Empresários pedem que líderes de governo planejem uma economia verde na reconstrução pós COVID-19. Foto: Singkham / Pexels

Empresas pedem atenção ao clima nos planos governamentais de recuperação da COVID-19

O Pacto Global da ONU, a iniciativa Science Based Targets (Metas baseadas na ciência), e a coalizão ‘We Mean Business’ reuniram mais de 150 empresas que pedem que os líderes mundiais incluam ações climáticas ousadas no planejamento dos esforços de recuperação da COVID-19.

Juntas, estas empresas empregam 5 milhões de pessoas em 33 países – incluindo o Brasil – e movimentam um mercado de 2,4 trilhões de dólares.

Os dirigentes das empresas assinaram o documento “Unindo Negócios e Governos para se Recuperar Melhor”, onde fazem o apelo aos líderes mundiais, lembrando que “a saúde humana depende da saúde do planeta”. Para eles, uma ação climática ambiciosa é mais necessária do que nunca.

Hackathon virtual reúne 82 propostas de transformação social diante da pandemia

A maratona virtual de desenvolvimento HACKCOVID19, realizada entre 15 e 17 de maio, reuniu 983 participantes para pensarem soluções tecnológicas para os problemas impostos pela pandemia da COVID-19. Ao fim do hackathon, 82 propostas de soluções tecnológicas foram enviadas por brasileiros e estrangeiros residentes em diversas partes do mundo.

O HACKCOVID19 é uma iniciativa é do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Especialistas discutem desafios da assistência social no contexto da COVID-19

Nesta quinta edição da série de webinários População e Desenvolvimento em Debate, especialistas discutirão sobre os desafios da assistência social no contexto da COVID-19.

A série de webinários busca promover a discussão entre academia, governo e sociedade civil sobre temas emergentes na Agenda de População e Desenvolvimento no contexto atual.

Assista a transmissão no canal do UNFPA Brasil no Youtube às 15h desta quarta-feira (27).

Fundo de População da ONU traz recomendações para o enfrentamento da COVID-19 em podcast

Com o avanço da pandemia da COVID-19 ao redor do mundo e também no Brasil, o Fundo de População da ONU (UNFPA) preparou um episódio especial com recomendações para o enfrentamento da crise e também explicou as ações e estratégias da organização, em curso neste momento.

Entre as recomendações, estão garantir acesso a serviços de saúde materna e neonatal, como parto seguro, além de serviços de saúde sexual e reprodutiva. O UNFPA também destaca a possibilidade de escassez de contraceptivos, que pode levar a gravidezes não intencionais, caso não estejam disponíveis. Outras recomendações do episódio dizem respeito à violência de gênero, que pode crescer durante o período de isolamento social, e a disponibilidade de equipamentos de proteção individual para trabalhadores de saúde.

Vista aérea de Manaus (AM). Foto: Marcos Amend

Petrobras e PNUD oferecem curso online sobre territorialização da Agenda 2030

Aprofundar o conhecimento sobre as metas da Agenda 2030 para fortalecer o desenvolvimento sustentável local. Com essa perspectiva, a Petrobras e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) estão abrindo vagas para formar a segunda turma do Programa Virtual de Capacitação do Projeto Territorialização e Aceleração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

As inscrições ficarão abertas até 10 de junho e poderão ser realizadas por meio de um formulário online. A participação é gratuita.

Um dia na vida da comandante Carla Monteiro, defensora militar de igualdade de gênero – Foto Hervé Serefio - MINUSCA

Brasileira e indiana ganham prêmio de Defensoras Militares da Igualdade de Gênero da ONU 2019

Uma brasileira servindo nas Forças de Paz da República Centro-Africana e uma indiana que recentemente completou sua missão no Sudão do Sul foram selecionadas para receber o Prêmio de Defensoras Militares da Igualdade de Gênero da ONU 2019.

A comandante Carla Monteiro de Castro Araújo, oficial da Marinha brasileira trabalhando na Missão de Estabilização Multidimensional Integrada das Nações Unidas na República Centro-Africana (MINUSCA), e a major Suman Gawani, do exército indiano, uma observadora militar que serviu na Missão das Nações Unidas no Sudão do Sul (UNMISS), receberão o prêmio durante uma cerimônia online presidida pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, marcando o Dia Internacional das Forças de Paz da ONU na sexta-feira, 29 de maio, às 10 horas (11 horas no Brasil).

