Plenário da Câmara dos Deputados do Brasil. Foto: Agência Brasil/Wilson Dias

Brasil é 3º país da América Latina e Caribe com menor participação de mulheres na Câmara dos Deputados

O Brasil tem o terceiro pior índice de participação feminina na Câmara dos Deputados de toda a América Latina e Caribe. No país, somente 9,9% das cadeiras do organismo legislativo — ou 51 dos 513 postos — são ocupadas por mulheres. Proporção brasileira fica bem abaixo da média regional (28,7%), e está à frente apenas da taxa de Belize (3,1%) e do Haiti, onde nenhuma mulher é deputada.

Dados são do anuário estatístico de 2016 publicado pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL).

Foto: Pixabay/CCO

OMS registra aumento de casos de depressão em todo o mundo; no Brasil são 11,5 milhões de pessoas

Relatório global lançado pela Organização Mundial da Saúde aponta que o número de casos de depressão aumentou 18% entre 2005 e 2015: são 322 milhões de pessoas em todo o mundo, a maioria mulheres. No Brasil, a depressão atinge 11,5 milhões de pessoas (5,8% da população), enquanto distúrbios relacionados à ansiedade afetam mais de 18,6 milhões de brasileiros (9,3% da população).

UNESCO abre chamada de inscrições para rede de cidades que promovem indústria criativa. Foto: UNESCO

UNESCO recebe inscrições para rede de cidades que promovem cultura e indústrias criativas

Até 16 de junho, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) recebe inscrições de municípios que queiram fazer parte da Rede de Cidades Criativas da agência da ONU. O grupo reúne atualmente 116 centros urbanos de 54 países. Com a participação na iniciativa, as cidades se comprometem a colocar as indústrias criativas e culturais no centro dos planos de desenvolvimento locais.

Gilbert Fossoun Houngbo, ex-primeiro-ministro do Togo, foi nomeado presidente do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA). Foto: UNAIDS

UNAIDS elogia nomeação de ex-primeiro-ministro do Togo para presidência de fundo agrícola da ONU

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) elogiou a recente escolha do ex-primeiro-ministro do Togo, Gilbert Fossoun Houngbo, para a presidência do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA). A agência da ONU expressou otimismo com as possibilidades de cooperação com Houngbo que, à frente do FIDA, liderará a capacitação de populações rurais para reduzir a pobreza e a fome, conquistas consideradas essenciais para uma resposta eficaz à epidemia de HIV/AIDS.

Segundo UNICEF, 1,4 milhão de crianças estão em risco iminente de morte por desnutrição aguda grave na Somália, Sudão do Sul, Iêmen e Nigéria. Foto: UNICEF

ONU precisa de US$ 4,4 bilhões para atender 20 milhões de pessoas que passam fome em 4 países

O secretário-geral da ONU, António Guterres, alertou na quarta-feira (22) que mais de 20 milhões de pessoas estão passando fome no Sudão do Sul, na Somália, no Iêmen e na região nordeste da Nigéria. O chefe das Nações Unidas informou que, para ‘evitar uma catástrofe’, o organismo internacional precisa de pelo menos 4,4 bilhões de dólares até o final de março. ONU só recebeu 90 milhões de dólares.

Foto: Agência Brasil / Elza Fiúza

UNICEF elogia aprovação pela Câmara de PL que protege jovens na hora de prestar depoimento

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) no Brasil parabenizou a Câmara dos Deputados pela aprovação na terça-feira (21) do projeto de lei (PL) 3792/2015, que cria um sistema de garantia de direitos para crianças e adolescentes que foram testemunhas ou vítimas de violência. A agência da ONU considera que a medida previne a revitimização que ocorre atualmente quando esses jovens precisam narrar os fatos diversas vezes.

