Cena do filme "Era o Hotel Cambridge" - Foto: divulgação

ONU promove debate sobre migração com exibição gratuita do filme “Era o Hotel Cambridge”

O Centro de Informação das Nações Unidas (UNIC Rio), a Organização Internacional para as Migrações (OIM) e a Fundação Casa de Rui Barbosa promovem na próxima terça-feira (12), no Rio de Janeiro, um cine-debate com a exibição do filme “Era o Hotel Cambridge”.

A sessão integra o Festival Global de Cinema sobre Migração, iniciativa da OIM que ocorre em diversos países do mundo com o objetivo de provocar o debate sobre migração. A entrada é franca.

Quase 80% da população brasileira que depende do SUS se autodeclara negra. Foto: UNFPA Brasil/Solange Souza

Quase 80% da população brasileira que depende do SUS se autodeclara negra

Estudos e estatísticas oficiais de saúde apontam que as mulheres negras com idade entre 10 a 49 anos são bastante afetadas por mortes maternas provocadas por causas evitáveis como hipertensão, hemorragia e infecção puerperal. As mortes na primeira semana de vida também são mais frequentes entre crianças negras quando comparadas às brancas.

Além disso, quase 80% da população brasileira que depende do Sistema Único de Saúde (SUS) se autodeclara negra. Diante desse contexto, o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) participou nesta semana (4 e 5) de uma oficina promovida pelo Ministério da Saúde para monitoramento e implementação da Política Nacional de Saúde da População Negra.

Objetivo do Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 3 prevê alcançar a cobertura universal de saúde. Foto: Agência Brasil / Marcello Casal Jr.

Gestão em saúde deve priorizar grupos mais vulneráveis, defende Fundo de População da ONU

Governantes e gestores precisam estar atentos às determinantes sociais da saúde, defendeu nesta terça-feira (5) o representante do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) no país, Jaime Nadal. Em participação na abertura da I Mostra de Experiências Inovadoras do SUS no Distrito Federal, no Instituto Serzedello Corrêa, o dirigente ressaltou que governos precisam priorizar grupos mais vulneráveis, entre eles, as mulheres, jovens e adolescentes.

Israel: especialista da ONU pede novas medidas legais por fim de ocupação ilegal da Palestina

“Esta é a ocupação militar mais duradoura no mundo moderno e não mostra sinais de término”, disse Michael Lynk, relator especial sobre a situação dos direitos humanos no Território Palestino Ocupado.

“O papel de Israel como ocupante no território palestino – Cisjordânia, incluindo Jerusalém Oriental e Gaza – atravessou uma linha vermelha para a ilegalidade”, destacou.

Em Fortaleza, meninos e meninas ganham assento permanente no Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes. Foto: UNICEF

Crianças assumem controle de instituições em Rio, Fortaleza, Salvador e Recife

“Saí de casa às 5h40 da manhã para chegar aqui no centro do Rio. Peguei trem, metrô, ônibus e depois andei mais um pouquinho. Hoje me sinto representando os adolescentes dos subúrbios e periferias do Rio, muitos nem sabem que podem e têm direito de participar.”

A fala do adolescente Patrick Pereira, de 16 anos, reflete o objetivo do Dia Mundial da Criança — colocar crianças no controle de instituições públicas e garantir o direito delas de participar de todas as decisões que afetam sua vida. A ação foi promovida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Ellie Goulding em performance no Festival Wireless, em Birmingham, na Inglaterra. Foto: Flickr (CC)/Daniel Gregory

Cantora Ellie Goulding é nomeada embaixadora da ONU Meio Ambiente

A cantora e compositora britânica Ellie Goulding é a mais nova aliada da ONU pela proteção da natureza e da biodiversidade. A artista foi nomeada no final de semana (2) embaixadora global da boa vontade do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. Em visita ao Quênia, país que abriga a sede da agência, a intérprete participa desde segunda-feira (4) das atividades da Assembleia Ambiental da ONU, em Nairóbi.

‘Meu foco será ampliar o ativismo dos jovens comprometidos em criar um futuro brilhante. Eu quero o maior número possível de pessoas se tornando defensoras do planeta’, afirmou a musicista sobre seu novo papel.

