As vacinas funcionam como um escudo, protegendo crianças e recém-nascidos de doenças perigosas e poupando até 3 milhões de vidas todo ano. No entanto, em todo o mundo ainda existem quase 20 milhões de crianças não vacinadas e/ou que não receberam todas as doses devidas de uma vacina. Essas crianças correm o risco de doenças graves, complicações e até morte. No Brasil, por exemplo, o sarampo voltou a ser um problema depois de ter sido erradicado. Muitos pais querem vacinar seus filhos, mas não conseguem porque não têm acesso aos serviços de saúde. Mas, cada vez mais, alguns pais estão optando por não fazê-lo. Essa relutância geralmente se origina de concepções errôneas sobre vacinas ou complacência sobre a probabilidade de se infectar. Por isso, ficar informado sobre os benefícios das vacinas – e os riscos de não se vacinar – é mais importante do que nunca.

Vacinar é uma das formas mais eficazes de se prevenir a mortalidade infantil; vídeo

As vacinas funcionam como um escudo, protegendo crianças e recém-nascidos de doenças perigosas e poupando até 3 milhões de vidas todo ano.

No entanto, em todo o mundo ainda existem quase 20 milhões de crianças não vacinadas e/ou que não receberam todas as doses devidas de uma vacina. Essas crianças correm o risco de doenças graves, complicações e até morte.

No Brasil, por exemplo, o sarampo voltou a ser um problema depois de ter sido erradicado. Saiba mais nesse vídeo do UNICEF.

Academias de ciência pedem medidas urgentes contra a poluição do ar

Na sede da ONU, em Nova Iorque, representantes das academias de ciência e medicina de quatro países — entre eles, o Brasil — apresentaram neste mês (19) um apelo urgente por mais investimentos na luta contra a poluição do ar.

As instituições pediram que todas as nações do mundo adotem medidas de controle das emissões de poluentes e implementem sistemas de monitoramento da qualidade do ar. O relato é da ONU Meio Ambiente.

Janete Dantas, no centro, com a mãe, Maria Nilda, à direita, e sua irmã, Mayla, à esquerda, na fazenda da família. Foto: Lianne Milton

Registro de produção mostra importância das mulheres na agricultura familiar brasileira

Uma ideia simples — uma caderneta de quatro colunas para mulheres da agricultura familiar brasileira registrarem o quanto de sua produção é vendida, distribuída, trocada ou consumida — teve impactos positivos de longo alcance em suas vidas. A estratégia mudou a forma como elas e seus parceiros valorizam sua própria produção, ajudando-os a se beneficiar de políticas governamentais destinadas à agricultura familiar. O relato é da ONU Mulheres.

Em Boa Vista (RR), o público do abrigo Santa Tereza participou de ação do UNFPA e ACNUR sobre homofobia. Foto: UNFPA/Fabiane Guimarães

Em Boa Vista, ONU debate homofobia em abrigo para homens venezuelanos

Em Boa Vista (RR), o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) reuniram 74 homens venezuelanos na semana passada para uma roda de conversa sobre saúde sexual e combate à homofobia. Os refugiados e migrantes moram no abrigo Santa Tereza, do governo federal. Os organismos internacionais decidiram ir ao local após relatos de discriminação homofóbica entre os moradores.

Vista aérea de Fortaleza (CE). Foto: Jade Queiroz, MTUR

Conferência internacional debate economia verde em Fortaleza

A economia verde oferece uma série de oportunidades de erradicar a pobreza e apoiar o crescimento econômico, preocupações específicas dos países do Sul Global. Além disso, melhora a inclusão social e o bem-estar humano e cria oportunidades de emprego e de trabalho decente para todos, mantendo o funcionamento saudável dos ecossistemas do planeta.

Para debater o tema, governos, iniciativa privada e sociedade civil de países da América Latina reúnem-se em Fortaleza (CE) na Conferência Ministerial Regional das Américas sobre Economia Verde, que ocorre até esta quarta-feira (26).

