impactos da epidemia na vida de crianças e adolescentes, em especial aqueles mais vulneráveis.

Conheça as principais iniciativas do UNICEF no Brasil para enfrentar a epidemia e proteger crianças e adolescentes da COVID-19.

Foto: Marcello Casal Jr./ABr

Tribunais debatem enfrentamento da COVID-19 em contextos de privação de liberdade

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza este mês, em parceria com agências das Nações Unidas, uma série de reuniões virtuais com magistrados da área carcerária e do sistema socioeducativo do Judiciário.

Os representantes dos tribunais discutem ações coordenadas para um posicionamento efetivo e uniforme do Judiciário diante do desafio do novo coronavírus para o sistema prisional e socioeducativo.

Uma das propostas da reunião será o fortalecimento dos fluxos de coleta de informação no Judiciário para o acompanhamento e fiscalização de medidas e monitoramento de casos de COVID-19 no sistema prisional.

Ibrahim Al Hussein (à esquerda) é um dos refugiados que participam do documentário 'THF: Aeroporto Central', do brasileiro Karim Aïnouz. Imagem: THF

Cineasta brasileiro espera que pandemia gere mais empatia por situação de refugiados

Em vez de medo e xenofobia, o isolamento e a incerteza em relação ao futuro provocada pela pandemia têm o potencial de gerar mais empatia em relação ao outro, especialmente em relação àqueles que já enfrentavam dificuldades antes mesmo de a COVID-19 emergir, como refugiados, migrantes e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

A expectativa é do cineasta brasileiro Karim Aïnouz, que lançou na sexta-feira (24), diretamente nas plataformas de streaming, seu filme “Aeroporto Central”, que trata da situação de solicitantes de refúgio abrigados no extinto Aeroporto de Tempelhof, em Berlim. Leia a entrevista concedida à ONU Brasil.

Ao longo de um ano, o documentário acompanhou a vida do estudante sírio Ibrahim (esquerda) e do fisioterapeuta iraquiano Qutaiba (direita). Foto: Juan Sarmiento

Pandemic could generate more empathy towards refugees, says Brazilian filmmaker

Instead of fear and xenophobia, the isolation and uncertainty about the future brought by the COVID-19 pandemic has the potential to generate more empathy and solidarity towards others, including refugees.

That’s the hope of the Brazilian filmaker Karim Aïnouz, who launched directly on the streaming platforms his documentary “Central Airport THF”, which describes the situation of asylum seekers sheltered in the former Tempelholf Airport, in Berlin.

O webinário teve a presença de profissionais do IBGE, IBOPE Inteligência e DATASUS do Ministério da Saúde. Foto: Reprodução/Zoom.us

UNFPA: pandemia cria desafios para produção estatística e coleta de dados populacionais

Promover a discussão entre academia, governo e sociedade civil e discutir o desafio da produção de dados e informações frente ao avanço da pandemia no Brasil. Este foi o objetivo do webinário realizado na semana passada (29) por Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) e Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

“Vários países, dentre eles o Brasil, adiaram a realização dos censos demográficos e adaptaram as pesquisas amostrais para a coleta de dados a distância”, lembrou a representante do UNFPA no Brasil, Astrid Bant.

Começam as aulas da Capacitação para o Empreendedorismo para refugiados e migrantes

A primeira turma da Capacitação para o Empreendedorismo oferecida para migrantes e refugiados no estado de Santa Catarina já está ativa desde 27 de abril. As aulas, que são on-line, ocorrem por meio da parceria entre a Organização Internacional para as Migrações (OIM) e a ONG Círculos de Hospitalidade.

A iniciativa aumentará o conhecimento dos beneficiários sobre o acesso a direitos, fornecerá apoio psicossocial, promoverá programas de emprego compostos por treinamento de habilidades, treinamento em empreendedorismo, capital inicial, feiras econômicas, setor privado e mapeamento de oportunidades de emprego; e oferecerá aulas de língua portuguesa.