UNICEF e Turma da Mônica orientam comunidades sobre o coronavírus através de materiais informativos

A Mauricio de Sousa Produções (MSP), em parceria com o UNICEF, desenvolveu um folheto e um cartaz informativo para crianças, adolescentes e famílias de comunidades vulneráveis para reforçar a importância de lavar bem as mãos, usar álcool em gel 70%, utilizar máscaras e higienizar quaisquer objetos que possam ter tido contato com o vírus.

Num primeiro momento, 430 mil folhetos e 1.150 cartazes serão distribuídas em Belém, Fortaleza, Maceió, Manaus, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, acompanhados de produtos de higiene e limpeza, que o UNICEF está oferecendo em parceria com a sociedade civil e o governo. Essa ação faz parte da resposta humanitária do UNICEF à pandemia da COVID-19 no Brasil.

Teste de COVID-19. Foto: fernandozhiminaicela/pixabay (CC)

OPAS compartilha com Brasil estudo espanhol sobre manifestações do novo coronavírus na pele

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) tem buscado entender melhor os sinais e sintomas da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus, compartilhando esse conhecimento com os países. Para apoiar o Brasil, o organismo internacional tem realizado uma série de seminários virtuais com especialistas espanhóis.

O último deles, ocorrido na sexta-feira (22), tratou de recém-identificadas manifestações do novo coronavírus na pele. Na ocasião, foi apresentado um estudo que descreve cinco padrões de lesões da pele que podem estar associadas à infecção por COVID‐19 – em pacientes com variadas características demográficas, em distintos períodos e diferentes severidades.

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável foi estabelecida pelos países-membros da ONU no fim de 2015. Foto: ONU

CEPAL e Pacto Global realizam webinar sobre investimentos no desenvolvimento sustentável

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) e a Rede Brasil do Pacto Global convidam para webinar Big Push para a Sustentabilidade, que será realizado na terça-feira (26) das 16h às 18h (horário de Brasília).

A CEPAL vem desenvolvendo o Big Push para a Sustentabilidade, que é uma abordagem renovada para apoiar os países da região na construção de estilos de desenvolvimento mais sustentáveis, baseada na coordenação de políticas para promover investimentos transformadores.

Resposta à pandemia deve considerar condições de saúde da população negra, diz sanitarista

Em entrevista à ONU Mulheres, a sanitarista Karine Santana avalia a situação da pandemia da COVID-19 no Brasil, o racismo na saúde e as comorbidades da população negra. Para ela, “as medidas precisam ser pautadas na equidade. Qualquer medida distante disso está acirrando a existência do racismo estrutural”.

Karine Santana é docente de Saúde Coletiva, doutoranda em Medicina e Saúde na Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia e pesquisadora no Núcleo de Estudos e Pesquisa em Gênero, Raça e Saúde (NEGRAS). Leia a entrevista na íntegra.

João Pedro Mattos Pinto, de 14 anos, foi morto na segunda-feira (18), na comunidade do Complexo do Salgueiro. Foto: Arquivo Pessoal

Sistema ONU lamenta a morte do menino João Pedro e faz apelo pela vida da juventude negra

As agências do Sistema ONU se solidarizam com os familiares, amigas e amigos do estudante João Pedro Mattos Pinto, de 14 anos, morto na última segunda-feira (18), na comunidade do Complexo do Salgueiro, na cidade de São Gonçalo, no estado do Rio de Janeiro.

“Cada vida conta e a violência letal contra adolescentes e jovens não deve ser naturalizada, transformando-se em lamentável estatística.” Leia o comunicado completo.

Aula virtual do Cozinha & Voz. Foto: OIT

Da sala de aula para sala de casa: projeto da OIT utiliza treinamento inédito em meio à pandemia

Projeto Cozinha & Voz faz parte de uma ampla iniciativa de promoção do trabalho decente para pessoas em situação de vulnerabilidade, desenvolvida pela Organização Internacional do Trabalho (OIT),  e pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), com apoio da cozinheira Paola Carosella e da Casa Poema.

Conheça como a iniciativa funciona e está beneficiando pessoas trans de diversas regiões do Brasil.

Além dos artigos científicos já publicados e outros ainda inéditos, o Diretório apresenta dados de pesquisa, ensaios clínicos, teses, dissertações e outros materiais. Foto: Spark

IBICT e UNESCO lançam portal com informações científicas sobre COVID-19 em acesso aberto

O Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), em parceria com a UNESCO no Brasil, lançou na quarta-feira (20) o portal Ciência Aberta é Vida, que reúne fontes de informação científica nacional e internacional, em acesso aberto, com conteúdo sobre a COVID-19.

