Durante evento em Brasília, o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, oficializou a adesão da pasta à Rede Brasil do Pacto Global. Foto: Rede Brasil do Pacto Global

Ministério da Indústria oficializa adesão à Rede Brasil do Pacto Global

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) é o primeiro órgão federal brasileiro a se comprometer com o Pacto Global para o alcance dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

Em evento na quarta-feira (20) em Brasília, o ministro Marcos Jorge de Lima oficializou a adesão da pasta à Rede Brasil do Pacto Global.

O ministério e a secretaria-executiva da iniciativa da ONU já contam com um plano de trabalho para prover mais serviços ao setor privado, a exemplo de oficinas de capacitação para pequenas e médias empresas sobre a implantação dos ODS.

Caminhoneiros fazem protesto contra a alta no preço dos combustíveis na BR-040, próximo a Brasília. Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

ARTIGO: De volta para o futuro

Em artigo publicado na imprensa brasileira, o economista-chefe do Banco Mundial no Brasil, Antonio Nucifora, afirma que as concessões do governo aos caminhoneiros para pôr fim à greve foram um ‘enorme passo atrás’. Medida se alinha a série de políticas ‘ineficazes’ de incentivo ao setor privado.

Especialista lembrou que programas de apoio a empresas e setores produtivos somavam 4,5% do PIB em 2015, o equivalente ao gasto público com saúde ou a nove vezes o valor do Bolsa Família.

Projeto Dom Helder Câmara visa melhorar condições de vida de agricultores familiares do semiárido brasileiro. Foto: Agência Brasil/Wilson Dias

FAO traz agricultores da América Central para conhecer estratégias de produção no semiárido brasileiro

De 25 a 30 de junho, agricultores e técnicos da Guatemala, El Salvador e Honduras estarão no Brasil para discutir estratégias de cultivo em contextos de escassez de água. Visita é promovida pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). Agência reunirá os produtores da América Central com agricultores familiares da Paraíba e de Pernambuco.

Os CECANES são centros ligados a diferentes universidades brasileiras que visam apoiar e melhorar a implementação do programa nacional de alimentação escolar. Foto: PMA/Alejandro Chicheri

Centro de Excelência contra a Fome participa de seminário em Brasília sobre alimentação escolar

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) realizou esta semana em Brasília (DF) a 5ª reunião dos Centros Colaboradores em Alimentação e Nutrição Escolar (CECANEs), com o objetivo de trocar experiências e conhecimento técnico sobre o programa nacional de alimentação escolar brasileiro. O encontro também visou fortalecer as relações entre os órgãos públicos educacionais e representantes dos centros colaboradores.

Foto: EBC

ONU Mulheres critica violência de gênero na Copa 2018

A ONU Mulheres emitiu nesta sexta-feira (22) uma nota pública sobre a violência de gênero durante a Copa do Mundo 2018, considerando “inaceitável a intenção deliberada de alguns torcedores brasileiros de assediar sexualmente mulheres durante a Copa do Mundo”.

“Com palavras de baixo calão, eles reduziram as mulheres a objetos sexuais na demonstração de como a misoginia que, inclusive fundamenta a cultura do estupro, assume diferentes formas e não tem fronteiras, ocorrendo num evento que se propõe a promover a integração dos povos e os sentimentos de união pelo esporte”, afirmou a nota assinada pela representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman.

Com a ajuda de sua mãe, a pequena Dorca, aluna Warao, prepara-se para ir ao Centro Municipal de Educação Infantil, em Manaus. Foto: ACNUR/João Paulo Machado

OIM apresenta estudo sobre políticas públicas para migrantes indígenas em Manaus

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) lançou na quinta-feira (21) estudo com diagnóstico da migração de indígenas da Venezuela para a cidade de Manaus, no Amazonas, avaliando alcances e limites das políticas públicas existentes e explorando possíveis alternativas de médio e longo prazo para seu aprimoramento.

A pesquisa, financiada pela OIM, foi realizada pelo Grupo de Estudos Migratórios da Amazônia, da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), sob a liderança do antropólogo Sidney Antônio da Silva, e contou com o apoio do Observatório das Migrações Internacionais (Obmigra), que é uma parceria entre o Ministério do Trabalho e a Universidade de Brasília.

O cantor e compositor recifense Johnny Hooker foi nomeado Campeão da Igualdade da campanha da ONU Livres & Iguais no Brasil. Foto: ONU Brasil

ONU Livres & Iguais e iniciativa privada lançam Padrões de Conduta para Empresas no Brasil

A campanha da ONU Livres & Iguais e líderes da iniciativa privada lançam os Padrões de Conduta para Empresas – enfrentando a discriminação contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis, pessoas trans e intersexo. O documento, elaborado pelo Escritório do Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), visa fortalecer o envolvimento das empresas na promoção da igualdade de direitos e tratamento justo da população LGBTI.