Organização de megaeventos esportivos por abrir brechas para corrupção. Foto: PEXELS

Sediar eventos esportivos pode abrir brechas para corrupção em larga escala, diz UNODC

Em participação no II Fórum Internacional para a Integridade do Esporte, realizado na semanada passada (15), em Lausanne, o diretor-executivo do Escritório da ONU sobre Drogas e Crime (UNODC), Yury Fedotov, alertou que práticas ilícitas, como partidas arranjadas e apostas ilegais, ameaçam a credibilidade das competições e estão associadas a lavagem de dinheiro e outras formas de crime organizado.

Pecuarista no norte da Somália, região atingida duramente pela seca. Ele perdeu quase metade de seu rebanho de ovelhas, de um total de 70 animais. Foto: UNICEF / Sebastian Rich

‘Não há tempo a perder’ em meio a avanço de catástrofe humanitária na Somália, alerta ONU

Alerta é do UNICEF e do Programa Mundial de Alimentos. A situação das crianças é particularmente preocupante: estima-se que 1 milhão delas estejam desnutridas só esse ano, incluindo 185 mil desnutridas e com necessidade de apoio imediato. Há também temores graves de que este número poderia aumentar para 270 mil nos próximos meses. António Guterres pediu luta contra a fome no topo da agenda do novo governo.

Casa Branca ornamentada para marcar o Dia Mundial de Luta contra a AIDS. Imagem de 2012. Foto: Flickr (CC)/Ted Eytan

Novas infecções por HIV caem 18% nos EUA

De 2008 a 2014, o número de novas infecções por HIV teve uma queda de 18% nos Estados Unidos. Entre pessoas que usam drogas injetáveis no país, a redução foi ainda maior — 56%. No mesmo período, contudo, alguns segmentos populacionais, como o dos homens que fazem sem com homens, registraram estagnação e até mesmo um aumento do índice de novas transmissões.

Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) pediu iniciativas para atender grupos mais suscetíveis à epidemia.

Homem resgatado do trabalho escravo no interior do Maranhão - Foto: Marcello Casal/ABr

Mudanças na legislação sobre trabalho escravo podem levar a retrocessos, diz procurador

Após seis anos à frente do Ministério Público do Trabalho (MPT) do Mato Grosso, o procurador Thiago Gurjão critica tentativas de alterar legalmente o atual conceito de trabalho análogo à escravidão. Em entrevista à Organização Internacional do Trabalho (OIT), o magistrado considera que apenas a mobilização e a conscientização da população podem impedir o que descreveu como um retrocesso.

Criança se lava em Kallayanpur, um bairro pobre de Bangladesh. Foto: David McKelvey (CC)

Em plataforma global, UNESCO divulga informações sobre uso de recursos hídricos

O Programa Hidrológico Internacional da UNESCO lançou recentemente uma nova plataforma online e aberta com dados sobre ciclos da água, bacias hidrográficas, pluviometria, reservatórios de lençóis freáticos, irrigação e outros outros temas. Portal permite a usuários criar mapas personalizados com conteúdos sobre diferentes regiões do mundo e informações atualizadas sobre abastecimento, consumo, clima, desafios ecológicos e riscos de desastres.

Uso de tecnologias digitais na educação é tema de nova publicação da UNESCO. Foto: Presidencia da República/Ricardo Stuckert

UNESCO lança livro sobre métodos para avaliar uso de tecnologias na educação

Em parceria com a Fundação Telefônica Vivo, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) lançou nesta semana (20) o livro “Experiências Avaliativas de Tecnologias Digitais na Educação”. A publicação aborda iniciativas do Brasil, França, Chile, Uruguai e Argentina para medir o impacto das novas tecnologias de informação e comunicação (TICs) em projetos pedagógicos.

Jovem com seu recipiente para coletar água em um campo de proteção de civis em Bentiu, no Sudão do Sul. Foto: UNICEF / Holt

Crise alimentar atinge 2 milhões de refugiados em 10 países da África, alerta ONU

De acordo com duas agências da ONU – o Programa Mundial de Alimentos (PMA) e a Agência para Refugiados (ACNUR) –, suplementos alimentares foram consideravelmente reduzidos – em alguns casos em até 50% – em grandes operações de assistência nos Camarões, Chade, Quênia, Mauritânia, Sudão do Sul e Uganda. Já em Burkina Faso, Djibuti, Burundi e Etiópia, houve cortes em refeições fortificadas com micronutrientes.