Para a representante da ONU Mulheres Brasil, Anastasia Divinskaya, “a campanha é fundamental para aumentar a consciência pública sobre a violência contra as mulheres e evitar aumento de casos durante a fase de isolamento social.

Campanha de Globo, GNT e ONU Mulheres alerta sobre violência doméstica no isolamento social

Uma campanha de conscientização para prevenção e combate à violência doméstica, realizada em conjunto com a ONU Mulheres, teve início na terça-feira (5) com chamadas especiais durante a programação da TV.

Os vídeos ressaltam que, durante o isolamento, a vítima tem suas ferramentas de denúncia limitadas devido à vigilância constante do agressor. Neste momento, vizinhos, vizinhas e pessoas próximas se tornam os grandes aliados e aliadas.

Criar tecnologias para ajudar a enfrentar os desafios da COVID-19

O Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) organizam um hackathon gratuito, o HACKCOVID19. As inscrições podem ser realizadas a partir do dia 15 de maio. Já a chamada para propostas de desafios está aberta até hoje, dia 4 de maio.

Durante 72 horas, entre os dias 15 e 17 de maio, os participantes vão criar projetos que visem resolver os desafios da COVID-19. Eles poderão trabalhar no desenvolvimento de soluções em diferentes segmentos: saúde, comunidade, populações vulneráveis, empresas e comércio, educação, arte e cultura e meio ambiente e informação.

Jornalistas acompanham coletiva de imprensa na ONU, em Genebra. Foto: ONU/Violaine Martin

UNESCO e parceiros promovem ações pelo Dia Mundial da Liberdade de Imprensa

Uma série de ações desenvolvidas pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil, em parceria com diversas entidades que defendem a liberdade de imprensa e de expressão, foi lançada no domingo (3), data comemorativa do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa.

Entre as ações previstas está a realização nesta segunda-feira (4), às 17h, de webinar com o tema “A importância do jornalismo em tempos de pandemia e desinformação”, que será transmitido simultaneamente nas páginas do Facebook e nos canais de YouTube de todas as entidades participantes.

Doação de ultrassom reforça diagnósticos de câncer e exames de pré-natal em Boa Vista

A doação feita pela Organização Internacional para as Migrações (OIM) à Secretaria Municipal de Saúde de Boa Vista de um ultrassom com alta resolução de imagem permitirá beneficiar até 48 mil usuários do sistema público do município em um ano. Esta foi a quarta doação de equipamentos de saúde realizada em Roraima este ano.

Os exames reforçarão os diagnósticos de câncer e os exames de pré-natal, beneficiando a comunidade local, de refugiados e de migrantes, sobretudo as mulheres grávidas. O equipamento será instalado no Centro de Tratamento e Prevenção ao Câncer, unidade de referência especializada em diagnóstico de Boa Vista.

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – nossa visão compartilhada sobre como acabar com a pobreza, garantir um futuro saudável para o planeta e construir um mundo pacífico – estão ganhando impulso global. Com apenas 10 anos à frente, um ambicioso esforço global está em andamento para cumprir a promessa da #Agenda2030 – mobilizando mais governos, sociedade civil, empresas e convidando todas as pessoas a tomarem para si os #ObjetivosGlobais.

VÍDEO: uma década de ação pelas pessoas e pelo planeta

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – nossa visão compartilhada sobre como acabar com a pobreza, garantir um futuro saudável para o planeta e construir um mundo pacífico – estão ganhando impulso global.

Com apenas 10 anos à frente, um ambicioso esforço global está em andamento para cumprir a promessa da Agenda 2030 – mobilizando mais governos, sociedade civil, empresas e convidando todas as pessoas a tomarem para si os Objetivos Globais.

Crianças e adolescentes têm os mesmos direitos que a condição de refugiado confere a seus pais e mães, podendo tirar a Carteira de Registro Nacional Migratório e pedir a naturalização brasileira em quatro anos. Foto: ACNUR/Victor Moriyama

Em reunião online, Brasil reconhece 772 crianças e adolescentes venezuelanos como refugiados

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) elogiou o governo brasileiro pelo reconhecimento, na terça-feira (28), da condição de refugiado de 772 crianças e adolescentes venezuelanos.