A atividade acontece em São Paulo no dia 26 com a participação de Liniker, Johnny Hooker e Aíla e faz parte das comemorações do Mês do Orgulho LGBTI. Mais de 17 empresas brasileiras integram a lista de primeiros apoiadores.

Parque Nacional das Sempre-Vivas, em Minas Gerais. Foto: Wikimedia Commons/Carolina Teixeira de Melo Franco (CC)

Agricultura tradicional de flores sempre-vivas pode ser 1º patrimônio agrícola mundial brasileiro

O sistema de agricultura tradicional da Serra do Espinhaço, no território Alto Jequitinhonha, em Minas Gerais, pode ser o primeiro Patrimônio Agrícola Mundial brasileiro. Nesta região, vivem comunidades rurais tradicionais que, ao longo de séculos, realizam a coleta de flores sempre-vivas e mantêm o cultivo ancestral de roças e criação de animais.

Os apanhadores serão a primeira candidatura brasileira ao programa de reconhecimento de Sistemas Importantes do Patrimônio Agrícola Mundial (Sipam), concedido pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Memorial dos Povos Indígenas, em Brasília. Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues

Memorial dos Povos Indígenas em Brasília recebe 4ª edição do festival MigrArte

O Memorial dos Povos Indígenas, no Eixo Monumental, em Brasília, será neste sábado (23) ponto de encontro de diversas culturas e nacionalidades que vivem no Distrito Federal. Reunidos para lembrar o Dia Mundial do Refugiado (20 de junho) e a Semana do Migrante, o MigrArte 2018 será uma celebração intercultural por meio da integração de brasileiros com pessoas de países como Síria, Bangladesh, República Democrática do Congo e Venezuela.

Na ocasião, a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) fará o pré-lançamento do documentário “Zaatari, Memórias do Labirinto”, selecionado para o Festival Internacional de Documentários “É Tudo Verdade” de 2018. A obra mostra a pior crise de migração da história da humanidade desde a Segunda Guerra Mundial, provocada pelo conflito na Síria.

Claudine, estilista da República Democrática do Congo, participou da primeira edição da feira do Rio Refugia. Foto: ACNUR/Luciola Villela

Festival Rio Refugia celebra Dia Mundial do Refugiado no Sesc Tijuca, no Rio

O Rio Refugia, festival gastronômico, cultural e social, chega ao seu segundo ano em um novo espaço: a unidade do Sesc Tijuca, na zona norte do Rio de Janeiro. O evento reunirá brasileiros e pessoas em situação de refúgio de cerca de 11 nacionalidades no próximo sábado (23), das 10h às 17h. Com entrada gratuita, o festival é uma realização conjunta do Programa de Atendimento a Refugiados da Cáritas RJ, do Abraço Cultural, do Chega Junto e do Sesc RJ.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) apoia a celebração.

Testatem de HIV. Foto: Marcelo Camargo/ABr

Audiência pública em Manaus discute desafios para prevenção e tratamento do HIV

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) promoveu nesta quinta-feira (21) em Manaus (AM) a audiência pública “Os desafios no tratamento e prevenção do HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) no Amazonas”.

O Amazonas aparece em terceiro lugar no ranking dos estados brasileiros com uma das maiores taxas de detecção de HIV do Brasil (30,0). Manaus ocupa a 4ª posição na lista das capitais brasileiras com os maiores números de taxa de detecção de HIV do país (50) na população em geral.

Secretário-executivo da Rede Brasil do Pacto Global da ONU, Carlo Pereira, um dos dois brasileiros nomeados para o conselho global da iniciativa. O outro é o fundador e copresidente do Conselho de Administração da empresa brasileira Natura, Guilherme Peirão Leal. Foto: Rede Brasil do Pacto Global

Brasileiros são nomeados para conselho do Pacto Global, iniciativa empresarial da ONU

Foram anunciados nesta quarta-feira (20), em Nova Iorque, os novos membros do conselho do Pacto Global da ONU, instância máxima responsável por definir as estratégias e políticas da iniciativa empresarial das Nações Unidas.

Entre eles estão o secretário-executivo da Rede Brasil do Pacto Global, Carlo Pereira, e o fundador e copresidente do Conselho de Administração da empresa brasileira Natura, Guilherme Peirão Leal.