Técnicas de tratamento de esgoto não conseguem remover todos os antibióticos e substâncias antimicrobiana da água e centrais de purificação podem ser focos de microrganismos resistentes. Na imagem, estação de tratamento em Mangalore, na Índia. Foto: Banco de Desenvolvimento Aslan

Poluição provoca evolução de bactérias resistentes a remédios, revela ONU Meio Ambiente

A liberação indevida de medicamentos e substâncias químicas na natureza é uma das causas da resistência de micróbios a antibióticos. É o que revela um novo relatório da ONU Meio Ambiente, divulgado nesta terça-feira (5), em meio às atividades da assembleia ambiental da ONU, em Nairóbi. Cerca de 700 mil pessoas morrem todos os anos de infecções por bactérias muito fortes, que não são mortas com os remédios atualmente disponíveis.

Maria [nome alterado], 16 anos (direita), de Honduras, viaja para o norte com seu irmão mais novo com o objetivo de cruzar a fronteira com Tultitlan, no México, rumo aos Estados Unidos, para se reunir com sua família. Foto: UNICEF/Ojeda (arquivo)

Relatores da ONU pedem pacto global de migração focado em direitos humanos

Um pacto global para as migrações precisa ser “verdadeiramente global”, mas também deve levar em conta as especificidades regionais dada a natureza diversa do fenômeno, disse uma oficial das Nações Unidas para as migrações internacionais na sexta-feira (1), às vésperas de cúpula sobre o tema.

No mesmo dia, relatores especiais da ONU pediram um pacto global focado em direitos humanos. “Os Estados precisam se posicionar firmemente contra a discriminação, e demonstrar que o discurso de ódio, a violência, a estigmatização e a busca por bodes expiatórios não podem ser tolerados”, disseram.

Um bebê é examinado com suspeita de desnutrição no hospital Al-Jomhouri, apoiado pelo UNICEF em Sa'ada, no Iêmen. Foto: UNICEF / Maad Al-Zekri

ONU pede fim de confrontos e ataques aéreos no Iêmen; bloqueio saudita ameaça milhões de pessoas

“O secretário-geral pede a retomada urgente de todas as importações comerciais. Sem estas, milhões de crianças, mulheres e homens correm o risco de sofrer com fome, doenças e a morte em massa”, afirmou o secretário-geral, António Guterres, e chefes de sete agências das Nações Unidas.

Um número alarmante de 20,7 milhões de pessoas no Iêmen precisa de algum tipo de apoio humanitário ou de proteção, com cerca de 9,8 milhões em necessidade extrema de assistência.

Mobilizações em favor dos direitos de mulheres e meninas na UFPB. Foto: UFPB

Universidade federal da Paraíba adere a movimento da ONU para igualdade entre homens e mulheres

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) é a mais nova instituição acadêmica do Brasil a aderir ao movimento ElesPorElas, iniciativa da ONU Mulheres para mobilizar homens e meninos pelo fim das desigualdades de gênero. Centro de ensino, pesquisa e extensão se comprometeu a realizar ações de conscientização e a apoiar o poder público em políticas sobre o tema. Engajamento da universidade foi formalizado na semana passada (29).

Gul Shirin, de 45 anos, deu início a uma unidade de costura na província de Parwan. Zarmina, de 35, acaba de estabelecer sua própria micro-estufa no distrito de Paghman, na província de Cabul. Ao lançar as pequenas empresas e ‘casas verdes’, centenas de mulheres afegãs podem agora se manter e apoiar suas famílias. Suas histórias ressaltam o foco do Afeganistão na capacitação das mulheres e na garantia que elas possam participar ativamente da sociedade. Confira nesse vídeo do Banco Mundial.

VÍDEO: Empoderando as mulheres para o crescimento do Afeganistão

Gul Shirin, de 45 anos, deu início a uma unidade de costura na província de Parwan. Zarmina, de 35, acaba de estabelecer sua própria micro-estufa no distrito de Paghman, na província de Cabul. Ao lançar as pequenas empresas e ‘casas verdes’, centenas de mulheres afegãs podem agora se manter e apoiar suas famílias. Suas histórias ressaltam o foco do Afeganistão na capacitação das mulheres e na garantia que elas possam participar ativamente da sociedade. Confira nesse vídeo do Banco Mundial.

Vista aérea de Boa Vista, Roraima. Foto: EBC

Venezuelanas e brasileiras farão grafite em Boa Vista (RR) pelo fim da violência contra mulheres

No marco dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e a Secretaria de Estado do Trabalho e Bem-Estar Social de Roraima (SETRABES) promovem na terça e quarta-feira (5 e 6), a partir das 9h, a grafitagem de um muro em Boa Vista (RR), com a participação mulheres venezuelanas e brasileiras.

