Tabatinga, no Amazonas, é uma das cidades mencionadas na reportagem e no webdocumentário. Foto: Cacalos Garrastazu/UNAIDS-Eder Content

Agência da ONU lembra importância de se promover saúde sexual e reprodutiva na região Norte

O representante do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Jaime Nadal, ressaltou durante evento em Manaus a importância de se investir na região Norte do Brasil, onde a promoção e atenção em saúde sexual e reprodutiva e a prevenção do HIV/AIDS e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) ainda são grandes desafios.

Nadal chamou atenção para os dados do Amazonas em relação à AIDS: desde 2006, os índices de pessoas infectadas pelo HIV no estado ultrapassam a média nacional. Os números cresceram substancialmente entre jovens de 15 e 24 anos, homens que fazem sexo com homens e gestantes.

Marcha de mulheres em João Pessoa, em 2013. Foto: Arktrus2/Wikimedia Commons

Procuradoria-Geral da República promove audiência pública sobre participação das mulheres na política

Encontro, que conta com o apoio da ONU Mulheres, acontece dia 11 de maio em Brasília e é voltado a autoridades dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, membros do Ministério Público, advogados e advogadas, comunidade acadêmica, filiados e filiadas a partidos políticos, além de entidades comprometidas com a defesa dos direitos das mulheres. Saiba aqui como fazer a sua inscrição.

Aplicativo ajudará pais e mães a acompanharem alimentação dos filhos na escola. Foto: PEXELS

Com apoio da UNESCO, São Paulo seleciona equipe para desenvolvimento de aplicativo sobre cardápio escolar

Até 21 de maio, profissionais que queiram melhorar a educação pública por meio da tecnologia podem se inscrever na 1ª Seleção de Inovação Tecnológica do Pátio Digital. O desafio proposto pelo concurso é o desenvolvimento de um aplicativo para tornar a informação sobre o cardápio escolar mais acessível. A competição é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo e conta com o apoio da UNESCO.

Eventou reuniu 4 mil escoteiros de diferentes faixas etárias. Foto: UNV/Ester Coelho/Divulgação

Encontro de escoteiros no Rio debate metas da ONU com 4 mil jovens

No último domingo (7), cerca de 4 mil crianças, adolescentes e adultos do Rio de Janeiro se uniram para discutir como tornar o futuro mais sustentável. Isto porque o Grande Jogo Escoteiro deste ano teve como tema principal a Agenda 2030 da ONU. Jovens de sete a 21 anos participaram de atividades de conscientização, além de assinarem publicamente um Termo de Compromisso Pioneiro para o Desenvolvimento Sustentável.

Encontro de escoteiros foi promovido com o apoio do Programa de Voluntários das Nações Unidas (UNV) no Brasil, do Centro Rio+ e do Cap-Net.

Foto do 14º Acampamento Terra Livre, em abril de 2017, em Brasília. Crédito da foto: Apib Comunicação/Flickr/CC

Brasil recebe centenas de recomendações para combater violações aos direitos humanos

Estados-membros das Nações Unidas fizeram nesta terça-feira (9) mais de 240 recomendações de direitos humanos ao Brasil, em meio à Revisão Periódica Universal (RPU).

Grande parte das recomendações refere-se à segurança pública. Os países pediram uma reformulação do sistema penitenciário brasileiro e o combate à violência e ao abuso policial, especialmente contra a população negra e pobre.

Os países também pediram o combate à violência contra os povos indígenas, o impulso à demarcação de terras e a participação dessa população nas decisões.

Leia aqui reportagem completa com todas as principais recomendações feitas ao Brasil por mais de cem países.

Mudanças nos regimes trabalhistas envolvendo o uso crescente da tecnologia fazem parte da pautas de evento da OIT no Rio. Foto: PEXELS

No Rio, OIT e IPEA reúnem especialistas para debater o futuro do trabalho

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Brasil, em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), realizará o “4º Diálogo Nacional sobre o Futuro do Trabalho” no dia 18 de maio, das 8h30 às 17h30, no Rio de Janeiro. Evento reunirá representantes das duas instituições, pesquisadores de universidades federais e também do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Encontro terá a presença de especialistas nas novas modalidades de inserção no mercado e nos desafios que configurações de contratação e produção representam para a legislação existente.

