Guterres em discurso na COP23. Foto: Reprodução de vídeo

Chefe da ONU pede mais ambição, liderança e parceria na ação pelo clima

Em discurso na conferência climática da ONU (COP23) que ocorre em Bonn, na Alemanha, nesta quarta-feira (15), o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, pediu mais ambição, liderança e parcerias para combater as mudanças climáticas.

“Nosso dever — em relação a cada um de nós e às futuras gerações — é aumentar a ambição”, disse Guterres na abertura do evento de alto-nível da COP23, que tem a participação de chefes de Estado e de governo, incluindo a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente francês, Emmanuel Macron.

Semana da Diversidade da UFRJ reuniu ativistas, comunidade acadêmica e representantes de organismos internacionais. Foto: UNIC Rio/Pedro Andrade

ONU defende direitos da população negra e LGBTI em evento universitário sobre diversidade

Com participação das Nações Unidas, a Semana de Diversidade da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) reuniu alunos, ativistas e especialistas na última sexta-feira (10) para o debate “Questões de gênero e sexualidade na sociedade contemporânea”.

Atividade discutiu desafios enfrentados pelas mulheres e pelas pessoas LGBTI, sobretudo num contexto de acirramento da intolerância. Representante do Escritório do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos (ACNUDH) divulgou iniciativas para combater a discriminação.

Uma avô cuida da neta em Moçambique. Foto: ONU

Organismos da ONU planejam projeto de conscientização sobre saúde em Moçambique

Para melhorar a nutrição das crianças de Moçambique, o Programa Mundial de Alimentos (PMA) resolveu apostar na comunicação. A agência da ONU criará comitês locais de saúde em 90 comunidades da província de Manica, onde atividades divulgarão informações que podem melhorar o bem-estar da população. O organismo também investirá na sensibilização por meio de transmissões em rádios locais. Público alcançado pelas ações deve chegar a quase 424 mil moçambicanos.

Alimentação escolar é crucial para atingir o objetivo global da ONU número dois, de fome zero. Foto: PMA/Alexandra Hilliard

Ministros africanos endossam estudo sobre alimentação escolar; experiência brasileira foi inspiração

Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos da ONU (PMA), em colaboração com o Escritório do PMA para a África, realizou o estudo, após o Departamento da Recursos Humanos, Ciência e Tecnologia da Comissão da União Africana ter realizado uma visita de estudos ao Brasil para conhecer a experiência brasileira de alimentação escolar vinculada à agricultura local.

Relatório da FAO destacou desafios para garantia de direitos de mulheres rurais latino-americanas e caribenhas. Foto: EBC

Nova publicação da FAO destaca desafios para garantia de direitos das mulheres rurais

Segundo nova publicação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), um dos elementos mais comuns que caracteriza a vida das mulheres rurais latino-americanas e caribenhas é a sobrecarga de atividades, devido a uma divisão sexual do trabalho que deixa nas mãos delas o cuidado dos filhos, dos anciãos e dos enfermos.

A “invisibilização” do trabalho que realizam no âmbito reprodutivo, produtivo e para o autoconsumo é outro fator-chave que se soma ao baixo acesso que têm aos meios de produção. O relatório também destaca dificuldades que enfrentam para a participação política e autonomia econômica.

Profissionais do Programa Mais Médicos em Breves, no sudoeste da Ilha de Marajó. Foto: OPAS

ONU apresenta Mais Médicos em fórum global sobre saúde na Irlanda

O Mais Médicos permitiu preencher 18.240 vagas em 4.058 municípios brasileiros e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas. Dessas, 11.429 foram ocupadas por profissionais cubanos. Em dois anos, de janeiro de 2013 a janeiro de 2015, o número de consultas na Estratégia nacional de Saúde da Família aumentou 33% nos municípios que participaram do programa, fruto de uma parceria entre os governos de Brasil e Cuba e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Com um funcionamento diário de 15 horas, cada estação móvel pode produzir até 75 mil litros de água tratada por dia. Foto: Governo do Ceará

Governo do Ceará disponibiliza estações móveis de tratamento d´água para projeto da ONU no meio rural

Três estações móveis de tratamento de água foram disponibilizadas neste mês pelo governo do Ceará para o Projeto Paulo Freire, iniciativa do Executivo estadual em parceria com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) para combater a pobreza no meio rural. Equipamentos foram financiados pela agência da ONU e abastecerão cisternas instaladas nas comunidades beneficiadas pelo programa. Sistemas de purificação podem produzir até 75 mil litros de água limpa por dia.

