Foto: UNODC

Agência da ONU incentiva ONGs brasileiras a adotar esporte para prevenir crime entre jovens

Como parte de seus esforços globais para promover o esporte na prevenção do crime juvenil, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) oferece apoio, por meio de doações, a iniciativas locais de organizações não governamentais. Uma das ações selecionadas foi lançada recentemente no bairro da Cidade de Deus, no Rio de Janeiro.

A ONG brasileira Instituto Companheiros das Américas (ICA) está implementando o Programa Vencer, que liga esportes à empregabilidade através do treinamento de habilidades empreendedoras para jovens em situação de risco. A iniciativa visa ajudar jovens a desenvolver habilidades necessárias para ingressar no mercado de trabalho ou reingressar no sistema de educação formal, fortalecendo sua resiliência ao crime e à violência, ao mesmo tempo em que apoia a comunidade como um todo.

O FMI prevê crescimento de 2,3% para a economia brasileira este ano. Foto: EBC

FMI: demanda doméstica tem impulsionado retomada do crescimento na América Latina

O crescimento na América Latina e no Caribe está sendo retomado, graças à demanda doméstica mais forte. O ambiente global mais favorável também ajudou ao recuperar o preço das matérias-primas. Mas para garantir um crescimento mais durável com benefícios disseminados, a região precisa investir mais em setores-chave, como infraestrutura e educação, para impulsionar a produtividade no longo prazo, disse o Fundo Monetário Internacional (FMI) em relatório publicado na sexta-feira (11).

Onesimo Jerônimo Santos e seu filho participaram do concurso Pais brasileiros, exposição fotográfica que mostra como é ser pai no Brasil. Iniciativa é apoiada pela ONU Mulheres Brasil e pela Embaixada da Suécia e promovida pelo movimento ElesPorElas. Foto: ONU Mulheres

Em São Paulo, ONU inaugura exposição no metrô sobre paternidade e igualdade de gênero

A ONU Mulheres e a missão diplomática da Suécia inauguraram nesta terça-feira (15), em São Paulo, a exposição “Pais presentes: a paternidade ativa na Suécia e no Brasil”. Mostra fotográfica, instalada na estação Paraíso do metrô, aborda a divisão das tarefas entre o pai e a mãe na criação dos filhos. Iniciativa é do movimento ElesPorElas, das Nações Unidas, que busca trazer homens para a luta contra as disparidades entre eles e as mulheres.

Foto: Ben Lecomte

ONU Meio Ambiente lista 10 modalidades esportivas que estão combatendo a poluição por plástico

De mergulhadores que coletam resíduos do fundo do mar a corredores que pegam lixo enquanto correm, atletas e entusiastas dos esportes estão unindo forças para enfrentar a onda de poluição por plásticos que está envenenando os oceanos do mundo.

A ONU Meio Ambiente listou dez iniciativas de diferentes modalidades esportivas do mundo engajadas no combate à poluição por plásticos.

Entissar, refugiada sudanesa, chega a Thal-Marmoutier, vilarejo no leste da França. Foto: ACNUR/Benjamin Loyseau

Vilarejo francês abre as portas para refugiados de países da África

Em um dia de inverno no vilarejo de Thal-Marmoutier, leste da França, um grupo de refugiados de países da África caminha pela neve, muitos deles pela primeira vez em suas vidas. Os 56 homens, mulheres e crianças moram num convento de freiras franciscanas e recebem assistência da ONG France Horizon. Na cidade de 800 moradores, a população recém-chegada encontrou amizade, apoio e uma oportunidade de reconstruir suas vidas.

