Criança toma vacina contra a poliomielite. Foto: UNICEF/Ayberk Yurtsever

Vacinação infantil bate recorde no mundo com 123 milhões de crianças imunizadas em 2017

Em 2017, nove em cada dez crianças de todo o mundo receberam pelo menos uma dose da vacina contra a difteria, tétano e coqueluche. O número foi divulgado nesta semana (16) pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), que identificaram um recorde de vacinações entre meninos e meninas — 123 milhões de jovens foram imunizados contra essas doenças em todo o planeta.

2,5 bilhões de pessoas ainda sofrem com a falta de acesso a serviços de saneamento básico. Foto: UNICEF/Karin Schermbrucker

Relator da ONU lança desafio para jovens sobre saneamento e direitos humanos

O relator especial da ONU Léo Heller anunciou neste mês (12) uma competição para jovens de todo o mundo. O prêmio: uma viagem para Genebra, onde o vencedor participará de um evento das Nações Unidas.

Para participar, pessoas com idade entre 15 e 24 anos devem criar um post original no Facebook, Twitter, YouTube ou Instagram, em que demonstrem seus conhecimentos e sua paixão pelo tema dos direitos humanos a água e saneamento. Prazo para fazer publicação é 6 de agosto.

Aula de balé oferecido pelo Instituto Proeza. Foto: Instituto Proeza

Projeto apoiado pelo Criança Esperança inaugura sede própria no DF

O Instituto Proeza inaugura nesta terça-feira (17) no Recanto das Emas, no Distrito Federal, sua primeira sede própria. Fundada em 2003, a organização da sociedade civil trabalha com o atendimento e o empoderamento de mulheres em situação de vulnerabilidade e risco pessoal e social, e também com crianças e adolescentes.

“É a realização de um sonho”, diz a diretora-presidente e cofundadora do instituto, Katia Ferreira, sobre a nova sede. A inauguração só foi possível porque a entidade recebeu apoio do Criança Esperança em 2015, no momento das comemorações dos 30 anos do programa.

Da esquerda para a direita, José Graça Aranha, diretor regional da OMPI; e Mauro Maia, diretor-executivo do INPI. Foto: UNIC Rio/Luise Martins

Agência da ONU pede medidas urgentes para reduzir prazo de análise de patentes no Brasil

O prazo para a análise de patentes no Brasil alcançou um patamar tão elevado que são necessárias medidas urgentes para enfrentar o problema, na avaliação do diretor regional do Escritório no Brasil da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), José Graça Aranha.

As declarações foram feitas na segunda-feira (15), paralelamente a evento de lançamento do curso de verão que a agência da ONU realiza até dia 27 de julho no Rio de Janeiro para profissionais que trabalham ou têm interesse no tema.

“Nunca, nenhum país, chegou a esse estado, com um acúmulo, um backlog, nesse ponto do setor de patentes. Algo tem que ser feito”, disse Graça Aranha em entrevista ao Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

Google produzirá mapas geoespeciais para monitorar impacto das atividades humanas sobre os ecossistemas. Foto: PEXELS

ONU Meio Ambiente e Google anunciam parceria para mapear ecossistemas

A ONU Meio Ambiente e o Google anunciaram na segunda-feira (16) uma parceria que promete mudar a forma como vemos o nosso planeta. Combinando de maneira inédita ciência ambiental, big data e acessibilidade, as duas instituições criarão uma plataforma para mapear e visualizar os impactos da atividade humana nos ecossistemas. Iniciativa utilizará a computação em nuvem da empresa de tecnologia e os catálogos públicos de observação terrestre.

Sede da ONU, em Nova Iorque. Foto: ONU/Manuel Elias

Nações Unidas recebem candidaturas de ONGs para filiação a departamento de informação pública

O Departamento de Informação Pública das Nações Unidas (DPI) recebe candidaturas de organizações não governamentais que queiram se associar a esse setor da ONU. A parceria traz reconhecimento mundial para a ONG, que pode participar de ações em defesa de acordos internacionais.

Podem se associar ao DPI todas as ONGs com base regional, nacional ou internacional, que apoiam e respeitam os princípios da Carta das Nações Unidas. As instituições devem operar sem fins lucrativos, num regime de isenção fiscal.

Crianças trabalhando em um aterro sanitário na Ásia, premiada em concurso de fotografia de trabalho infantil da OIT em 2012. Foto: OIT/Truong Huu Hung

ONU discute papel de empresas brasileiras no combate ao trabalho forçado e infantil

Em São Paulo, a Rede Brasil do Pacto Global e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) promoveram neste mês (5) uma conferência sobre combate ao trabalho forçado e infantil. Encontro discutiu papel das empresas em combater esses crimes não apenas nas suas operações, mas em toda a cadeia de valor na qual estão inseridas. Atualmente, 40 milhões de pessoas são vítimas de escravidão moderna em todo o mundo, segundo a OIT.