Menino de sete anos observa destruição promovida pelo furacão Irma na República Dominicana. Foto: UNICEF

ARTIGO: Gênero, gestão de desastres e mudança

Em artigo, a coordenadora para o Caribe do programa de preparação para desastres do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) afirma que mulheres, meninos e meninas são 14 vezes mais propensos que os homens a morrer durante um desastre.

Por isso, é vital levar em conta a diferença de impacto em homens e mulheres, e o mesmo vale para grupos vulneráveis, como crianças, jovens ou idosos que tendem a ser desproporcionalmente afetados, completou a especialista. Leia o artigo completo.

Vanuatu, no Pacífico. Foto: Vanuatu Helicopters/Andy Martin

Líderes do Pacífico pedem à comunidade internacional que restrinja o aquecimento global a 1,5º C

Para os representantes de nove nações insulares, o restante do mundo precisa aumentar a ambição dos compromissos firmados no âmbito do Acordo de Paris e limitar o aumento da temperatura a 1,5ºC até 2100. A meta já consta no tratado internacional, mas um levantamento recente revelou que os compromissos voluntários de cada Estado-parte não seriam suficientes para bater o objetivo — ao contrário, promessas são insuficientes e, caso não sejam aprimoradas, abririam margem para uma elevação de 3ºC na temperatura média global.

Nova missão da ONU no Haiti sucederá MINUSTAH e terá pouco mais de mil policiais em seu efetivo. Foto: ONU/Marco Dormino

Falta de profissionais e equipamentos em operações de paz da ONU será debatida em conferência no Canadá

Atualmente, as operações de paz da ONU registram uma carência de 580 veículos de combate e outros mil de apoio militar. Em entrevista para o serviço de notícias da ONU em português, o subsecretário-geral da ONU para Apoio ao Terreno, Atul Khare, alertou ainda para a falta de médicos e remédios em hospitais. Problemas das missões são tema de conferência internacional que começou nesta terça-feira (13) em Vancouver, no Canadá.

Divulgação/ONU

Campanha Vidas Negras é apresentada ao Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial, em Brasília

Conselheiras e conselheiros de promoção da igualdade racial puderam conhecer mais a fundo na segunda-feira (13), durante reunião em Brasília (DF), o conteúdo e a estratégia da Vidas Negras, campanha nacional das Nações Unidas pelo fim da violência contra a juventude negra.

A ONU foi representada no encontro por Ismália Afonso, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), e Lázaro Silva, do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS), que apresentaram propostas e materiais da iniciativa e buscaram, sobretudo, ouvir as expectativas de representantes da sociedade civil e do governo federal.

Sede das Nações Unidas em Nova Iorque. Foto ONU/ Rick Bajornas

Número recorde de agências da ONU atingiu neutralidade climática em 2016

Um número recorde de entidades das Nações Unidas, ou 39 no total, alcançou a neutralidade climática em 2016, segundo relatório da ONU Meio Ambiente publicado no início de novembro (2). O documento anual também cita uma retomada da reciclagem em todo o Sistema ONU.

Das 67 entidades que forneceram informações, 39 compensaram todas as suas emissões de gases de efeito estufa reportadas, o que as tornou neutras para o clima, e outras quatro fizeram uma compensação parcial. Com esses resultados, a proporção de compensações das emissões de gases de efeito estufa informadas pela ONU foi de 37% em 2016.

Obesidade nas Américas preocupa a OMS. Foto: Flickr/Tony Alter (CC)

Américas têm duas vez mais obesos que a média mundial, alerta OMS

A obesidade é um dos principais desencadeadores da diabetes, e as Américas têm mais que o dobro de adultos obesos que a média mundial, com as mulheres sendo o grupo mais afetado pelo excesso de peso.

A dieta saudável e a vida ativa podem colocar um freio no avanço da obesidade e prevenir a aparição da diabetes, assim como ajudar a controlá-la, alertou a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS).

Comunidades rurais do semiárido baiano são foco do projeto Pró-Semiárido. Foto: Governo da Bahia

Fundo agrícola da ONU visita comunidades da Bahia para planejar investimentos na agricultura familiar

Uma equipe do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) está na Bahia para planejar a implementação do programa Pró-Semiárido, uma iniciativa do governo estadual para combater a miséria e fortalecer a agricultura familiar em 32 municípios. Realizada em parceria com o organismo da ONU, a iniciativa prevê uma injeção de 300 milhões de reais nas regiões contempladas até 2021. A missão da agência das Nações Unidas será concluída na última semana de novembro.

