Porto, em Portugal. Foto: Flickr (CC)/Berit Watkin

Programa da ONU lança tradução em português de livro sobre financiamento de urbanização sustentável

Em parceria com instituições de pesquisa, o Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) lançou a tradução para o português do livro “Por uma estratégia de cidade sustentável: expansão urbana planejada, quadro legal e financiamento autárquico”. Publicação aborda desafios que países ricos e pobres enfrentaram — e continuam enfrentando — para implementar melhorias na infraestrutura urbana. Volume está disponível gratuitamente em meio virtual.

Em 2010, o Sistema Agrícola Tradicional do Rio Negro foi registrado pelo Iphan como Patrimônio Cultural do Brasil. Foto: Iphan

Prorrogada inscrição de prêmio para boas práticas de proteção dos sistemas agrícolas tradicionais

As inscrições para o Prêmio BNDES de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas Tradicionais foram prorrogadas até 20 de fevereiro. Serão contempladas 15 ações de salvaguarda do patrimônio cultural imaterial e conservação dinâmica, que dividirão o prêmio de 925 mil reais.

A iniciativa do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), tem como objetivo reconhecer boas práticas presentes nos Sistemas Agrícolas Tradicionais (SATs) no Brasil.

Espécie de sempre-viva típica dos campo de altitude da Serra do Cipó (MG). Foto: Wikimeadia Commons/Antonio José Maia Guimarães (CC)

Comunidade tradicional brasileira se prepara para receber certificação internacional da FAO

Reconhecido mundialmente, o título de “Sistema Agrícola Tradicional Globalmente Importante”, já concedido pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) a 41 sítios em 18 países do mundo, está mais perto de ser dado a comunidades e povos tradicionais do Brasil. Isso porque foi criado, em Diamantina, interior de Minas Gerais, o primeiro grupo de trabalho brasileiro que facilitará a obtenção do reconhecimento às comunidades de apanhadoras de flores sempre-vivas da região.

Trabalho doméstico não remunerado, mais frequentemente realizado por mulheres, têm grande importância na economia dos países, segundo a ONU Mulheres. Foto: ONU Mulheres.

ONU Mulheres elogia ratificação do Brasil à convenção sobre trabalho decente para trabalhadoras domésticas

Trabalhadoras e trabalhadores domésticas, uma das maiores categorias profissionais do Brasil, acabam de alcançar uma conquista muito aguardada: a ratificação do país à Convenção sobre Trabalho Decente para Trabalhadoras e Trabalhadores Domésticos (nº 189) e à Recomendação sobre o Trabalho Decente para Trabalhadoras e Trabalhadores Domésticos (nº 201), ambas da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

“Este é um passo decisivo para a autonomia econômica das mulheres brasileiras, tendo em vista que o trabalho doméstico é a profissão de mais de 6 milhões de profissionais, sendo 92% de mulheres e mais de 60% de mulheres negras”, afirma Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil.

Em Belo Horizonte, jovens realizam uma partida de 'queimado' temática, para discutir questões de gênero e orgulho LGBTI. Imagem de 2016. Foto: Mídia Ninja (CC)

UNAIDS: 1 em cada 4 jovens gays no Brasil nunca ouviu falar de remédios para prevenir HIV

Divulgada nesta semana (21), uma enquete realizada no Brasil pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) e o aplicativo de relacionamentos gays Hornet mostra que os jovens homossexuais têm menos conhecimento sobre a Profilaxia Pré-exposição, a PrEP, do que os adultos. Em pequisa que entrevistou 3218 usuários do software, um em cada quatro homens de 18 a 25 anos (24%) disse nunca ter ouvido falar desta forma de prevenção do HIV. Entre os participantes da enquete com idade entre 31 e 40 anos, a proporção cai para um em cada dez.

Ao longo de três semanas em novembro e dezembro de 2017, um grupo de 23 pessoas composto por travestis, mulheres e homens transexuais participou de uma formação profissional de assistente de cozinha em São Paulo. Foto: Reprodução

Projeto de empregabilidade forma primeiro grupo de pessoas trans em São Paulo

Ao longo de três semanas em novembro e dezembro de 2017, um grupo de 23 pessoas composto por travestis, mulheres e homens transexuais participou em São Paulo de uma formação profissional de assistente de cozinha, que teve como objetivo promover a inserção de pessoas em situação de exclusão no mercado de trabalho formal.