Programas de alimentação escolar podem fortalecer agricultura local e garantir que crianças frequentam o colégio. Foto: PMA / Vinícius Limongi

Brasil e FAO promovem encontro regional no Panamá sobre alimentação escolar

Evento reúne delegações dos 13 países que recebem apoio do Brasil para melhorar o fornecimento de refeições em centros de ensino. Desde 2009, a FAO e o governo brasileiro mantêm um programa de cooperação para difundir boas práticas em alimentação escolar. Atualmente, o projeto é implementado em Belize, Costa Rica, El Salvador, Granada, Guatemala, Guiana, Honduras, Jamaica, Paraguai, Peru, República Dominicana, Santa Lúcia e São Vicente e Granadinas.

Daniel Nagel (à esquerda), presidente da YAA, conheceu ativistas e jovens brasileiros que atuam na resposta ao HIV e à AIDS. Foto: YAA

ONG alemã seleciona brasileiros para conferência internacional sobre AIDS em Amsterdã

“Somos a geração que pode acabar com a AIDS. Mas, para atingir esse objetivo, precisamos de uma nova geração de lideranças”. A declaração é do ativista Daniel Nagel. Aos 26 anos, ele é presidente da Youth Against AIDS (Jovens contra a AIDS), uma organização sem fins lucrativos que nasceu há 8 anos na Alemanha.

A ONG, conhecida pela sigla YAA, está selecionando brasileiros que queiram participar da 22ª Conferência Internacional sobre AIDS. Evento acontece em julho, em Amsterdã. Prazo para inscrição em programa de bolsas é 20 de maio.

ONU Mulheres e Metrô de SP promovem caça aos livros sobre igualdade gênero; inscrições até 16 de maio

No dia 25 de maio, a ONU Mulheres e o Metrô de São Paulo realizarão, pela primeira vez, a Caça aos Livros ElesPorElas (HeForShe). Uma das estações da rede de transporte público será transformada em palco de um jogo onde os participantes deverão encontrar cópias do livro “Malala: a menina que queria ir para a escola”, da brasileira Adriana Carranca. Brincadeira premiará competidores com outras obras, assinadas por atrizes e personalidades, como a britânica Emma Watson.

Foto: PNUD/Tiago Zenero

Banco Mundial: Brasil precisa avançar na inclusão social e econômica das mulheres

O Brasil ainda precisa avançar na elaboração de leis que garantam a plena participação econômica das mulheres, segundo relatório do Banco Mundial cuja versão em português foi divulgada nesta segunda-feira (14) no Rio de Janeiro.

O documento alertou para o fato de a legislação brasileira ainda não estabelecer licença parental, medida que poderia incentivar a divisão de tarefas de cuidados com a família. O sistema de licença parental, hoje adotado em 58 economias mas não no Brasil, permite que o tempo de licença conjunta seja repartido entre o pai e a mãe.

Além disso, as leis brasileiras ainda não estabelecem a igualdade de remuneração para o trabalho dos homens e mulheres que exercem a mesma função, salientou o organismo internacional.

Projetos de energia renovável e de eficiência energética nos países em desenvolvimento pode apoiar o Acordo de Paris, segundo relatório da ONU Meio Ambiente. Foto: EBC

OIT prevê que 24 milhões de empregos serão criados na economia verde no mundo até 2030

Ao menos 24 milhões de novos postos de trabalho serão criados no mundo até 2030 se as políticas certas para promover uma economia verde forem implementadas, afirma novo relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT) divulgado nesta segunda-feira (14).

De acordo com a publicação, a ação para limitar o aquecimento global a dois graus Celsius resultará na criação de empregos muito maior do que o necessário para compensar as perdas de 6 milhões de postos de trabalho em outros setores.

Enfermeira e mãe de recém-nascido checam respiração de bebê em hospital próximo a Lakewood, em Washington, nos Estados Unidos. Foto: Exército dos Estados Unidos/Suzanne Ovel

ONU defende protagonismo da enfermagem na atenção primária

Ampliar o papel das enfermeiras e enfermeiros na atenção primária é uma solução inteligente para expandir e melhorar o atendimento à população, sobretudo em áreas com escassez de equipes de saúde. É o que propõe a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) em relatório divulgado nesta sexta-feira (11), véspera do Dia Internacional da Enfermagem, lembrado em 12 de maio.