Venezuelanos caminham pela estrada de Pacaraima até Boa Vista, capital de Roraima. Aqueles que não podem pagar o transporte público fazem a viagem de mais de 200 quilômetros a pé. Foto: ACNUR/Reynesson Damasceno

ACNUR: acordos de cooperação vão acelerar integração de venezuelanos em Roraima

No Dia Mundial do Refugiado, lembrado na quarta-feira (20), acordos de cooperação assinados entre a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) e o Tribunal de Justiça de Roraima vão contribuir para a integração de venezuelanos e para a garantia dos direitos civis das pessoas mais vulneráveis entre essa população.

Por meio do convênio de cooperação técnica e pedagógica assinado com o SENAC, cursos de português e de qualificação profissional serão oferecidos para refugiados, solicitantes de refúgio e imigrantes em Roraima, principal porta de entrada de venezuelanos no Brasil. Já o acordo de cooperação com o Tribunal de Justiça prevê o atendimento judicial itinerante aos venezuelanos em Roraima para evitar a violação de seus direitos fundamentais.

Participantes do Fórum Permanente de Mulheres Negras no encerramento das atividades no Fórum Social Mundial 2018. Foto: Lis Pedreira

Ativistas negras e ONU Mulheres avaliam estratégias para Brasil atingir objetivos globais

Ativistas do movimento de mulheres negras reuniram-se esta semana em Brasília (DF) com equipes técnicas do governo federal, de institutos de pesquisa e das Nações Unidas para avaliar estratégias de implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no Brasil.

Este foi o primeiro encontro do Comitê de Mulheres Negras Rumo a um Planeta 50-50 em 2030, parceiro da ONU Mulheres, que tem como objetivo avaliar o progresso dos ODS com foco em gênero e raça.

O diretor do UNIC Rio, Maurizio Giuliano, participou de palestra no CCOPAB sobre coordenação civil-militar de operações de paz da ONU. Foto: UNIC Rio

Palestra no Rio aborda coordenação civil-militar em operações de paz da ONU

O diretor do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), Maurizio Giuliano, realizou na quarta-feira (20) uma palestra no Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), no Rio de Janeiro, sobre coordenação civil-militar em operações de paz da ONU.

A apresentação, parte de curso de uma semana reconhecido pelas Nações Unidas, foi assistida por mais de 50 pessoas, entre oficiais militares do Brasil e de outros países da América Latina e da Europa.

Com maior contingente de pessoas deslocadas da história, mulheres sofrem violação de direitos

Situações de crise, como perseguições e violência, levam ao deslocamento forçado de milhares de pessoas em todo o mundo. Segundo relatório global divulgado pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), 68,5 milhões de pessoas foram deslocadas até o final de 2017.

Por dia, há 44,5 mil deslocamentos forçados, o que corresponde a uma pessoa a cada dois segundos. Neste contexto, mulheres e meninas são as que acabam em situação de maior vulnerabilidade e de risco de violação de direitos, alertou o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

Menina refugiada em São Paulo. Foto: IKMR / André Teller

ARTIGO: Estamos #ComOsRefugiados

Em artigo publicado no jornal Folha de S.Paulo, a representante da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) no Brasil, Isabel Marquez, afirma que o país não deve se assustar com a chegada de refugiados em seu território.

“Quem chega traz na bagagem capacidades, conhecimento e um tremendo potencial de integração para seguir adiante. Com o devido apoio, podem contribuir com as comunidades e o país de acolhida”, declarou. Leia o artigo completo.

Agências da ONU manifestaram preocupação com caso de judicialização de esterilização de uma mulher em situação de rua no interior de São Paulo. Foto: EBC

ONU manifesta preocupação com esterilização de mulher em situação de rua em SP

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), a ONU Mulheres e o Escritório Regional para América do Sul do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) manifestaram nesta quarta-feira (20) preocupação com o caso de judicialização da esterilização de uma mulher em situação de rua no interior do estado de São Paulo, revelada por reportagens jornalísticas recentes.

“As organizações das Nações Unidas desejam destacar que os acordos internacionais preveem que as decisões sobre a quantidade de filhos ou filhas, independentemente do mérito do caso, pertencem às mulheres, não sendo admissível a interferência do Estado nessa esfera”, disseram as agências em comunicado conjunto.

Semana Nacional do Ensino da Música - Make Music Brasil acontece de 18 a 24 de junho. Foto: Make Music Brasil

Semana nacional do ensino de música promove aulas grátis nas capitais brasileiras

A Semana Nacional do Ensino de Música – Make Music Brasil ocorre até dia 24 em todas as capitais brasileiras e outras cidades, com aulas gratuitas de iniciação musical em vários instrumentos e também em canto, assim como orientações para bandas marciais e fanfarras.