Além dos artigos científicos já publicados e outros ainda inéditos, o diretório apresenta dados de pesquisas, ensaios clínicos, teses, dissertações e outros materiais referentes à produção dos pesquisadores do mundo todo.

Taís Araújo e Fórum Nacional das Mulheres Negras fazem live sobre violência doméstica na pandemia

Taís Araújo, defensora da ONU Mulheres Brasil para os Direitos das Mulheres Negras, conversará com Clátia Vieira, do Fórum Nacional de Mulheres Negras, nesta quinta-feira (21), às 19h, pela conta da atriz (@taisdeverdade) e de Clátia Vieira (@clatiavieira) no Instagram.

O bate-papo abordará a violência doméstica com foco na situação das mulheres negras, que são as que mais sofrem violência doméstica no Brasil. Segundo o Atlas da Violência de 2019, mais de 60% das mulheres assassinadas no país são negras.

Programas de alimentação escolar podem contribuir para combater a má nutrição no mundo. Foto: WFP

Campanha lembra importância de garantir alimentação adequada a estudantes durante pandemia

Campanha de comunicação nas redes sociais visa sensibilizar gestores públicos sobre a importância de garantir acesso à alimentação adequada e saudável aos estudantes da rede pública de educação durante a pandemia de COVID-19.

Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) no Brasil e Aliança pela Alimentação Adequada e Saudável uniram esforços para defender o Programa Nacional de Alimentação Escolar brasileiro e a garantia do direito humano à alimentação adequada do público escolar.

Valéria Rodrigues, presidenta do Instituto Nice, e Abigaill Santos, coordenadora do Programa Transcidadania, ao centro da foto, apoiam em 2019 a primeira capacitação do ACNUR sobre o atendimento à população refugiada e migrante trans e travesti. Foto: ACNUR

ACNUR e Prefeitura de SP lançam guia de atendimento à população trans e travesti refugiada e migrante

No marco do Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia, comemorado globalmente no dia 17 de maio, a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e a Prefeitura de São Paulo lançaram virtualmente na segunda-feira (18) um Protocolo Operacional Padrão (POP) que orienta o atendimento humanizado à população refugiada e migrante trans e travesti vivendo na capital paulista.

No atual contexto de pandemia causada pela COVID-19, as dificuldades existentes são agravadas e ocasionam demandas crescentes para o acesso à serviços de assistência social, incluindo acolhimento e recebimento de alimentos.

UNICEF lança projeto de empoderamento de meninas em Belém e Manaus

No contexto do Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio, e em razão da emergência causada pela pandemia da COVID-19, o UNICEF e o Centro Internacional de Cooperação para o Desenvolvimento (Cintercoop) propõem uma série de atividades virtuais para promover o empoderamento de meninas nos municípios de Belém, no Pará, e Manaus, no Amazonas.

As meninas participarão durante dois meses de missões com o intuito de desenvolver habilidades, adquirir mais conhecimento sobre seus direitos, contribuir para o exercício da democracia e melhorar as políticas públicas voltadas para meninas na Amazônia. As participantes do projeto Empoderamento de Meninas têm entre 12 e 18 anos.

"Não conseguimos pagar o aluguel e fomos expulsos”, conta Orlando Martinez sobre os impactos econômicos enfrentados por ele e outros indígenas venezuelanos da etnia Warao em Belém (PA) durante a pandemia. ACNUR/Camila França

Coronavírus ameaça indígenas venezuelanos que buscam segurança no Brasil

Enquanto quase metade dos quase 5 mil refugiados indígenas venezuelanos que vivem no Brasil está em abrigos de Belém (PA), Manaus (AM), Boa Vista (RR) e Pacaraima (RR), muitos outros permanecem em situações de insalubridade, vivendo em moradias superlotadas – ou mesmo nas ruas – sem saneamento básico, o que dificulta a prevenção contra a infecção. Leia o relato da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Pessoas em todo o mundo estão tomando precauções contra o novo coronavírus. Foto: Unsplash/Aalok Atreya

Projeto para inclusão de juventudes periféricas do Rio se adapta à pandemia

Uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o projeto Chama na Solução começou em 2019 e reúne jovens de favelas e periferias do Rio de Janeiro (RJ) para criar ações que reduzam a distância entre jovens mais vulneráveis e oportunidades de renda e trabalho.