Atualmente, na região das Américas, a agência da ONU estima que faltam cerca de 800 mil profissionais de saúde para levar cuidados a todos.

Imagem: Livres & Iguais

Mães pela Diversidade saem do armário para enfrentar LGBTIfobia contra os filhos

No Dia das Mães, a campanha da ONU Livres & Iguais entrevista duas integrantes do grupo Mães pela Diversidade, movimento de familiares de pessoas LGBTI que se uniram contra a discriminação.

Confira o novo vídeo da iniciativa das Nações Unidas e leia abaixo a íntegra da conversa com a musicista e produtora cultural Mônica Monteiro, mãe de quatro filhos, incluindo duas lésbicas, e Suzana Stigger, terapeuta ayurvédica e mãe de um menino trans.

O seminário, promovido pela FGV EPGE e o Grupo Mundial, tem por objetivo discutir aspectos econômicos, históricos e jurídicos da desigualdade de gênero no Brasil. Foto: PNUD

Banco Mundial e FGV promovem seminário no Rio sobre mulheres e economia no Brasil

O Banco Mundial e a Escola Brasileira de Economia e Finanças da Fundação Getulio Vargas (FGV-EPGE) realizam na segunda-feira (14) no Rio de Janeiro o seminário “Mulheres, Empresas e o Direito 2018: Igualdade de gênero e inclusão econômica”.

O evento tem por objetivo discutir aspectos econômicos, históricos e jurídicos da desigualdade de gênero no Brasil, bem como trazer uma análise comparativa regional e global e apontar possíveis caminhos para a redução de barreiras à participação econômica das mulheres.

Preservação de patrimônio documental será um dos temas de destaque de seminário em BH. Foto: Comitê brasileiro do Programa Memória do Mundo

No Brasil, comitê realiza oficinas gratuitas sobre como participar de programa de patrimônio da UNESCO

Em maio e junho, o comitê brasileiro do programa Memória do Mundo, da UNESCO, realiza oficinas gratuitas em diferentes regiões do país para orientar instituições que queiram propor a candidatura de patrimônios documentais junto à iniciativa. Acervos selecionados integrarão o registro nacional do projeto da agência da ONU. Prazo para envio de candidaturas se encerra em 31 de julho.

O projeto promove capacitações de assistente de cozinha para travestis, mulheres e homens transexuais em situação de vulnerabilidade. Foto: OIT

MPT e OIT se unem em projeto pela empregabilidade trans com chef Paola Carosella

O projeto “Empregabilidade de Pessoas Trans – Cozinha & Voz” realizará na próxima terça-feira (15) a cerimônia de formatura da segunda edição de uma capacitação de assistente de cozinha para travestis, mulheres e homens transexuais em situação de vulnerabilidade. O evento acontecerá às 10h no Auditório do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, em São Paulo.

Trata-se de uma ação conjunta do Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT). A chef de cozinha Paola Carosella atua como coordenadora do curso, que é realizado na entidade de ensino profissionalizante Faculdade Hotec.

Batata frita coberta com queijo. Foto: (CC)

ONU declara guerra às gorduras trans e saturadas

Consumo inadequado de gorduras é uma das causas de doenças cardiovasculares, que provocam 17 milhões de mortes por ano, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Para diminuir o número de mortes e melhorar a qualidade de vida das pessoas, a agência da ONU defende reduzir a proporção de gorduras saturadas e trans na alimentação de adultos e crianças. Segundo a instituição, ingestão desses nutrientes deve responder por apenas 10% do total diário de necessidades calóricas.