Presente à sessão de abertura, a representante-residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Katyna Argueta, lembrou um elemento crucial para garantir que a economia verde tenha impacto positivo na sociedade. “A Agenda 2030 é nossa linha de visão ‘aspiracional’. Assim, a transição para um modelo de economia verde deve estar totalmente alinhada com a realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e, portanto, deve ser buscada para o benefício de todos”.

O consumo de álcool é um fator de risco determinante de resultados adversos na gravidez, incluindo morte fetal, aborto espontâneo, parto prematuro, comprometimento do crescimento intrauterino e baixo peso ao nascer. Foto: FIOCRUZ

Curso virtual da OPAS aborda riscos do consumo de álcool durante a gravidez

As taxas de transtornos causados pelo consumo de álcool entre mulheres são mais altas nas Américas que em qualquer outra região do mundo. Um curso virtual da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) proporciona aos profissionais de saúde as habilidades técnicas necessárias para identificar e abordar o consumo de álcool entre mulheres grávidas e em idade reprodutiva.

O curso “Uso de Álcool e Saúde da Mulher e Gestante”, agora também disponível em espanhol, oferece aos profissionais de saúde as informações baseadas em evidências mais recentes sobre estratégias de promoção da saúde durante a gravidez; detecção precoce do consumo de álcool na gestação; e formas de apoiar as mulheres na redução do consumo de álcool.

Qual é a educação que protege contra a violência? As alternativas a essa questão foram discutidas neste mês de junho, durante o seminário “Educação é proteção contra a violência”, promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Cidade Escola Aprendiz no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro (RJ).

UNICEF: educação é estratégia crucial de proteção de crianças e adolescentes contra a violência

Qual é a educação que protege contra a violência? As alternativas a essa questão foram discutidas neste mês de junho, durante o seminário “Educação é proteção contra a violência”, promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Cidade Escola Aprendiz no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro (RJ).

O seminário, que contou com a leitura do manifesto jovem #EndViolence, reuniu especialistas, autoridades, sociedade civil e lideranças adolescentes para discutir o impacto da violência na vida de crianças e adolescentes.

O seminário reuniu especialistas, autoridades, sociedade civil e lideranças adolescentes para discutir o impacto da violência na vida de crianças e adolescentes – e como a educação pode ser uma estratégia crucial de proteção.

Confira nessa matéria em vídeo do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

Atividade no Rio debate alimentação saudável com jovens. Foto: PEXELS

Guias alimentares podem ajudar a melhorar a dieta da população

A obesidade quase triplicou em todo o mundo desde 1975 e com ela aumentaram os problemas de saúde como diabetes, doenças cardíacas e certos tipos de câncer. Esta tendência não se limita aos países de alta renda. Em países de renda baixa e média, o número de pessoas obesas e com excesso de peso está crescendo a um ritmo ainda mais acelerado. Ao mesmo tempo, em muitos casos, tais países também enfrentam altas taxas de nanismo e deficiências de micronutrientes.

No momento em que a obesidade está aumentando, as orientações dietéticas são ainda mais importantes. Com base nos últimos dados disponíveis, os guias são recomendações de um país para que a população coma melhor e tenha mais saúde.

O site da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) contém a mais completa coleção de guias alimentares de todo o mundo. Mais de 100 países já escreveram guias alimentares adaptados às suas respectivas situações alimentares e populações.

Crianças na fila para refeição diária no Equador. Foto: Banco Mundial/Jamie Martin

ONU: 64% dos jovens latino-americanos vivem na pobreza ou em situação de vulnerabilidade

Em viagem a Bruxelas, a chefe da Comissão Econômica da ONU para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, pediu neste mês (19) um aprofundamento da cooperação entre a região e o continente europeu, como meio para superar desigualdades e investir no desenvolvimento sustentável. Dirigente lembrou que 64% dos jovens latino-americanos são de famílias pobres ou vulneráveis e não conseguem ingressar na classe média consolidada.

Foto: Flickr/Joe Gratz (CC)

STJ e ONU Meio Ambiente unem esforços pelo desenvolvimento sustentável

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) sediará a partir de quarta-feira (26) o VI Seminário de Planejamento Estratégico Sustentável do Poder Judiciário, em Brasília (DF). Durante o evento, que ocorre até quinta-feira (27), será assinado um memorando de entendimento entre o STJ e ONU Meio Ambiente.