Castanha é produto florestal importante para comunidades que vivem na região amazônia. Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

UNFPA e governo selecionam instituição para elaboração de documento sobre juventude e meio ambiente

Até 18 de maio, o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e o Ministério do Meio Ambiente do Brasil estão com edital aberto para institutos, fundações ou empresas que realizem pesquisas sobre o papel dos jovens na preservação da natureza. Processo de seleção vai escolher a instituição responsável pela elaboração de um documento técnico que será utilizado nas seções temáticas do processo de construção do Plano Nacional de Juventude e Meio Ambiente (PNJMA).

UNICEF e Amil firmam parceria para combater má nutrição entre crianças e adolescentes

A Amil e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) firmaram em abril uma parceria para desenvolver ações nas áreas de saúde e má nutrição infantis. Cooperação visa promover o aleitamento materno, garantir uma alimentação complementar saudável e prevenir o excesso de peso entre crianças e adolescentes da Amazônia, do Semiárido e de grandes centros urbanos.

Agência da ONU também planeja intervenções para reduzir índices de fome em comunidades indígenas.

Segundo OPAS/OMS, é essencial evitar alimentos ultraprocessados, que estão fortemente associados a sobrepeso, obesidade e doenças crônicas não transmissíveis. Foto: EBC

Oficina em Brasília discute aumento de hábitos alimentares não saudáveis no Brasil

O Centro de Excelência contra a Fome, fruto de uma parceria entre o Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas e o governo brasileiro, participou de uma oficina em Brasília sobre mudanças nos padrões alimentares e aumento do consumo de alimentos ultra processados no Brasil.

Segundo pesquisadores convidados, a obesidade e as doenças crônicas não-transmissíveis a ela associadas são o principal desafio de saúde pública no Brasil atualmente.

Raul Chambote (PMA), Diana Sawyer (IPC-IG), Christiani Buani (PMA), Ute Meir (PMA), Rodrigo Baena Soares (Embaixada do Brasil), Álvaro da Silva (MINEC), Marcia de Castro (ONU), Bettina Maas (UNFPA) e Tatiana Teles (DFID) Foto: ONU Mulheres/Juliana Maia

Brasil, Reino Unido, Moçambique e ONU discutem como combater pobreza e desigualdades de gênero

Em Maputo, o seminário “Parcerias inovadoras em Proteção Social, Segurança Alimentar e Nutricional e Gênero: Moçambique, Brasil, ONU e Departamento do Reino Unido para o Desenvolvimento Internacional (DFID)” reuniu especialistas e representantes de governos para discutir o impacto da cooperação Sul-Sul em Moçambique. Ocorrido em 3 e 4 maio, evento teve a participação do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e da ONU Mulheres.

O programa Amazonaids mudou a comunicação com os indígenas para se adaptar às diferenças culturais. Foto: Cacalos Garrastazu/UNAIDS-Eder Content

Agência da ONU estreia série sobre programa de resposta à AIDS no Amazonas

O UNAIDS Brasil estreia na plataforma online Medium uma série de reportagens sobre o programa Amazonaids, o Plano Integrado da ONU de apoio à resposta à epidemia de AIDS no Amazonas.

A série resgata histórias e experiências acumuladas desde o início do programa, em 2008. As reportagens destacam o legado das ações conjuntas da ONU na região e as lições aprendidas ao curso de quase uma década de trabalho na resposta ao HIV na tríplice fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru.

Solenidade de Abertura do Mês de Vacinação dos Povos Indígenas. Foto: Sesai/Alejandro Zambrana

OPAS e Ministério da Saúde lançam mês de vacinação dos povos indígenas

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e o Ministério da Saúde do Brasil lançaram no sábado (6) o Mês de Vacinação dos Povos Indígenas. O objetivo é aumentar os índices de imunização nessa população, melhorando a proteção contra diversas doenças que podem ser prevenidas por vacinas, como a gripe, o sarampo e a rubéola, entre outras. A meta é beneficiar mais de 100 mil índios aldeados em todo país.