Foto: PMA

Centro da ONU coordena estudo sobre alimentação escolar na África

Sob a coordenação do Centro de Excelência contra a Fome da ONU, o Economic Policy Research Institute (EPRI) da África do Sul está realizando uma pesquisa sobre alimentação escolar em todos os Estados-membros da União Africana. Nos dois primeiros meses de 2017, a instituição visitou Cabo Verde, Senegal, Sudão e Etiópia. Organismo também avaliará iniciativas nacionais na área através de questionários.

Zahrah, uma viúva e mãe de oito filhos deslocadas pela guerra, senta em um abrigo improvisado em Sanaa, no Iêmen. Foto: ACNUR/Mohammed Hamoud

ACNUR: crise humanitária no Iêmen está ‘além de qualquer catástrofe já vista’

No Iêmen, 14,1 milhões de pessoas passam fome e 3,1 milhões de iemenitas são considerados deslocados internos por conta da guerra que afeta o país desde março de 2015. Dois terços da população de 27 milhões de habitantes dependem de assistência externa. A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) recebeu apenas 1% dos 99,6 milhões de dólares solicitados a doadores internacionais para socorrer pessoas vulneráveis em 2017.

UNESCO pede respeito à diversidade linguística em Dia Internacional da Língua Materna. Foto: UNESCO

UNESCO: diálogo e cooperação internacional dependem do respeito à diversidade linguística

Em mensagem para o Dia Internacional da Língua Materna, lembrado nesta terça-feira (21), a diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Irina Bokova, pediu que países se comprometam a promover uma educação de qualidade para todos. Para chefe da agência da ONU, o aprendizado de línguas é uma “promessa de paz, inovação e criatividade”.

Representantes de agências da ONU e do governo do Acre discutiram possíveis parcerias em saúde, educação de jovens e empreendedorismo sustentável. Foto: SECOM/Sérgio Vale

Agências da ONU visitam Acre para discutir parcerias em saúde e empreendedorismo sustentável

Em visita ao Acre dos dias 15 a 17 de fevereiro, agências das Nações Unidas discutiram futuras parcerias com o estado para promover o crescimento econômico sustentável, bem como o acesso a educação, serviços de saúde e medicamentos. Organismos da ONU querem inserir unidade federativa no mercado internacional de preservativos e fármacos, além de estimular participação de jovens em negócios ecologicamente responsáveis.

As modificações que fez serão ignoradas se navegar para fora desta página.Tem certeza de que deseja atualizar esta página?

UNICEF: número de mortes no Mediterrâneo Central aumenta quase 13 vezes em um ano

Pelo menos 1.354 migrantes e refugiados morreram afogados no Mediterrâneo de novembro de 2016 até o final de janeiro de 2017, um recorde de fatalidades. Entre as vítimas, estavam pelo menos 190 crianças.

A maioria dos falecimentos ocorreu na rota que passa pela região central do oceano e liga a Itália à Líbia. Foram 1.191 afogamentos, número quase 13 vezes maior que o registrado durante o mesmo período em 2015-2016.

Em São Paulo, crianças refugiadas recebem atendimento médico e material escolar

O Museu da Imigração, um dos marcos da história dos estrangeiros no Brasil, se transformou no final de semana retrasado em um centro de assistência para crianças refugiadas. Cerca de 150 meninos e meninas de Angola, República Democrática do Congo, Nigéria, Síria, Jordânia, Palestina, Iêmen e Irã foram atendidos por pediatras e dentistas e receberam materiais escolares para começar o novo ano letivo.

Iniciativa é da organização não governamental ‘I Know My Rights’ (IKMR), parceira da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), e da instituição “Por Um Sorriso”.