O curso foi promovido por Ministério Público do Trabalho (MPT), Organização Internacional do Trabalho (OIT) e parceiros.

Concurso irá selecionar práticas, projetos, empreendimentos ou projetos de lei que promovam a habitação adequada como motor do desenvolvimento sustentável na América Latina e no Caribe. Foto: EBC

ONU-Habitat premia boas práticas de desenvolvimento urbano na América Latina e no Caribe

O Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) co-organiza o concurso “Habitação no Centro da Nova Agenda Urbana”, que irá selecionar práticas, projetos, empreendimentos ou projetos de lei que promovam a habitação adequada como motor do desenvolvimento sustentável na América Latina e no Caribe.

As inscrições podem ser feitas até 1º de fevereiro. Podem participar organizações de setor público, privado, acadêmico, sociedade civil ou organismos multilaterais. Pessoas físicas também poderão apresentar práticas desenvolvidas em parceria com um desses setores.

Erradicação da pobreza é o Objetivo do Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 1. Foto: EBC

Entre 22 países, Brasil lidera concentração de riqueza nas mãos do 1% mais rico

Entre 22 países desenvolvidos e emergentes analisados, o Brasil lidera a concentração de riqueza nas mãos do 1% mais rico da população, segundo relatório “Panorama Social da América Latina 2017”, divulgado na quarta-feira (20) pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL).

No Brasil, o 1% mais rico fica com 27% da renda nacional. A CEPAL citou dados da rede internacional de pesquisadores World Wealth and Income Database, que reúne informações tributárias para estimar a desigualdade de renda nos países.

Foto: Anvisa

Brasil avança ao atualizar imagens de advertência nos rótulos dos cigarros, avalia OPAS/OMS

A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) tem recomendado uma série de iniciativas, baseadas nas melhores evidências científicas disponíveis, para auxiliar os países das Américas na redução do número de fumantes. Recentemente, o Brasil fortaleceu uma delas ao atualizar as imagens de advertência nos rótulos dos cigarros e demais produtos derivados do tabaco.

O controle do tabagismo é um poderoso instrumento para melhorar a saúde da população. Globalmente, mais de 7 milhões de pessoas perdem a vida a cada ano, vitimadas por doenças causadas pelo consumo do tabaco – como câncer e diabetes. Esse produto é responsável por mais de 1,4 trilhão de dólares (4,3 trilhões de reais) em custos de saúde e perda de produtividade no mundo.

Adesivos nos trens divulgam informações sobre Protocolo de Montreal em Porto Alegre (RS). Foto: Trensurb/Artur Colombo

Assessor da ONU visita Trensurb para conferir trem adesivado em alusão ao Protocolo de Montreal

Na manhã desta terça-feira (19), Everaldo Fiorentino Meirelles, assessor de projeto da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), visitou a Trensurb em Porto Alegre (RS) e vistoriou o trem disponibilizado pela empresa para adesivagem alusiva ao Protocolo de Montreal.

A iniciativa é parte da campanha comemorativa dos 30 anos do Protocolo de Montreal sobre substâncias que destroem a Camada de Ozônio, iniciada em novembro, coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente.

Mobilização do movimento ElesPorElas convida a homens a assumir publicamente compromisso pelo fim do assédio sexual. Imagem: ONU Mulheres

Movimento HeForShe convida homens a gravar vídeo com compromisso contra o assédio sexual

Para celebrar o Dia Internacional da Solidariedade Humana, lembrado anualmente em 20 de dezembro, o movimento ElesPorElas (HeForShe, no original em inglês) da ONU Mulheres chama homens a participar de uma mobilização online pelo fim do assédio sexual. Participantes devem gravar e compartilhar um vídeo em que afirmam seu compromisso contra a violência de gênero. Cada homem deve convidar outros três a participar da iniciativa.

Projetos de energia renovável e de eficiência energética nos países em desenvolvimento pode apoiar o Acordo de Paris, segundo relatório da ONU Meio Ambiente. Foto: EBC

Países de América Latina e Caribe fortalecerão base regional de dados sobre eficiência energética

Representantes de 15 países da América Latina e Caribe e de 13 organismos multilaterais concordaram em impulsionar a implementação de políticas sobre eficiência energética. Reunidas em Buenos Aires no início de dezembro (6), delegações definiram uma série de recomendações sobre o tema para a Comissão Econômica da ONU para a região, a CEPAL. Nações planejam aprimorar produção de dados sobre gasto de energia.