De acordo com o presidente do tribunal, ministro João Otávio de Noronha, o seminário será uma oportunidade para demonstrar na prática o comprometimento da corte com o desenvolvimento sustentável.

“É com satisfação que assinaremos um memorando de entendimento com o STJ em um evento dessa relevância, para continuarmos cooperando para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no uso eficiente de recursos naturais e na capacitação de servidores públicos nessas agendas”, disse a representante da ONU Meio Ambiente no Brasil, Denise Hamú.

Paraty. Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

Comitê reúne-se para examinar Lista do Patrimônio Mundial; Paraty é candidata

O Comitê do Patrimônio Mundial irá examinar 36 indicações para inscrição na Lista do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) durante sua 43ª sessão, que acontece em Baku, capital do Azerbaijão, de 30 de junho a 10 de julho, sob a presidência de Abulfas Garayey, Ministro da Cultura do país.

O Comitê também irá examinar o estado de conservação de 166 sítios que já estão inscritos na Lista do Patrimônio Mundial, 54 dos quais também se encontram na Lista do Patrimônio Mundial em Perigo.

As novas inscrições na Lista estão agendadas para começar em 5 de julho. Entre as candidaturas, está uma do Brasil: Paraty – Cultura e Biodiversidade.

A funcionária da Nestlé Juliana Oliveira. Foto: Linkedin/Reprodução

Jovem brasileira disputa final de premiação do Pacto Global da ONU

A funcionária da Nestlé Juliana Oliveira representará o Brasil na disputa por um prêmio de reconhecimento do Pacto Global das Nações Unidas a futuros líderes empresariais.

A turma de 2019 do SDG Pioneers será um grupo seleto de jovens de até 35 anos que estão participando de iniciativas que contribuem para traçar um caminho rumo à agenda global de sustentabilidade.

Agora, Juliana espera com os indicados de outras redes locais o anúncio dos SDG Pioneers durante a 74ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, em setembro, em Nova Iorque.

Produção de algodão na Tanzânia. Foto: Gatsby Charitable Foundation (CC)

Universidade mineira apoia projeto da ONU para fortalecer produção de algodão em países africanos

A Universidade Federal de Lavras, em Minas Gerais, é a mais nova parceira do projeto Além do Algodão, uma iniciativa do Centro de Excelência contra a Fome da ONU e da Agência Brasileira de Cooperação para fortalecer a cadeia do algodão e de seus subprodutos em quatro países africanos — Benim, Moçambique, Quênia e Tanzânia.

A instituição mineira vai apoiar ações de capacitação em nutrição, processamento de alimentos e aprimoramento da produção.

Vista do Elevador Lacerda, em Salvador, na Bahia. Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom

Capital baiana sedia em agosto Semana do Clima da América Latina e Caribe

Em meio a crescentes apelos por uma ação climática mais forte e mais rápida, a Semana do Clima da América Latina e Caribe, que acontece de 19 a 23 de agosto na cidade de Salvador (BA), deverá impulsionar a resposta da região à atual emergência climática.

Realizada todos os anos em África, América Latina e Caribe e Ásia-Pacífico, as Semanas Regionais do Clima são plataformas colaborativas únicas para entidades governamentais e não governamentais abordarem a amplitude das questões climáticas sob uma estrutura única. Saiba como participar.

Brigada de Intervenção atua na área de Beni com militares de Malauí, Tanzânia e África do Sul. Foto: MONUSCO/FIB/Mohammed Mkumba

Militares brasileiros treinarão soldados de operação de paz na República Democrática do Congo

O Brasil enviará peritos militares para treinar o primeiro grupo especial de capacetes-azuis autorizado pela ONU a realizar operações ofensivas para neutralizar e desarmar grupos rebeldes na República Democrática do Congo.

As forças brasileiras serão enviadas da Amazônia para apoiar a Brigada de Intervenção, que combate milícias que “ameaçam a autoridade do Estado e a segurança civil” em Beni, no leste do país. Nessa área, atua o grupo armado ADF, enquanto no país existem 70 grupos armados em atividade.