As crianças e adolescentes beneficiadas pela decisão são filhos ou dependentes de venezuelanos que já haviam sido reconhecidos como refugiados pelo governo brasileiro – e que solicitaram a extensão deste reconhecimento aos seus familiares com menos de 18 anos.

Campanha de informação sobre o coronavírus nas paredes das comunidades - Foto: Frente de Mobilização da Maré

Pensando no coletivo, favelas se organizam para combater o coronavírus

Gizele Martins é nascida e criada no Complexo da Maré, conjunto de 16 favelas com cerca de 140 mil habitantes na cidade do Rio de Janeiro. Jornalista e comunicadora comunitária, ajudou a criar a Frente de Mobilização da Maré para se preparar para a chegada do novo coronavírus.

O principal objetivo é distribuir de maneira ampla, efetiva e de acordo com a realidade da favela informações baseadas nas recomendações divulgadas pelo Ministério da Saúde, pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Fiocruz sobre os cuidados e riscos do novo coronavírus.

Campanha de informação sobre o coronavírus nas paredes das comunidades - Foto: Frente de Mobilização da Maré

Rio’s vulnerable organize themselves to fight coronavirus

Gizele Martins was born and raised in the Complexo da Maré, a group of 16 favelas (slums) with around 140,000 inhabitants in Rio de Janeiro. A journalist and community activist, she helped to create the Mare Mobilization Front to prepare for the arrival of the new coronavirus.

Her mission is to distribute information based on the recommendations from the Ministry of Health of Brazil, the World Health Organization (WHO) and Oswaldo Cruz Foundation (FIOCRUZ) about the care and risks of the new coronavirus, in a broad and effective manner to the poor living in difficult conditions in the favelas.

Crianças que participam da estratégia de interiorização ganham companhia especial

A partir de abril, as crianças venezuelanas de 6 a 11 anos que participam da estratégia de interiorização do governo federal recebem a cartilha “Viajando por Brasil com Felipe y Elena”. O livro apresenta o novo país aos pequenos com informações culturais e geográficas, através dos olhares do brasileiro Felipe e da venezuelana Elena.

O livro é parte do “Passaporte para a Educação”, uma iniciativa do projeto Education Cannot Wait (A Educação não Pode Esperar), implementado em Roraima pela Organização Internacional para as Migrações (OIM) e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Passageiros usam máscaras na estação Pinheiros, em São Paulo (SP). Foto: Agência Brasil/Rovena Rosa

Empresas brasileiras reconhecem que não atuar durante crise pode prejudicar reputação

As empresas brasileiras reconhecem que devem se responsabilizar para encontrar soluções aos desafios que chegam com a pandemia de COVID-19, e dizem estar satisfeitas com o que estão fazendo.

Por outro lado, menos da metade disse estar conduzindo ações educativas e sociais, como doações financeiras e/ou de equipamentos e materiais, e apenas uma em cada dez disse estar atuando em parceria com os órgãos governamentais.

É o que mostra o relatório “COVID-19 – Como as Empresas Estão Enfrentando a Pandemia”, produzido pela Rede Brasil do Pacto Global e pela agência global de comunicação Edelman.

Com apoio da ONU Mulheres, Isa Bot ganha novos conteúdos para enfrentar violência doméstica

A organização Think Olga e o Mapa do Acolhimento, projeto do Nossas.Org, anunciaram na terça-feira (28) uma atualização da ISA.bot, robô para Messenger e Google Assistente lançado no fim de 2019 com recursos para segurança online das mulheres.

A ISA.bot apresentará dicas e orientações para mulheres que estejam vivendo essa situação ou para pessoas que possam estar em condições de ajudar. São informações e dicas para se manter segura, como, por exemplo, informar alguém de confiança sobre o que está acontecendo, ou pedir que ligue diariamente para saber como está.

Cáritas e OIM acolhem refugiados e migrantes venezuelanos

Os refugiados e migrantes venezuelanos que participaram da estratégia de interiorização do governo federal e foram impactados pela pandemia do novo coronavírus serão acolhidos em casas de passagem.