Desenvolvidas nos últimos meses, as propostas estavam prontas, mas a pandemia criou a necessidade de uma readaptação nos cinco grupos do projeto. Cada um manteve a essência da proposta – aproximar jovens vulneráveis do mundo de trabalho – buscando novas formas de atuar.

Especialistas discutem povos indígenas no contexto da COVID-19

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e a Associação Brasileira de Estudos Populacionais realizarão amanhã (20), às 15h, a quarta edição da série de webinários “População e Desenvolvimento em Debate”, com o tema “Povos Indígenas e a pandemia da COVID-19”.

O debate acontecerá no canal do UNFPA Brasil no youtube e contará com a participação de Tsitsina Xavante, pesquisadora e defensora dos direitos dos povos indígenas, juventude e mulheres; Ailton Krenak, líder indígena, ambientalista e escritor; Marta Antunes do IBGE, Andrey Cardoso da Fiocruz, e com a facilitação da Marta Azevedo da Unicamp.

Orla Moacyr Scliar, em Porto Alegre (RS). Foto: Luciano Lanes/PMPA

Publicação sobre implantação de parques urbanos com perspectiva de gênero é lançada online

A publicação “Parques para Todas e Todos – Sugestões para a implantação de parques urbanos com perspectiva de gênero” será lançada nesta quinta-feira (21) em evento online.

O material é resultado da parceria entre o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e o Instituto Semeia, com apoio de ONU Mulheres e Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS).

UNESCO anuncia adiamento da Conferência Anual da Rede de Cidades Criativas

Em função do surto do novo coronavírus, a 14ª Conferência Anual da Rede de Cidades Criativas da UNESCO, prevista para ocorrer entre os dias 13 e 17 de julho em Santos (SP), foi adiada para o segundo semestre deste ano, em data a ser definida.

O evento deste ano terá como tema “Criatividade, Caminho para a Igualdade” e discutirá formas como as cidades podem usar seu capital criativo e inovador para abordar os desafios e avançar no sentido de fornecer espaços mais equilibrados e igualitários.

Projeto oferece cursos de capacitação para incluir no mercado de trabalho seguro pessoas em situação de vulnerabilidade. Foto: Jason Lowe/Cozinha&Voz.

OIT reforça missão de promover justiça social e trabalho decente para todas as pessoas

No Dia Internacional contra a Homofobia, a Transfobia e a Bifobia, 17 de maio, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) reforça sua missão de promover a justiça social e o trabalho decente para todas, todes e todos.

Uma importante iniciativa para a promoção da empregabilidade de pessoas em situação de exclusão socioeconômica, incluindo as pessoas transexuais, é o projeto Cozinha&Voz, que capacita profissionais como assistente de cozinha.

Lançado em 2018, o Cozinha&Voz faz parte de uma ampla ação de promoção do trabalho decente para pessoas em situação de vulnerabilidade, desenvolvida por OIT e Ministério Público do Trabalho (MPT), com apoio da cozinheira Paola Carosella e da Casa Poema.

Campanha de vacinação contra Sarampo em Salvador, outubro de 2019. Foto: Foto: Jefferson Peixoto/Secom (Fotos Públicas)

UNICEF alerta sobre impactos de eventual suspensão dos serviços de saúde para crianças e gestantes

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) alertou sobre os impactos de uma eventual interrupção dos serviços de atenção primária de saúde direcionados a gestantes e crianças menores de 5 anos devido à pandemia de COVID-19.

A agência da ONU recomenda aos governos que crianças e grávidas sejam priorizadas nos serviços de saúde, e que todos os serviços de cuidado pré-natal e neonatal, inclusive os programas de vacinação, sejam mantidos e adaptados às novas necessidades causadas pela pandemia, sempre respeitando os protocolos de segurança de proteção frente ao novo coronavírus.

Foto: UNICEF | UN0120828

Campanha digital alerta para riscos enfrentados por crianças e adolescentes durante a pandemia

No Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio, o projeto Crescer sem Violência – parceria entre a Fundação Roberto Marinho, por meio do Canal Futura, a Childhood Brasil e o UNICEF Brasil, com apoio de Google, Facebook e Instagram – promove uma mobilização de prevenção e conscientização sobre os riscos que crianças e adolescentes correm no ambiente doméstico e na internet.

Embora o isolamento social seja importante para conter a disseminação da COVID-19, a campanha #EmCasaSemViolência destaca que os riscos se agravam com a atual situação, que tem levado ao confinamento de crianças e adolescentes, ao fechamento das escolas e a uma maior atividade online. A cada 15 minutos, uma criança ou adolescente sofre violência sexual no Brasil e 77% dos agressores são do grupo familiar ou conhecido da vítima, segundo dados da Safernet.