A informação foi dada à ONU News, em Nova Iorque, pelo comandante da Missão da ONU na República Democrática do Congo (MONUSCO), o general brasileiro Elias Rodrigues Martins Filho, que lidera mais de 15 mil militares, de 49 países.

Sede da ONU, em Nova Iorque. Foto: ONU/Rick Bajornas

Em Nova Iorque, empresariado brasileiro apresenta iniciativas para cumprir metas da ONU

O setor privado do Brasil mostrará ao mundo, na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, o que vem fazendo para avançar em sustentabilidade. Em 16 de julho, a Rede Brasil do Pacto Global — aliança corporativa alinhada a valores da ONU — reunirá CEOs e gestores do país e de outras nações para discutir boas práticas do empresariado brasileiro na promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Foto: Marina Nolasco e Silva

ONU-HABITAT apoia projeto de pesquisa e extensão da Universidade Federal do Tocantins

O Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT) apoia institucionalmente projeto de pesquisa e extensão sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e do curso de Direito da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

O projeto tem como objetivo incentivar a formação de multiplicadores para fortalecer ações de sensibilização e implementação da Agenda 2030 no município de Palmas (TO), a partir da compreensão dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e suas metas.

Catadores de materiais recicláveis que trabalham para a prefeitura de Jaboatão dos Guararapes (PE). Foto: Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes

Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes (PE) recebe prêmio da ONU por iniciativa com catadores

A prefeitura de Jaboatão dos Guararapes (PE) ganhou o prêmio internacional da ONU por excelência de gestão do serviço público. A premiação do United Nations Public Service Awards de 2019 é dirigida a iniciativas públicas que promovam ações de destaque nas áreas de direitos humanos e erradicação da pobreza.

Atualmente, 75 catadores integram o Programa de Coleta Seletiva de Jaboatão dos Guararapes. Segundo a prefeitura da cidade, a iniciativa mudou a vida de catadores que anteriormente trabalhavam informalmente e sob condições insalubres no “Lixão da Muribeca”, que foi desativado em 2009. A Prefeitura passou a empregar formalmente alguns dos catadores do lixão e outros que trabalhavam nas ruas da cidade.

Vencedores do hackathon promovido pelo Ministério da Saúde, com a participação da OPAS, para promover soluções tecnológicas capazes de ampliar a cobertura de vacinação no Brasil. Foto: OPAS

ONU apoia competição tecnológica do governo brasileiro para ampliar cobertura de vacinação

Três soluções inovadoras para fortalecer a vigilância em saúde e aumentar a cobertura de vacinação no Brasil foram premiadas no sábado (22), em Brasília (DF), no “Desafio Zé Gotinha”, um hackathon proposto pelo Ministério da Saúde durante o evento de imersão tecnológica Campus Party Brasília. Competição teve o apoio e participação da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), uma agência das Nações Unidas.

Ao centro, a norte-americana Sofia Carson, atriz e apoiadora do UNICEF, durante visita a Pernambuco. Foto: UNICEF/Fagundes

Atriz de filmes da Disney visita projetos do UNICEF em Pernambuco

A atriz e cantora norte-americana Sofia Carson esteve em Pernambuco nesta semana para promover os direitos das crianças e adolescentes. A artista — que é apoiadora do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) — acompanhou atividades de empoderamento de meninas, educação e inclusão desenvolvidas pela agência da ONU e instituições parceiras no Recife e no semiárido pernambucano.

“É uma imensa honra estar no Brasil com o UNICEF para fazer o que eu puder para contribuir com esse trabalho tão inspirador e acabar com a violência contra as mulheres e as crianças”, disse a atriz, conhecida por sua atuação na franquia de filmes Descendentes, da Disney Channel, e na série Pretty Little Liars: The Perfectionists.

Trânsito intenso em Brasília. Foto: ABr/Fabio Rodrigues Pozzebom

ONU lança guia para orientar jornalistas na cobertura de acidentes de trânsito

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) — braço regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) — lançou nesta sexta-feira (21) a versão em português de um guia para orientar jornalistas em matérias e reportagens sobre acidentes de trânsito.