As aulas serão ministradas por músicos e professores com o objetivo de aumentar o interesse do aprendizado de música entre jovens, profissionais, pessoas da terceira idade ou com algum tipo de necessidade especial. Os organizadores esperam mobilizar 800 horas de aulas durante a semana em todo o país.

A iniciativa é da Associação Nacional da Indústria da Música (Anafima), com recursos da NAMM Foundation e cooperação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil.

Países do Cone Sul tem taxa maior de gravidez na adolescência quando comparada à taxa global e de outros países em desenvolvimento. Foto: Solange Souza/UNFPA Brasil

Projeto de Fundo de População da ONU e Itaipu visa prevenir gravidez adolescente no PR

A Itaipu Binacional e o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) apresentaram na sexta-feira (15) aos prefeitos do oeste do Paraná o projeto “Prevenção e redução da gravidez não intencional na adolescência”, desenvolvido pela empresa e pela agência das Nações Unidas. Segundo Jaime Nadal, representante do UNFPA no Brasil, a iniciativa é uma oportunidade para os municípios paranaenses se tornarem referência no assunto.

“As ações que pretendemos pôr em prática poderão trazer um impacto importante ao desenvolvimento da região oeste do Paraná. No futuro, essa experiência de sucesso poderá ser replicada em outros locais, inclusive outros países”, disse Nadal.

O governo do Camboja realizou um workshop de consulta sobre alimentação escolar em Siem Reap, em meados de junho (de 11 a 13). Foto: PMA

Brasil apoia Camboja na elaboração de programa de alimentação escolar

O governo do Camboja realizou um workshop de consulta sobre alimentação escolar em Siem Reap, em meados de junho (de 11 a 13). O Centro de Excelência contra a Fome, fruto de uma parceria entre o governo brasileiro e o Programa Mundial de Alimentos (PMA), participou do evento e apresentou exemplos de soluções de vários países, incluindo o Brasil.

Representantes do governo do Camboja presentes no evento pediram detalhes do programa de alimentação escolar brasileiro, que serve de inspiração para o país e outras 30 nações em processo de estruturação de suas próprias iniciativas.

Joaquín Molina, da OPAS, à esquerda, homenageou doadores de sangue em Brasília. Foto: Saúde-DF/Matheus Oliveira

Agência da ONU homenageia doadores voluntários de sangue em Brasília

O representante da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil, Joaquín Molina, defendeu na última semana que mais brasileiros doem sangue. Dirigente participou do lançamento da nova campanha do Ministério da Saúde para chamar cidadãos a contribuir com bancos de sangue. Apresentação da iniciativa aconteceu na Fundação Hemocentro de Brasília, no Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado em 14 de junho.

ONU Mulheres foi uma das entidades apoiadoras da Marcha das Mulheres Negras, em 2015. À direita, a diretora-executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka Foto: ONU Mulheres/Bruno Spada

ONU e UnB promovem ‘Diálogos Mulheres Negras Rumo a um Planeta 50-50’

Os 30 anos da articulação política do movimento de mulheres negras, celebrados ao longo de 2018, são o fio condutor da atividade acadêmica “Diálogos Mulheres Negras Rumo a um Planeta 50-50: contra o Racismo e a Violência e pelo Bem Viver” que acontecerá na próxima quarta-feira (20/6), das 14h às 19h, em Brasília, informou a ONU Mulheres.

Para participar do encontro, é necessário fazer inscrição pela Internet até terça-feira (19). Também haverá transmissão online.

Filme selecionado para a mostra de cinema do ACNUR aborda a vida de sírios no maior campo de refugiados do mundo, Zaatari, na Jordânia. Imagem: GRIFA FILMES/NÓS/Gebrueder Beetz Filmproduktion/Globo Filmes/Globo News/Canal Brasil/ZDF/Arte

Mostra de cinema chega a Boa Vista e Manaus para celebrar Dia Mundial do Refugiado

Em Boa Vista e Manaus, tem início na próxima quarta-feira (20), Dia Mundial do Refugiado, a  mostra de filmes “Olhares sobre o Refúgio”. Com títulos inéditos e outros já consagrados pela crítica, festival promove exibições gratuitas até sábado (23). Sessões acontecem no SESC Roraima (em Boa Vista) e no Casarão de Ideias (em Manaus). Iniciativa é da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e parceiros.