Fabrício Dom, refugiado congolês que vive no Rio de Janeiro, trabalha no quadro ‘Emigração’, exibido na mostra ‘Arte e Refúgio no Brasil’, de 2011. Foto: ACNUR/L.F.Godinho

Comitê nacional lança concurso de arte para refugiados vivendo no Brasil

Até 15 de junho, o Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE) recebe inscrições para o concurso “Fazendo Arte no Conare: Mobilidade Humana em Arte”. Iniciativa visa reconhecer e premiar obras artísticas realizadas ou que serão executadas por refugiados no Brasil. Interessados em participar devem ter a situação de refúgio reconhecida pelo governo brasileiro. Inscrições podem ser feitas pela Internet ou por correio.

Esperanza é uma designer de moda da República Democrática do Congo. Foto: ACNUR/Samuel Otieno

Estudo da ONU revela impacto positivo dos negócios de refugiados nas economias locais

Esperanza Tabisha, uma designer de moda refugiada da República Democrática do Congo (RDC), está confeccionando suas últimas criações em sua pequena loja no campo de refugiados de Kakuma, no noroeste do Quênia.

Esperanza faz parte de um estudo inovador da Corporação Financeira Internacional (CFI) e da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), segundo o qual muitos refugiados não são apenas receptores passivos de ajuda, mas contribuem para as atividades econômicas das comunidades locais.

Segundo dados de 2014 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), negros e negras, o que inclui pardos e pretos, compõem 53,6% da população brasileira. Foto: EBC

UNESCO e parceiro anunciam vencedores de concurso de vídeos sobre comunidades afrodescendentes

O programa IberCultura Viva divulgou na terça-feira (8) os dez vídeos selecionados no Concurso de curtas-metragens “Comunidades Afrodescendentes: Reconhecimento, Justiça e Desenvolvimento”. Entre os selecionados, estão cinco vídeos do Brasil, três da Argentina e dois do Chile. Os vencedores receberão prêmios de 500 dólares.

Lançado pelo programa de cooperação intergovernamental IberCultura Viva e pelo escritório de representação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil, o concurso teve como objetivo selecionar vídeos que promovessem uma reflexão sobre as comunidades afrodescendentes e a busca do pleno exercício de seus direitos culturais.

OPAS/OMS recomenda fortalecimento de vacinação e vigilância após mais de mil casos de sarampo confirmados nas Américas. Foto: EBC

OMS recomenda fortalecimento de vacinação e vigilância após mais de 1 mil casos de sarampo nas Américas

No Brasil, há um surto em andamento nos estados de Roraima (81 casos confirmados, dos quais 55 venezuelanos, 24 brasileiros, um guianense e um argentino) e do Amazonas (22 casos confirmados, todos brasileiros). Além disso, foi confirmado um caso no estado do Rio Grande do Sul, em uma brasileira que havia visitado vários países na Europa.

Para enfrentar o surto, o Ministério da Saúde do país, em coordenação com os governos estaduais e municipais, está conduzindo atividades de vacinação, vigilância epidemiológica, fortalecimento da rede de laboratórios, comunicação de risco e capacitação de profissionais em manejo de casos de sarampo. O relato é da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS).

Agricultores brasileiros estão utilizando técnicas orgânicas envolvendo leguminosas que reduzem os custos e combatem as mudanças climáticas. Foto: EMBRAPA

Agricultores brasileiros unem-se a cientistas nucleares para utilizar fertilizantes orgânicos

Agricultores brasileiros estão trabalhando com cientistas nucleares para utilizar técnicas de agricultura orgânica com o objetivo de aumentar sua produtividade e reduzir as emissões de carbono, em um projeto coordenado pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) em cooperação com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Diante do alto custo dos fertilizantes contendo nitrogênio sintético, agricultores brasileiros estão utilizando fixação biológica de nitrogênio (FBN). Essa técnica, conhecida como adubação verde, envolve a captura de nitrogênio do ar, sem o uso de fertilizantes químicos.