Com a publicação, a agência da ONU quer que os profissionais de mídia vão além da simples cobertura noticiosa, adotando uma abordagem que veja a segurança no trânsito como um tema crucial para a saúde pública no mundo.

Fachada do Museu Nacional do Rio de Janeiro, interditado após o incêndio do último domingo. Foto: Agência Brasil/Tânia Rêgo

No Rio, seminário global discute prevenção de incêndios na gestão do patrimônio cultural

Especialistas nacionais e internacionais em gestão do patrimônio cultural e em avaliação de riscos patrimoniais reúnem-se no Rio de Janeiro (RJ), em 26 e 27 de junho, para discutir formas de prevenir e combater incêndios em instituições culturais.

O seminário internacional ‘Patrimônio em chamas: gestão do risco de incêndios para o patrimônio cultural’ conta com a parceria e a participação da UNESCO no Brasil.

“Uma Vitória Leva à Outra” é um programa conjunto entre a ONU Mulheres e o Comitê Olímpico Internacional, em parceria com as ONGs Women Win e Empodera. Foto: ONU Mulheres

No Rio, agência da ONU oferece treinamento sobre esporte e empoderamento feminino

Em julho de 2019, a ONU Mulheres realizará no Rio de Janeiro (RJ) duas edições do treinamento sobre a metodologia Uma Vitória Leva à Outra, implementada pelo projeto homônimo que promove o empoderamento feminino por meio do esporte.

As organizações que participarem da capacitação poderão se candidatar como instituições multiplicadoras da iniciativa. Inscrições para o treinamento vão até 23 de junho.

Para se distrair dos obstáculos que sua família enfrentava, Roberth aprendeu a fazer origami, a jogar xadrez e rúgbi. Foto: UNFPA Brasil/Fabiane Guimarães

Venezuelano de 17 anos retoma estudos e práticas esportivas no Brasil

O venezuelano Roberth Anzoategui, de 17 anos, jogava beisebol em uma academia de seu país e estava a dois meses de assinar um contrato profissional quando sua vida tomou rumos inesperados.

A casa onde ele morava com mãe, pai e dois irmãos foi alvo de um assalto à mão armada. A família teve todos os seus pertences roubados, foi ameaçada de morte e, para sobreviver, precisou fugir.

Quando chegou a Pacaraima (RR), cidade na fronteira entre Venezuela e Brasil, em outubro de 2018, o adolescente encontrou conforto no atendimento do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

As especialistas em violência baseada em gênero e em saúde sexual e reprodutiva, Patrícia Ludmila e Leila Rocha, organizaram a roda de conversa em Boa Vista (RR). Foto: UNFPA Brasil/Rafael Sanz

Mulheres indígenas em Boa Vista recebem orientações sobre saúde sexual e reprodutiva

A equipe do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) visitou na semana passada (10) a ocupação Kau’banoko, que abriga mulheres venezuelanas refugiadas e migrantes dos povos indígenas Warao e Inepá em Boa Vista (RR).

Saúde sexual e reprodutiva é um dos eixos do trabalho UNFPA no programa de assistência humanitária. Em contextos de emergência, pessoas em deslocamento forçado, principalmente mulheres, são mais vulneráveis à violência sexual, infecções sexualmente transmissíveis e gestações não intencionais. Na ausência de serviços adequados de obstetrícia, há um alto índice de mortes maternas e complicações relacionadas ao parto.

Foto: Ministério da Economia/Gustavo Raniere

Projeto busca facilitar pagamento de bens e serviços públicos com ferramenta digital

Acompanhar as transformações digitais e facilitar o pagamento de bens e serviços públicos são os principais objetivos do projeto “Meios de pagamento digital”, desenvolvido pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

A iniciativa visa à modernização da Guia de Recolhimento da União (GRU), documento do Ministério da Economia para recolhimento de receitas de Órgãos Públicos Federais – taxas, aluguéis de imóveis públicos, serviços administrativos e educacionais, multas, entre outras.