Regata Transat Jacques Vabre de 2017. Foto: Wikimedia Commons/Pymouss (CC)

Programa Mundial de Alimentos divulga aplicativo de doações em regata que chega ao Brasil

A Transat Jacques Vabre é uma regata internacional que parte da França e percorre rotas de café. Na edição de 2017, os velejadores partiram no início de novembro (5) de Le Havre, na França, e chegarão no fim do mês a Salvador, na Bahia. Para chamar a atenção dos atletas e dos fãs do esporte para a questão da fome no mundo, o Programa Mundial de Alimentos (PMA) fez uma parceria com o evento para divulgar o aplicativo ShareTheMeal, que facilita a doação de pessoas físicas para iniciativas de segurança alimentar e nutricional.

Representantes e especialistas no tema do setor privado, governo, organizações não governamentais e instituições de pesquisa marcaram presença em apresentações e mesas de debate com foco no cumprimento da Agenda 2030. Foto: Centro RIO+/Brenda Hada

No Rio, ONU discute papel da ciência e da tecnologia para a saúde e o bem-estar

O Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas, o Mecanismo de Facilitação de Tecnologia da ONU, o Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro RIO+) e a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) promoveram na semana passada uma consulta internacional sobre o papel da ciência, da tecnologia e da inovação no cumprimento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, especialmente no que se refere à saúde e ao bem-estar.

Representantes e especialistas de setor privado, governo, organizações não governamentais e instituições de pesquisa estiveram presentes em apresentações e debates cujo foco foi o cumprimento da Agenda 2030 por meio da ciência, da tecnologia e da inovação. Discutiu-se também oportunidades de avanço na saúde e experiências de uso de plataformas online.

Vista aérea da Amazônia. Foto: Flickr/CIAT/ Neil Palmer (cc)

Especialistas reúnem-se em Brasília para discutir agricultura de baixo carbono na região amazônica

Especialistas e técnicos da área ambiental reuniram-se em Brasília (DF) na sexta-feira (10) para um seminário que discutiu balanços e perspectivas de projeto da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e parceiros que dissemina práticas de Agricultura de Baixo Carbono (ABC) na região amazônica.

O “Seminário PRADAM: balanços e perspectivas” discutiu iniciativa desenvolvida pela FAO em parceria com Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), Ministério da Agricultura e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR). Ao todo, mais de 1,6 mil produtores rurais e técnicos em assistência já participaram das atividades desenvolvidas pelo Projeto de Recuperação das Áreas Degradadas da Amazônia (PRADAM).

Refugiadas sírias participam de feira gastronômica no Rio de Janeiro. Foto: ACNUR/Diogo Felix

Refugiados no Rio celebram formação em empreendedorismo com venda de produtos

Em comemoração à formatura das duas primeiras turmas do projeto Coletivos de Refugiados Empreendedores (CORES), o Programa de Atendimento a Refugiados (PARES) da Cáritas do Rio de Janeiro realiza na sexta-feira (17) um happy hour de apresentação dos negócios criados ou desenvolvidos por seus participantes.

O evento, que ocorrerá no espaço Nex Coworking Rio (Glória), a partir das 16h, será uma oportunidade para que os brasileiros conheçam e apoiem empreendimentos de refugiados residentes na cidade, de acordo com a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

O Centro de Excelência contra a Fome contribuiu para mudar o entendimento de governos de cerca de 30 países sobre o potencial da alimentação escolar. Foto: Jaelson Lucas/SMCS

Centro de Excelência contra a Fome completa seis anos de existência

O Centro de Excelência contra a Fome — fruto de uma parceria entre o governo brasileiro e o Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas — celebrou seu sexto aniversário no início de novembro (7).

Durante esse período, a organização realizou iniciativas de Cooperação Sul-Sul com mais de 50 países, em áreas como segurança alimentar, nutrição e proteção social. Também ofereceu oportunidades de aprendizagem e assistência técnica a 30 países para ajudá-los a elaborar e implementar programas sustentáveis de alimentação escolar.

Jovens são 11% da população do Brasil. Foto: AGECOM/Carol Garcia.

Fundo de População da ONU destaca importância da juventude para conquista de objetivos globais

Os jovens devem estar engajados com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) para garantir que suas metas sejam cumpridas, disse a oficial de programa do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Anna Cunha, na sexta-feira (10), durante evento em Brasília (DF).

“Para isso, se faz necessário adotar medidas eficazes que contribuam para mudar a realidade dessa parcela da sociedade que em muitos casos se encontra em vulnerabilidade social e à margem de direitos humanos que são essenciais para uma vida digna”, ressaltou.