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), contribui para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem, o rendimento escolar dos estudantes e a formação de hábitos alimentares saudáveis, por meio da oferta da alimentação escolar e de ações de educação alimentar e nutricional. Foto: MEC

FAO dá início a curso no Brasil sobre alimentação escolar e proteção social

Cerca de 50 alunos participaram nesta semana (3), em Brasília, do primeiro encontro do curso ‘Alimentação Escolar: desenvolvimento de programas sustentáveis a partir do caso brasileiro’, uma iniciativa da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Além do Brasil, o curso acontece este ano na Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Paraguai e Peru, onde também estão sendo realizadas aulas presenciais. Um dos destaques da formação — que chega à sua sétima edição em 2017 — são os resultados do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) brasileiro. A inciativa atende a quase 42 milhões de estudantes por dia ao longo dos 200 dias letivos.

A missão instaurou o comitê gestor do projeto, que realizou também sua primeira reunião em Dakar, Senegal. Foto: ANSD

IBGE visita Senegal para avançar iniciativa de capacitação de institutos de estatísticas africanos

Dos dias 2 a 5 de maio, em Dakar, representantes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) reuniram-se com especialistas do Senegal e de Cabo Verde para dar prosseguimento à criação dos Centros de Referência em Censos com Coleta Eletrônica de Dados na África. Brasil e ONU vão apoiar capacitação de técnicos dos dois países africanos no uso de tecnologias digitais para recolhimento de informações.

Ciclista em Edimburgo. Foto: Wkimedia Commons/John Wigham (CC)

OMS recomenda limite de 50km/h para reduzir mortes no trânsito; velocidade alta causa um terço de óbitos por acidentes

Em novo relatório, a Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que a velocidade segura no trânsito é fundamental para reduzir o número de acidentes e mortes. Óbitos em vias de tráfego chegam a 1,25 milhão por ano.

Agência da ONU lembra protagonismo de prefeitos e líderes municipais para tornar cidades mais habitáveis e menos perigosas para seus habitantes.

Foto: Festival Path

Em São Paulo, refugiados participarão do maior festival de inovação da América Latina

Numa iniciativa inédita, o Festival Path – maior evento de inovação da América Latina – abre suas portas para os refugiados que vivem no Brasil. No próximo fim de semana — 6 e 7 de maio —, refugiados de diferentes nacionalidades e com sólida formação profissional e acadêmica participarão do evento como monitores e terão a oportunidade de entrar em contato com empresários e pessoas inseridas no mercado de trabalho brasileiro. Participação foi viabilizada com a ajuda da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

O 29º Seminário Regional de Política Fiscal ocorreu até esta sexta-feira (24) sob a organização da CEPAL. Foto: Agência Brasil

Países latino-americanos e caribenhos defendem fortalecer institutos de estatística

Os países da América Latina e do Caribe devem priorizar o fortalecimento de seus sistemas nacionais de estatísticas para que melhorem a construção e medição de indicadores, assim como a provisão de financiamento, para a conquista dos objetivos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

A estratégia foi defendida por representantes governamentais latino-americanos e caribenhos presentes em evento organizado pela CEPAL na semana passada na Cidade do México.

ONU participa de reunião entre Brasil e Tunísia sobre parcerias na área de desenvolvimento social

A convite dos governos do Brasil e da Tunísia, o Centro de Excelência contra a Fome da ONU participou em abril de uma reunião organizada entre autoridades dos dois países para discutir iniciativas de cooperação e dinamização dos fluxos comerciais bilaterais. Parcerias nas áreas de alimentação escolar, saúde, políticas para igualdade de gênero, juventude e trabalho também entraram na pauta das negociações.

Crianças recebem alimentação em escola na Bolívia. Foto: PMA/Boris Heger

Brasil responde por quase metade das crianças da América Latina e Caribe beneficiadas por alimentação escolar

Representantes de governos, da ONU, do setor privado e da academia reuniram-se na Cidade do México, em abril, para o VIII Seminário de Alimentação Escolar para a América Latina e o Caribe. Na região, 85 milhões de crianças recebem refeições diariamente em centros de ensino. Apenas no Brasil, 41,5 milhões de estudantes da rede pública são beneficiados por iniciativas de alimentação escolar, segundo dados de 2015 coletados pelo Programa Mundial de Alimentos (PMA).