Mãe Nilce apoia mulheres na Baixada Fluminense a romper o ciclo da violência de gênero. Foto: ONU Mulheres.

Mulheres buscam coletivos, terreiros e Defensoria para se proteger da violência de gênero no Rio

Coletivos, terreiros e Defensoria Pública. Estas são as redes destacadas nos depoimentos de três mulheres que ocupam espaços estratégicos no Rio de Janeiro para acolhimento e apoio às vítimas da violência de gênero.

Os relatos foram registrados pela campanha do secretário-geral da ONU “UNA-SE pelo Fim da Violência contra as Mulheres”, com produção da ONU Mulheres e do Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil (UNIC Rio) e apoio do Comitê Mulheres Negras Rumo a um Planeta 50-50 em 2030 e da ONG Criola. Assista aos vídeos.

Com o Mais Médicos, foi possível preencher 18.240 vagas em 4.058 municípios brasileiros e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas. Dessas, 11.429 foram ocupadas pelos profissionais cubanos. Foto: OPAS

Agência da ONU lança aplicativo para divulgar dados sobre o Mais Médicos

Já está disponível para computador, tablet ou celular o aplicativo gratuito “Sistema Integrado de Informações Mais Médicos (SIMM)”. A ferramenta foi criada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), para facilitar o acesso da sociedade brasileira aos principais bancos de dados do programa Mais Médicos. Software indica a quantidade de profissionais da iniciativa e onde eles atuam, além de apresentar linha do tempo do projeto.

Hardi Vieira, oficial de Programa do FIDA no Brasil. Foto: Marcos Studart

Fundo agrícola da ONU planeja investir mais US$ 25 mi em iniciativa do Ceará para comunidades rurais pobres

Consultores do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) reuniram-se neste mês (14) com o governador do Ceará, Camilo Santana, para avaliar a implementação do projeto Paulo Freire. Iniciativa visa fomentar o crescimento econômico dos 31 municípios com os piores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado. A agência da ONU propôs ao Executivo estadual um aditivo de 25 milhões de dólares em financiamento, além dos 80 milhões já previstos para o projeto até o final de 2019.

Barco transporta migrantes e refugiados no Mediterrâneo. Foto: ACNUR/L.Boldrini

Diretor-geral da OIM pede migração segura em um mundo em constante movimento

O diretor-geral da Organização Internacional para as Migrações (OIM), William Lacy Swing, fez um chamado urgente a favor de uma “migração segura em um mundo em constante movimento”, no Dia Internacional dos Migrantes, celebrado nesta segunda-feira (18).

Para ele, “enquanto vivemos em uma época na qual uma elite privilegiada considera a mobilidade mundial um direito virtualmente inato, tal direito é negado a muitos outros que estão presos em uma péssima situação econômica ou de conflito, sem solução alguma à vista”.

Ana Carolina Querino, gerente de Programas da ONU Mulheres Brasil, ao lado de Luiza Pereira, presidenta da FENATRAD, e Creuza Oliveira, secretária-geral da FENATRAD e integrante do Grupo Assessor da Sociedade Civil Brasil (GASC) da ONU Mulheres. Foto: ONU Mulheres/Isabel Clavelin

Aplicativo leva informações sobre direitos para trabalhadoras domésticas

Direitos na palma da mão. Esta é a função do aplicativo Laudelina, que oferece informações sobre legislações e garantias para mais de 6 milhões de trabalhadoras e trabalhadores domésticos. Software para celulares conta com uma calculadora de salários, benefícios e demissão, além de apresentar uma lista com instituições de proteção trabalhista em diferentes cidades brasileiras. Plataforma foi lançada neste mês (14), na Casa da ONU, em Brasília.

O Brasil é um dos dez países em que mais ocorrem desastres naturais no mundo. Nas últimas duas décadas, foram registradas mais de 23 mil catástrofes naturais no país, sendo a estiagem e a seca as principais. Foto: ONU/Logan Abassi

Escritório da ONU para redução de risco de desastres realiza oficina em São Paulo

Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres (UNISDR) promoveu no fim de novembro uma oficina em São Paulo sobre a formulação de planos de redução de risco de desastres no nível local.