Alicia Bárcena durante o 37º Período de Sessões da CEPAL. Foto: CEPAL/Ministério das Relações Exteriores de Cuba/ProCuba

CEPAL diz que desigualdades sociais reforçam discriminação por classe, gênero e raça

A chefe da Comissão Econômica das Nações Unidas para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, cobrou na terça-feira (8) que países da região abandonem “uma cultura de privilégios”, responsável por naturalizar desigualdades nas relações sociais. Em pronunciamento em Havana para a reunião bienal mais importante da agência da ONU, a dirigente lembrou que disparidades agravam discriminação contra negros, indígenas e mulheres.

Na África, pela primeira vez, o acesso está crescendo mais depressa do que a população. Foto: Banco Mundial/John Hogg

ONU e parceiros lançam estudo sobre progressos no setor de energia

Novo estudo mede avanços no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 7, que avalia temas como fontes renováveis e acesso a eletricidade.

O documento destaca que ainda falta aumentar o uso de energias renováveis para transporte e aquecimento. Ambos os setores respondem por 80% do consumo em todo o mundo.

Nesse indicador, o Brasil se destacou nos últimos anos. Foi o único país, entre os 20 maiores consumidores de energia, que ultrapassou consideravelmente a média global do uso de renováveis em todas as utilizações: eletricidade, transportes e aquecimento.

A caatinga, uma vegetação rala e frágil, ocupa 10% do território brasileiro. Foto: EBC

Organizações comunitárias da Caatinga e Cerrado debatem produção ecológica em Brasília

Até amanhã (10), 85 organizações com projetos ecológicos na Caatinga e no Cerrado estarão reunidas em Brasília para discutir práticas de conservação ambiental que geram crescimento e renda. Com a participação do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), encontro é palco de apresentações sobre iniciativas comunitárias de agricultores familiares e extrativistas.

Trânsito em São Paulo. Foto: Fotos Públicas / Oswaldo Corneti

ONU lança publicação em português com medidas técnicas para segurança no trânsito

A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) divulgou nesta quarta-feira (9) a versão em português da publicação “Salvar Vidas”, que apresenta um pacote de medidas técnicas para a segurança no trânsito com base em evidências científicas. Essa ferramenta tem o objetivo de apoiar os tomadores de decisão e os profissionais que atuam na área nos esforços para reduzir significativamente o número de mortes e lesões nas vias.

Algumas metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) visam reduzir, ao menos pela metade, o número de mortos e feridos no trânsito até 2020, bem como oferecer sistemas de transportes seguros, acessíveis e sustentáveis para todos até 2030. Evidências científicas comprovam, por exemplo, que um aumento de 5 km/h acima da média de 60 km/h em áreas urbanas é o suficiente para dobrar o risco de acidentes fatais.

O trabalho infantil na América Latina e no Caribe caiu pela metade desde 2000, mas ainda há desafios. Foto: EBC

Países latino-americanos e caribenhos buscam acelerar combate ao trabalho infantil

O trabalho infantil na América Latina e no Caribe caiu pela metade desde 2000, mas ainda persiste o desafio de elaborar estratégias para melhorar as possibilidades de desenvolvimento e as chances de vida das 10,5 milhões de crianças ainda afetadas por essa situação na região.

A conclusão é de representantes de uma rede de 28 países latino-americanos e caribenhos, que se reuniram na terça-feira (8) em evento realizado na sede do escritório regional da Organização Internacional do Trabalho (OIT) em Lima, no Peru.

Jogador português Cristiano Ronaldo. Foto: Flickr (CC)/RCuerda29

ARTIGO: Quando pensamos em migrantes, por que não incluir Einstein e Cristiano Ronaldo?

Em artigo publicado na imprensa britânica, o pesquisador da Organização Internacional para as Migrações (OIM), Jasper Dag Tjaden, lembra que estrelas do futebol, gênios da ciência e astros de Hollywood estão entre os 258 milhões de migrantes espalhados pelo mundo. Mas personalidades famosas não são vistas da mesma maneira que outros indivíduos e trabalhadores que cruzam fronteiras, o que mostra como as percepções sobre os fenômenos migratórios estão distorcidas.