O ataque aos indígenas ocorreu no Povoado de Bahias, área de etnia Gamela Foto: Cimi/Divulgação (via Agência Brasil)

ONU Brasil pede rigor nas investigações de ataque a indígenas no Maranhão

O Sistema das Nações Unidas no Brasil divulgou nota pública pedindo rigor, imparcialidade e rapidez nas investigações do ataque que feriu indígenas da etnia Gamela no último domingo (30/04) no município de Viana, no Maranhão.

Ao lembrar os dez anos da Declaração sobre os Direitos do Povos Indígenas, a ONU Brasil manifestou apoio para a condução de medidas que eliminem racismo, discriminação, violência e violação de direitos dos povos indígenas.

Menina lava as mãos em bairro no centro de Porto-Príncipe, no Haiti. Foto: UNICEF/Roger LeMoyne

Lavar as mãos ajuda a combater proliferação de micróbios resistentes, diz ONU em dia mundial

Em 2017, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) lembram o Dia Mundial de Higienização das Mãos, observado em 5 de maio, com a campanha “A luta contra a resistência microbiana está em suas mãos”.

Atividades de conscientização, apoiadas pelo Brasil, abordam importância da lavagem das mãos entre médicos e pacientes. Higiene é fundamental para prevenir infecções, incluindo as resistentes a antibióticos.

Município de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro. Foto: EBC

ONU e instituto de design convidam para pré-lançamento de documentário sobre Baixada Fluminense

O escritório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Rio de Janeiro e o Istituto Europeo di Design (IED) convidam correspondentes internacionais, jornalistas brasileiros e o corpo diplomático a participar do pré-lançamento do documentário “Baixada Nunca Se Rende”.

O filme, dirigido pelo italiano Christian Tragni e pela brasileira Juliana Spinola, mostra o potencial da música e das artes para a transformação da realidade da Baixada Fluminense, uma das regiões metropolitanas mais violentas do mundo.

Iniciativa seleciona empreendedores para treinamento e participação em cúpula global

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a incubadora ‘Impact Hub’ anunciaram na quarta-feira (3) o lançamento da segunda edição do Accelerate2030, iniciativa que assessora e divulga projetos de empreendedorismo social para replicá-los e angariar mais investimentos.

Em 2017, a iniciativa encoraja empreendedores de 17 países — Venezuela, Colômbia, Guatemala, Brasil, Gana, Mali, Ruanda, África do Sul, Zimbábue, Ucrânia, Turquia, Armênia, Mianmar, Filipinas, Camboja, México e Malásia — a participar.

O prazo é dia 2 de junho de 2017.

Haitianos em São Paulo. Foto: EBC

ONU e sociedade civil pedem sanção sem vetos da Lei de Migração

Mais de 100 entidades da sociedade civil e organizações internacionais como as Nações Unidas enviaram na semana passada (26) uma carta ao presidente brasileiro, Michel Temer, pedindo a sanção sem vetos da chamada Lei de Migração, já aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal.

A nova lei garante acesso igualitário e livre a trabalho, benefícios sociais e seguridade social a migrantes, eliminando discriminações e garantindo a eles os mesmos direitos assegurados aos brasileiros, como participar de protestos e se filiar a sindicatos.

A mudança climática é uma prioridade urgente para a Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA), o fundo do Banco Mundial para os mais pobres. Sem um desenvolvimento rápido, inclusivo e adaptado ao clima, as mudanças climáticas poderão resultar em mais de 100 milhões de pessoas a mais na pobreza até 2030.

Financiamento de iniciativas contra as mudanças climáticas é tema de encontro de empresas do Pacto Global

Como o setor privado pode participar da luta contra as mudanças climáticas? Para responder à pergunta, a Rede Brasil do Pacto Global da ONU reuniu especialistas e representantes de empresas na sede da Schneider Electric, em São Paulo, para o primeiro workshop “Diálogos de Financiamento Climático”. Realizado em 25 de abri, encontro discutiu métodos para angariar fundos e investi-los em meios de produção sustentáveis.