A plataforma foi criada pela ONG Ajude o Pequeno para apoiar pequenos negócios durante o período de pandemia. Foto: Ajude o Pequeno

UNIDO firma parceria com ONG Ajude o Pequeno para apoiar micro e pequenas empresas durante pandemia

A Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO) deu início em maio a uma parceria junto à organização não governamental Ajude o Pequeno, uma iniciativa sem fins lucrativos que oferece a micro e pequenos empreendedores uma plataforma online gratuita para a venda de produtos e serviços. Mais de 2 mil empresas brasileiras já estão cadastradas.

A plataforma foi criada pela ONG para apoiar pequenos negócios durante o período de pandemia de COVID-19. Empreendedores cadastrados têm acesso a um ecossistema colaborativo que liga produtores, comerciantes e consumidores, dando sustentação a pequenos negócios neste período de incertezas econômicas.

PNUD apoia construção e reforma de centros de atendimento socioeducativo no Brasil

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) trabalha em cooperação com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA/MMFDH), oferecendo subsídios para o fortalecimento da proteção integral dos direitos da criança e do adolescente no Brasil, desde 2004.

Um dos eixos desta cooperação é a supervisão de reformas e construções de Unidades de Atendimento à Proteção Integral de Crianças e Adolescentes. Para esta ação, o PNUD e a Secretaria Nacional Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente firmaram parceria com o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), que presta assessoria técnica e transfere conhecimentos para que as obras públicas sejam conduzidas de maneira adequada.

Sede da UNESCO em Paris. Foto: UNESCO

Empresa brasileira vence prêmio da UNESCO por usar inteligência artificial na educação

O software brasileiro para habilidades de escrita Letrus e a ferramenta de detecção de dislexia espanhola Dytective são os dois vencedores do Prêmio Rei Hamad Bin Isa-Al Khalifa da UNESCO de 2019 pelo Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na educação.

O tema da edição do ano passado foi o uso da Inteligência Artificial (IA) para inovar na educação, ensino e aprendizagem. Por meio desse tema, a UNESCO visa promover aplicações efetivas e éticas da IA ​​na educação que estejam universalmente disponíveis.

ONU quer saber como jovens da América Latina e Caribe sobre estão enfrentando a pandemia

As Nações Unidas convidam adolescentes e jovens entre 15 e 29 anos dos países da América Latina e do Caribe a participar de uma pesquisa para saber como estão enfrentando a pandemia de COVID-19, bem como suas preocupações atuais e futuras. A pesquisa estará aberta até 26 de maio.

Os resultados guiarão a resposta das Nações Unidas na América Latina e no Caribe para interromper a propagação da doença e mitigar as repercussões da pandemia. É essencial que a ONU reconheça os múltiplos e diversos impactos que a pandemia da COVID-19 já tem e terá na população jovem e em seus direitos humanos.

Rádio comunitária engaja refugiados e migrantes indígenas em Manaus

A pandemia do novo coronavírus é a principal pauta dos programas de rádios comunitárias, que ajudam a reforçar as medidas de prevenção divulgadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e reportam o número de pessoas infectadas e óbitos. Também há espaço para músicas e assuntos diversos, como futebol e a vida de celebridades.

Esta é uma das estratégias da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) para fortalecer a proteção das populações indígenas venezuelanas no Norte do país. Em parceria com o Instituto Mana e Secretaria Municipal da Mulher Assistência Social e Cidadania de Manaus (SEMASC), as rádios comunitárias nos dois abrigos compartilham informações confiáveis e atualizadas sobre a COVID-19. A ação conta com participação da organização Médico Sem Fronteiras (MSF).

Diversas empresas têm desenvolvido ações específicas para atrair pessoas trans para suas vagas, buscando, ao mesmo tempo,  sensibilizar seus funcionários para a importância desse acolhimento. Foto: Reprodução

ONU defende proteção e promoção de empregos para pessoas LGBTI+ em meio à pandemia

A marginalização e as vulnerabilidades impostas à comunidade de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e intersexo (LGBTI+) colocam estas pessoas entre as mais expostas à pandemia de COVID-19.

Como parte das celebrações do Dia Internacional contra a LGBTIfobia (17), a ONU Brasil reforça seu compromisso com a proteção dos direitos humanos das pessoas LGBTI+ e com a promoção do acesso dessas populações ao mercado de trabalho, através de empregos dignos e do respeito à diversidade.