Secretário-geral da ONU visitou o centro de Havana. Foto: CEPAL

Em Cuba, chefe da ONU elogia ‘corajosa visão’ de desenvolvimento da América Latina

O chefe das Nações Unidas, António Guterres, enfatizou na terça-feira (9) o papel central que a América Latina e o Caribe têm em garantir uma “globalização justa” que não deixe ninguém para trás.

Em discurso durante uma sessão da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), iniciada em Cuba na segunda-feira (8), Guterres disse que o fórum “é central para apoiar os países da região na implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”.

Dohuk, Iraque. Foto: OCHA/Gwen McClure

ONU alerta para altas temperaturas registradas em abril no mundo

Fortes tempestades na Índia e temperaturas recordes no Paquistão são um indicador de que eventos mais extremos estão acontecendo globalmente devido às mudanças climáticas, disseram especialistas das Nações Unidas na sexta-feira (4).

Segundo a Organização Meteorológica Mundial (OMM), o Paquistão teve na semana passada a temperatura mais quente já registrada em abril. Uma estação meteorológica na cidade de Nawabshah registrou 50,2 graus Celsius na segunda-feira (30).

Biblioteca da ONU leva o nome do ex-secretário-geral das Nações Unidas, Dag Hammarskjöld. Foto: ONU

Portugal faz doação de livros para biblioteca da ONU em dia da língua portuguesa

O governo de Portugal doou no último final de semana cerca de 200 livros para a Biblioteca da ONU, localizada na sede do organismo internacional, em Nova Iorque.

Capitaneada pelo Instituto Camões da Cooperação e da Língua, inciativa foi uma das atividades do país europeu para comemorar o Dia da Língua Portuguesa, celebrado em 5 de maio. Idioma é falado por mais de 260 milhões de pessoas nos cinco continentes e em nove países.

Encontro de fundações e empresas discutiu engajamento filantrópico no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Foto: PNUD

PNUD mobiliza empresas e instituições filantrópicas do Brasil para cumprir metas globais de desenvolvimento

Em São Paulo, a Plataforma de Filantropia do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) reuniu representantes de empresas e fundações para debater o papel do setor privado no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, os ODS. Realizado na semana passada na sede da ONG Comunitas, encontro discutiu futuras parcerias nas áreas de educação, combate às disparidades sociais e justiça e instituições eficazes.

O secretário-executivo da Rede Brasil do Pacto Global, Carlo Pereira. Foto: Rede Brasil do Pacto Global/Fellipe Abreu

Número de signatários da Rede Brasil do Pacto Global sobe 8% em 2017

As principais atividades da Rede Brasil do Pacto Global no ano passado estão disponíveis no Relatório Anual 2017, divulgado no fim de abril (25). A publicação mostrou que a rede passou de 695 para 751 signatários no ano passado, um aumento de 8% frente a 2016.

O Pacto Global é uma iniciativa desenvolvida pelo ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan com o objetivo de mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores fundamentais e internacionalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.

Burundi aprovou oficialmente sua política nacional de alimentação escolar. Foto: PMA

Centro da ONU apoia política de alimentação escolar do Burundi

O governo do Burundi realizou no fim de abril (30) um workshop para validar sua política nacional de alimentação escolar. O evento reuniu atores do setor no país, que discutiram as principais linhas de ação previstas nas políticas, fizeram recomendações e contribuíram para o planejamento dos próximos passos.

O Centro de Excelência contra a Fome — fruto de parceria entre o governo brasileiro e o Programa Mundial de Alimentos (PMA) — foi representado no evento por Nadia Goodman, que apresentou experiências de outros países que podem ser referência para a implementação de programas sustentáveis de alimentação escolar no país. A política nacional foi desenvolvida com apoio técnico do Centro de Excelência.