Depois de três dias na estrada, refugiados sul-sudaneses chegam ao recém-construído campo de Gure Shembola, na Etiópia. Foto: ACNUR/Diana Diaz

ONU lamenta decisão dos EUA de se retirar de pacto global sobre migração

O presidente da Assembleia Geral da ONU, Miroslav Lajčák, lamentou no domingo (3) a decisão do governo norte-americano de se retirar do processo de elaboração de um pacto global para uma migração segura, ordenada e regular, de acordo com comunicado emitido por seu porta-voz.

Segundo ele, a migração é um fenômeno global que demanda uma resposta global, enquanto o multilateralismo permanece como a melhor forma de enfrentar desafios. “As Nações Unidas não deveriam perder esta oportunidade de melhorar as vidas de milhões de pessoas no mundo inteiro”, disse.

Iniciativa busca desenvolver capacidades de trabalhadores rurais para aumentar e qualificar sua produção (agrícola e não agrícola). Foto: Programa Semear

Fundo agrícola da ONU e Slow Food capacitarão agricultores familiares do semiárido brasileiro

O Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) firmou ao final de novembro (29) um acordo com a associação Slow Food e o projeto Semear Internacional para levar mais assistência a produtores rurais do semiárido nordestino e mineiro. Parceria prevê atividades de consultoria para o desenvolvimento de produtos que serão incluídos na Arca do Gosto, catálogo de pratos e alimentos com potencial comercial. Cooperação também incluirá capacitações em gastronomia.

Amina J. Mohammed, vice-secretária-geral da ONU, junto a Tokyo Sexwale, um dos membros da Fundação Nelson Mandela, no local onde Mandela e seus companheiros estiveram encarcerados durante quase duas décadas. Foto: cortesia de Obed Zilwa/Fundação Nelson Mandela

‘Longa caminhada para liberdade’ das mulheres e meninas não acabou, diz vice da ONU na África do Sul

Para Amina Mohammed, debate sobre o tema deve começar em lares e comunidades. “Assim como o mundo se uniu para apoiar o fim da subjugação com base na raça neste grande país, hoje precisamos nos unir para criar um novo movimento que lute pela verdadeira igualdade, em todos os lugares”, disse. Em Joanesburgo, vice-secretária-geral das Nações Unidas também chamou a atenção internacional para necessidade de apoio ao Zimbábue.

Uma das bombas de água manual em torno do leste de Ghouta serve como uma das poucas fontes de água na área sitiada. A água não é testada nem purificada por falta de recursos, devido à insegurança. Foto: UNOCHA

Síria: negociações apoiadas pela ONU seguem até meados de dezembro

Não será “apenas uma rodada normal de negociações”. Esta é a análise de Staffan de Mistura, o enviado especial das Nações Unidas para a Síria, que insistiu que não deve haver condições prévias para a atual rodada de discussões destinadas a resolver o conflito sírio. A guerra já dura mais de seis anos e resultou em um imenso sofrimento humano. “Estamos falando sobre as regras do jogo e, portanto, reafirmamos: sem pré-condições.”

Eliminação da transmissão vertical do HIV e da sífilis coloca Caribe no rumo certo para erradicar a AIDS como ameaça de saúde de pública até 2030. Foto: OPAS

Seis países e territórios caribenhos eliminam transmissão do HIV e sífilis de mãe para filho

Seis países e territórios caribenhos — Anguilla; Antígua e Barbuda; Bermudas; Ilhas Cayman; Montserrat; e São Cristóvão e Névis — foram certificados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como livres da transmissão do HIV e da sífilis de mãe para filho, a chamada transmissão vertical. Reconhecimento da eliminação foi anunciado na última sexta-feira (1º), Dia Mundial contra a AIDS.

Pacientes recebem terapia antirretroviral no Quênia. Foto: Observatório Africano de Saúde / OMS

Agências da ONU alertam para acesso desigual a serviços de HIV

Em pronunciamento no Dia Mundial contra a AIDS, observado em 1º de dezembro, o chefe do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Achim Steiner, alertou que, das 36,7 milhões de pessoas vivendo com HIV, 15,8 milhões ainda não têm acesso ao tratamento antirretroviral. Também por ocasião da data, a diretora-executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka, lembrou que, a cada quatro minutos, três mulheres jovens são infectadas com HIV.