Governo do DF e UNFPA assinam parceria para oferecer serviços de saúde adequados a adolescentes. Foto: EBC

Fundo de População da ONU lança selo de qualidade para serviços de saúde a adolescentes

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e as secretarias estaduais de Saúde e de Políticas Públicas para Crianças, Adolescentes e Juventude do Distrito Federal lançaram na semana passada (9) em Brasília a iniciativa “Chega Mais — Selo de Qualidade de Serviços para Adolescentes”.

“Vemos com preocupação o aumento das infecções por HIV, os casos de sífilis congênita e o número de adolescentes grávidas nos últimos anos no Brasil. Serviços de qualidade e adequados para essa fase do ciclo de vida, com um olhar mais jovem, são sumamente importantes”, disse o representante do UNFPA no Brasil, Jaime Nadal, durante lançamento da iniciativa.

Presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli, anunciou a parceria com o ACNUR durante sua palestra do evento Inspira BB. Foto: Julio Rua

ONU fecha parceria com banco brasileiro para facilitar integração financeira de refugiados

Três agências do Banco do Brasil localizadas no centro de São Paulo terão funcionários treinados especialmente para atender refugiados e facilitar a concessão de microcrédito para essa população. O anúncio da parceria entre a instituição financeira e a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) foi feito no sábado (4) e tem como objetivo facilitar a integração financeira de pessoas refugiadas no país.

OMS sugere maior tributação de bebidas açucaradas. Foto: EBC

OMS sugere aumentar preço de bebidas adoçadas para melhorar alimentação dos brasileiros

Aumentar o preço de bebidas adoçadas é uma das medidas mais estratégicas para melhorar a alimentação da população brasileira, bem como reduzir a carga da obesidade e de doenças crônicas não transmissíveis no país. A declaração foi feita pela representante adjunta da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil, María Dolores Pérez-Rosales, na abertura de um seminário organizado pelo organismo internacional, que busca reunir conhecimentos e experiências sobre modelos de tributação desses produtos e seus benefícios para a saúde pública.

A francesa Audrey Azoulay foi nomeada diretora-geral da UNESCO. Foto: ONU/Manuel Elias

Ex-ministra da cultura francesa é nomeada chefe da UNESCO

Os Estados-membros da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) nomearam na sexta-feira (10) Audrey Azoulay, ex-ministra da cultura francesa, para o principal cargo na agência.

Nascida em 1972, Audrey Azoulay atuou como ministra da Cultura da França de fevereiro de 2016 a maio de 2017. Ela é formada em administração pública pela Escola Nacional de Administração da França, tem MBA pela Universidade de Lancaster (Reino Unido) e um diploma em ciência política pelo Instituto de Estudos Políticos de Paris (Sciences Po).

Vista de Florianópolis, Santa Catarina. Foto: EBC

Região metropolitana de Florianópolis ocupa 1º lugar em ranking de desenvolvimento humano

A Fundação João Pinheiro (FJP), o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) acabam de lançar novos dados para o Atlas do Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas Brasileiras.

Nesta nova fase, o site do Atlas (www.atlasbrasil.org.br) recebeu indicadores de quatro regiões metropolitanas: Florianópolis (SC), Grande Teresina (PI), Juazeiro-Petrolina (BA/PE) e Sorocaba (SP). As quatro novas regiões somam-se a outras 20 cujos indicadores foram divulgados entre 2014 e 2015.

O estudo fornece uma visão geral do progresso da América Latina na redução da desigualdade salarial durante um período de alto crescimento econômico na primeira década dos anos 2000. Foto: EBC

Banco Mundial promove debate online sobre desigualdade salarial na América Latina

O centro de estudos Wilson Center e o escritório do economista-chefe do Banco Mundial para a América Latina e o Caribe convidam para uma discussão sobre o novo relatório da instituição — “Desigualdade Salarial na América Latina — Compreender o Passado para se Preparar para o Futuro”.

O debate poderá ser acompanhado na próxima terça-feira (14), das 12h às 14h, pelos canais do Banco Mundial no Facebook.

Plantação de algodão em Catuti (MG). Foto: OIT

Estudo mapeia informações sobre setor algodoeiro em seis países da América Latina

O algodão é um dos produtos agrícolas mais importantes do mundo. Estima-se que haja cerca de 35 milhões de hectares no produto plantados em 60 países. Na América Latina e no Caribe, esta cultura representa 80% das unidades produtivas da agricultura familiar.

A partir deste contexto, o projeto regional +Algodão publicou estudo que busca analisar a cadeia de valor do algodão em seis países da América Latina, a partir de um conjunto de marcos regulatórios para o seu desenvolvimento. O relato é da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).