O Marco de Sendai para a Redução do Risco de Desastres 2015-2020 inclui entre suas metas globais o aumento considerável do número de países com estratégias de redução de risco de desastres no nível nacional e local até 2020. A oficina, de 20 horas, respondeu ao chamado para fortalecer as capacidades locais e apoiar as ações para alcançar esta meta.

Foto: FIDA

Campanha pelos direitos das mulheres rurais é encerrada com evento em Florianópolis

A campanha internacional da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) “Mulheres Rurais, Mulheres com Direitos” concluiu as ações deste ano com a premiação das vencedoras dos concursos culturais regional e brasileiro. O evento foi realizado durante a 27ª Reunião Especializada em Agricultura Familiar no Mercosul (REAF), realizada na semana passada (8), em Florianópolis (SC).

De acordo com o secretário nacional de Justiça, Rogério Galloro, o Brasil recebe solicitações de refúgio de diversos países, alguns com dialetos pouco conhecidos. Foto: ONU

Solicitantes de refúgio terão intérpretes nas entrevistas em Brasília

As entrevistas de solicitação de refúgio no Brasil terão uma ajuda extra em 2018. Quaisquer cidadãos com disponibilidade de horário e conhecimento avançado em outros idiomas poderão se cadastrar em um banco de intérpretes.

O trabalho voluntário é resultado de acordo de cooperação técnica entre a Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça e a Universidade de Brasília. O relato é da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

"Luz - No cotidiano da Estação", de Carla Christiani.

Escritório de projetos da ONU divulga vencedores de concurso de fotografia

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) divulgou nesta sexta-feira (15) em Brasília (DF) os vencedores do concurso de fotografia “Construindo Vidas Melhores”, que tinha como objetivo destacar a relação entre infraestrutura e a qualidade de vida das pessoas vivendo nas cidades.

O concurso, realizado em parceria com Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) e o Instituto Internacional de Fotografia (IIF), teve a participação de 68 fotógrafos profissionais e amadores, em um total de 154 fotografias agrupadas em três categorias: infraestrutura; inclusão social e diversidade urbana; e soluções sustentáveis. Veja as fotos vencedoras.

Mãe e filha em centro de saúde apoiado pelo UNFPA. Agência presta serviços de saúde reprodutiva, sexual, materna e neo-natal. Foto: UNFPA Namíbia/Emma Mbekele

Fundo de População da ONU firma parceria com governo para impulso à saúde sexual e reprodutiva

O Fundo de População das Nações Unidas (UNPFA) e o Ministério da Saúde anunciaram uma parceria para fortalecer o complexo industrial de saúde nacional e para a segurança dos insumos em saúde, em especial aqueles relacionados à saúde sexual e reprodutiva.

O acordo terá inicialmente dois anos de vigência. A expectativa é de que, neste período, sejam exploradas oportunidades conjuntas para o desenvolvimento de políticas e programas de saúde da mulher, do homem, de jovens e adolescentes, em especial de saúde sexual e reprodutiva.

Governo do Maranhão assumiu compromisso de priorizar políticas sociais. Foto: Gilson Teixeira/Secap

Maranhão assina acordo com PNUD para implementação da Agenda 2030 no estado

O governo do Maranhão assinou na semana passada (7) em São Luís acordo com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) com o objetivo de fortalecer a implementação da Agenda 2030 no estado por meio da adesão aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A adesão foi formalizada durante o encerramento do Seminário Mais IDH, que avaliou estratégias de promoção do desenvolvimento socioeconômico nos 30 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal do estado.

Agricultores familiares do Projeto Bem Diverso. Foto: PNUD/Bem Diverso

Especialistas e agricultores familiares discutem desafios para conservar biodiversidade no Brasil

Como conciliar as necessidades de preservação ambiental com os modos de vida de comunidades extrativistas? É o que busca o projeto Bem Diverso. Criada para promover a exploração econômica e sustentável de espécies típicas da biodiversidade brasileira, a iniciativa reuniu entre os dias 5 e 7 de dezembro, em Brasília, especialistas e representantes dos territórios onde é implementado.