Projeto Paulo Freire melhora condições de vida de agricultores familiares do Ceará. Foto: Flickr/Orgânicos do Pivas (CC)

Projeto de combate à pobreza no Ceará é apresentado durante seminário em Montevidéu

A coordenadora do Projeto Paulo Freire, Iris Tavares, participou no fim de maio em Montevidéu do Fórum Mundial Campesino, conferência regional da América Latina e Caribe sobre desenvolvimento sustentável e agricultura familiar. O Projeto Paulo Freire é iniciativa de combate à pobreza extrema implementado pelo estado do Ceará com recursos do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) das Nações Unidas.

Durante os três dias, foram debatidos temas ligados à identificação de políticas públicas prioritárias para a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e ações de apoio ao Decênio da Agricultura Familiar, por meio de diálogo e articulações entre as organizações e os governos.

As perspectivas de aprimorar os Projetos FIDA no seu ciclo de elaboração, implementação, desenvolvimento e avaliação para que possa contribuir com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) também foram abordadas no evento.

Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) do Ceará deu início no sábado (15) à Caravana Estadual Juventudes do Semiárido. Foto: SDA

Projeto apoiado pelo FIDA realiza oficinas com juventudes do semiárido do Ceará

No intuito de promover debates acerca de agroecologia, convivência com o semiárido, educação contextualizada, raça e etnia, diversidade sexual, reforma agrária e sucessão rural, a Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) do Ceará deu início no sábado (15) à Caravana Estadual Juventudes do Semiárido.

Cerca de 300 jovens participaram no Hotel Recanto Wirapuru, em Fortaleza (CE), do encontro idealizado pelo Projeto Paulo Freire, iniciativa de combate à pobreza extrema que é implementada pelo estado com recursos do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA). A iniciativa teve quatro edições realizadas em territórios assistidos pelo projeto em 31 municípios cearenses desde o último ano.

Foto: Globo/Fábio Rocha

Série ‘Aruanas’ mostra necessidade de cuidar da Floresta Amazônica

A série brasileira de ficção “Aruanas” é uma produção original da TV Globo, coproduzida pela Maria Farinha Filmes, que conta a história de quatro mulheres lutando para proteger a floresta e as terras indígenas da devastação provocada pela mineração ilegal e pela corrupção.

A série apoia a Iniciativa de Defensores Ambientais, liderada pela ONU Meio Ambiente, que busca promover o respeito aos direitos ambientais e ampliar a proteção de defensores do meio ambiente.

No Brasil, “Aruanas” será lançada na plataforma de streaming da Globo, a Globoplay, no dia 2 de julho. O primeiro episódio será exibido no dia 3 de julho na TV Globo.

Jovens negros são as principais vítimas e estão em situação de maior vulnerabilidade à violência no Brasil. Foto: EBC

Fundo de População da ONU pede mais investimentos nos 165 milhões de jovens da América Latina e Caribe

A América Latina e o Caribe têm hoje aproximadamente 165 milhões de pessoas entre dez e 24 anos de idade, de um total de 658 milhões de habitantes da região. Isso significa que uma em cada quatro pessoas da região é jovem. No caso do Brasil, são 49 milhões de jovens e adolescentes, cerca de 30% do total de latino-americanos e caribenhos nessa faixa etária.

Investir nesta população, garantir que ela tenha acesso à saúde — incluindo à saúde sexual e reprodutiva —, à educação e ao mercado de trabalho é investir no futuro e em sociedades mais produtivas, aponta publicação lançada nesta terça-feira (18) pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

Sonia Favaretto durante Cúpula de Líderes do Pacto Global da ONU. Foto: Pacto Global da ONU

Sonia Favaretto assume a presidência do Conselho da Rede Brasil do Pacto Global

O Conselho da Rede Brasil do Pacto Global das Nações Unidas elegeu a diretora de Imprensa, Sustentabilidade, Comunicação e Investimento Social da bolsa de valores B3, Sonia Favaretto, como sua nova presidente. A decisão foi tomada em reunião na quarta-feira (12).

Sonia é também superintendente do Instituto da B3 e presidente do Conselho Deliberativo do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da bolsa brasileira.