Campanha de vacinação contra a pólio no Brasil. Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

OMS descarta pólio como causa de paralisia em criança venezuelana

A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) disse na sexta-feira (15) que a pólio não está entre as causas da paralisia de uma criança de 2 anos e 10 meses, moradora de uma comunidade indígena na região do Delta Amacuro, na Venezuela. Segundo a agência da ONU, testes laboratoriais confirmaram que os sintomas de paralisia flácida aguda na criança não estão associados ao poliovírus selvagem ou derivado da vacina.

A criança está sendo avaliada clinicamente para estabelecer as causas alternativas da paralisia.

A OPAS pede que os países mantenham uma forte vigilância, juntamente com uma alta cobertura de vacinação contra a poliomielite em todas as comunidades, a fim de minimizar o risco e as consequências de qualquer eventual reintrodução ou reaparecimento do poliovírus.

Agência da ONU inaugura exposição em São Paulo para Dia Mundial do Refugiado

Em celebração ao Dia Mundial do Refugiado, a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) inaugura em São Paulo na quarta-feira (20) a exposição fotográfica “Faces do Refúgio”, montada no piso térreo do Conjunto Nacional, um dos centros comerciais mais conhecidos da cidade.

Para marcar a abertura da exposição, o ACNUR promove a roda de conversa “Refúgio: Uma jornada forçada em busca de um horizonte seguro” às 19h, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. A exposição e a roda de conversa têm entrada gratuita.

Representantes do Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde de Santa Catarina, UNAIDS e dos 12 municípios que aderiram à Declaração de Paris em cerimônia de assinatura do compromisso das Nações Unidas. Foto: UNAIDS

Santa Catarina e 12 cidades do estado aderem a compromisso da ONU pelo fim da AIDS até 2030

O governo de Santa Catarina e 12 cidades do estado assinaram na quarta-feira (13), em Florianópolis, a Declaração de Paris. Lançado na capital francesa em 2014 pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS), o documento convoca municípios a acelerar a resposta à epidemia, para pôr fim à AIDS como ameaça de saúde pública até 2030.

Santa Catarina é um dos estados mais afetados pela epidemia de AIDS no Brasil. De acordo com dados do Ministério da Saúde de 2016, a taxa de detecção de AIDS na unidade federativa é de 29,2 casos para cada 100 mil habitantes. No país, o índice médio é de 18,5 para cada 100 mil habitantes.

Metrô de Brasília. Foto: Agência Brasília/Toninho Tavares

Metrô de Brasília recebe exposição sobre mulheres refugiadas e migrantes no Brasil

Quem estiver passando pelas catracas da Estação Central do Metrô de Brasília poderá ver que novos olhares habitam o espaço. Entre 18 e 29 de junho, o local recebe a exposição fotográfica “No Fluxo: Reflexos da Migração e Refúgio de Mulheres no Brasil”, organizada para celebrar o Dia Mundial do Refugiado (20 de junho). Mostra também acontece no Ministério da Justiça, onde serão exibidos filmes estrangeiros sobre refúgio.

Refugiados da Somália que vivem no campo de Dadaab, no Quênia, participarão de capacitação desenvolvida pela ONU antes de regressar ao país de origem. Foto: OCHA

ACNUR lança em São Paulo relatório global sobre refúgio e deslocamento forçado

Em São Paulo, a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) divulga na próxima terça-feira (19), a partir das 9h, os dados mais recentes sobre deslocamento forçado no mundo. O lançamento do relatório “Tendências Globais” marca o Dia Mundial do Refugiado, 20 de junho, e acontece durante o I Encontro Internacional e II Encontro Estadual sobre Migração e Refúgio, promovido pela Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo.

Funcionários do ACNUR entregam assistência humanitária para venezuelanos em Roraima. Foto: ACNU/Reynesson Damasceno

Agências da ONU apoiam governo brasileiro em campanha de doações para crianças venezuelanas

A Casa Civil da Presidência da República lançou nesta semana (12) uma campanha de doações de fraldas e leite em pó para crianças venezuelanas que vivem como refugiadas no Brasil. Iniciativa é desdobramento das ações humanitárias do Governo Federal para ajudar os migrantes do país vizinho. Arrecadação acontece em Brasília, com o apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Câmara do ECOSOC na sede da ONU, em Nova Iorque. Foto: ONU/Rick Bajornas

Brasil é eleito para conselho econômico e social da ONU

O Brasil está entre os 18 países eleitos nesta semana (13) para integrar o Conselho Econômico e Social da ONU (ECOSOC). Organismo coordena agências especializadas das Nações Unidas e é responsável por formular recomendações sobre desenvolvimento, comércio internacional, industrialização, recursos naturais, direitos humanos, condição da mulher, população, ciência e tecnologia, prevenção do crime e bem-estar social.