O projeto irá acolher cerca de 400 refugiados e migrantes que perderam seus empregos, sua renda e sua moradia, contribuindo para as medidas de isolamento social e para a proteção de pessoas vulneráveis. Além de aliviar o sistema público de saúde, beneficiando toda a sociedade brasileira.

OPAS/OMS disponibiliza cursos virtuais sobre COVID-19 em português para profissionais de saúde

Com o intuito de apoiar profissionais de saúde do Brasil em meio à pandemia de COVID-19, a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) lançou quatro cursos virtuais de autoaprendizagem em português sobre doenças por vírus respiratórios emergentes, prevenção e controle de infecções pelo novo coronavírus, projetos para unidades de tratamento de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) e cuidados clínicos na SRAG. Todas as capacitações são abertas e gratuitas, sem prazo para conclusão.

Foto: OIT

OIT lembra importância de promover trabalho decente para domésticas em tempos de COVID-19

Observou-se na segunda-feira (27) o Dia Nacional da Trabalhadora Doméstica, data que marca a luta da categoria por seus direitos trabalhistas e ganha ainda mais relevância em meio à pandemia da COVID-19.

Por enfrentarem a difícil escolha entre trabalhar ou perder sua fonte de renda, assim como muitas pessoas na economia informal, as trabalhadoras domésticas estão entre as mais expostas ao risco de infecção, seja por dependerem de transporte público, por estarem expostas ao contato direito com outras pessoas, entre outros fatores.

Leia o relato da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

UNFPA e Itaipu realizam atividades online com adolescentes do oeste do Paraná

O projeto Prevenção e Redução da Gravidez Não Intencional na Adolescência nos Municípios do Oeste do Paraná, uma ação do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) no Brasil em parceria com a Itaipu Binacional, iniciou na quarta-feira (22) uma série de encontros virtuais com adolescentes.

Os encontros têm por objetivo promover debates sobre a promoção de direitos e fornecer informações adequadas às expectativas e dúvidas dos e das jovens durante a pandemia de COVID-19.

No Dia da Educação, UNESCO chama atenção para urgência de enfrentar desafios impostos pela COVID-19

Com mais de 1,5 bilhão de estudantes afetados pela pandemia em todo o mundo, a educação enfrenta uma crise sem precedentes. O número representa 87% da população mundial de estudantes. 

Valorizar a educação em um dos momentos mais difíceis da história é um compromisso da UNESCO para fortalecer uma agenda comum, que facilite oportunidades de aprendizagem inclusiva e equitativa para crianças e jovens durante este período no qual a educação foi interrompida de maneira súbita e sem precedentes devido à COVID-19.

A indiana Fátima Babu lidera campanha contra a fundição de cobre Sterlite em Tuticorin há 24 anos. Foto: Thom Pierce /Guardian/Global Witness/PNUMA

ONU e parceiros coordenam esforços para apoiar defensores ambientais

Programas das Nações Unidas, defensores do meio ambiente, ONGs e instituições acadêmicas se reuniram em Genebra no fim de fevereiro para discutir como mobilizar a comunidade internacional para apoiar os defensores ambientais.

Em todo o mundo, esses defensores estão lutando por um meio ambiente mais saudável ​​– não apenas para suas comunidades, mas para todos. Apesar de seu trabalho valioso e corajoso, eles continuam altamente vulneráveis ​​e sob crescente ataque em todo o mundo. Leia o relato do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

UNICEF lança podcast diário para ajudar crianças a continuar aprendendo em casa

Neste Dia da Educação, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lança ‘Deixa que Eu Conto’, podcast diário que vai levar histórias, brincadeiras e atividades a crianças e famílias de todo o país, contribuindo com o direito de aprender, em tempos de coronavírus.

Todos os conteúdos são gratuitos e estão disponíveis no Spotify, no YouTube e no site do UNICEF. Eles também serão disseminados para rádios de todo o país e compartilhados via WhatsApp.