Funcionários do Google se voluntariam para compartilhar conhecimentos e contribuir para que refugiados aperfeiçoem seus currículos, na sede da empresa em São Paulo. Foto: ACNUR/Miguel Pachioni

Refugiados aperfeiçoam currículo em oficinas da Google e ONU

Em parceria com a Google, a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) promoveu em São Paulo três oficinas para orientar mais de 30 refugiados na preparação dos seus currículos. Realizadas na semana passada, atividades buscaram aperfeiçoar o modo como os estrangeiros apresentam suas experiências profissionais, talentos e conhecimentos em diferentes idiomas. Objetivo da iniciativa é ampliar a inserção desses profissionais no mercado brasileiro.

Louise Arbour (esquerda), representante especial do secretário-geral da ONU para a migração internacional; a vice-secretária-geral da ONU, Amina Mohammed (centro), e o presidente da 72ª sessão da Assembleia Geral da ONU, Miroslav Lajčák, (direita), participam de evento especial para aprovação do texto do pacto global para a migração. Foto: ONU/Mark Garten

Estados-membros da ONU aprovam primeiro pacto global sobre migração

Pela primeira vez, os Estados-membros das Nações Unidas concordaram com um Pacto Global abrangente para gerenciar melhor a migração internacional, enfrentar seus desafios, fortalecer os direitos dos migrantes e contribuir para o desenvolvimento sustentável.

Depois de mais de um ano de discussões e consultas entre Estados-membros, autoridades locais, sociedade civil e migrantes, o texto do Pacto Global por uma Migração Ordenada, Regular e Segura foi finalizado nesta sexta-feira (13).

Produção de plástico ameaça vida marinha. Foto: ONU/Saeed Rashid

ONU cobra que setor privado monitore políticas de produção sustentável

O enviado especial da ONU para os Oceanos, Peter Thomson, cobrou nesta semana (12) que políticas empresariais de sustentabilidade sejam monitoradas adequadamente. Durante o Fórum Político de Alto Nível da ONU, em Nova Iorque, o especialista defendeu que o setor privado abandone o paradigma do “crescimento pelo crescimento”. Exploração de recursos de países em desenvolvimento pelas economias ricas também foi alvo de críticas.

Alimentação escolar no Camboja. Foto: PMA/Sharon Freitas

Centro da ONU aposta em assistência remota para combater fome na Ásia

O Centro de Excelência contra a Fome da ONU, com sede no Brasil, presta consultoria técnica para diferentes nações da Ásia. Uma das estratégias adotadas pelo organismo é o uso da assistência remota, que permite o acompanhamento à distância de políticas pelo fim da desnutrição. De acordo com a instituição, modelo deverá ser utilizado ainda mais no futuro, para ampliar o potencial da cooperação Sul-Sul.

Foto: UNESCO

ONU recebe inscrições para bolsas de estudo sobre assuntos de oceano

A divisão para assuntos de oceano do Escritório de Assuntos Legais (DOALOS, na sigla em inglês) da ONU recebe até 14 de setembro inscrições para a edição de 2019 do programa de bolsas de estudo oferecidas pelas Nações Unidas e pela Fundação Nippon.

O objetivo da iniciativa é capacitar funcionários governamentais e outros profissionais de países em desenvolvimento para a implementação das diretrizes legais da Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar (UNCLOS, na sigla em inglês) e instrumentos relacionados.

Produção de grãos no Paraná. Foto: ANPr / Jonas Oliveira

FAO: Brasil substituirá EUA como terceiro maior fornecedor mundial de óleo de soja

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) prevê uma queda na produção de soja, arroz, grãos e açúcar na América Latina na safra 2018/2019, assim como um aumento na produção de leite e carne bovina, de acordo com relatório publicado nesta semana (11).

Segundo o relatório, o Brasil substituirá os Estados Unidos como o terceiro maior fornecedor mundial de óleo de soja, e continuará sendo o principal fornecedor mundial de carne de aves e farinha.

Encontro do GT UNAIDS com gestores municipais e estaduais do Rio Grande do Sul. Foto: UNFPA Brasil/Jefferson Bernardes

ONU debate resposta ao HIV com gestores públicos no Rio Grande do Sul

O Grupo Temático das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (GT UNAIDS) reuniu cerca de 60 pessoas para sua segunda reunião de 2018, realizada esta semana (11) em Porto Alegre, no Palácio Piratini, sede do governo do Rio Grande do Sul. Com o tema Acelerando a Resposta ao HIV, o encontro buscou mobilizar gestores públicos e especialistas que atuam nos âmbitos estadual e municipal, com foco nas 15 cidades gaúchas signatárias da Declaração de Paris.

Mais Médicos aumentou número de pessoas atendidas e qualidade dos serviços de saúde. Imagem: OPAS

OMS recebe contribuições da sociedade para declaração sobre atenção primária

Até 22 de julho, a Organização Mundial da Saúde (OMS) realiza uma consulta pública online para avaliar a nova Declaração sobre Atenção Primária à Saúde. Todas as pessoas podem participar, de pacientes e profissionais de saúde até formuladores de políticas e educadores. Instituições também são chamadas a encaminhar comentários. As opiniões enviadas serão discutidas na Conferência Global sobre Atenção Primária, no Cazaquistão, em outubro.

Centenas de refugiados e migrantes a bordo de um barco de pesca momentos antes de serem resgatados pela Marinha italiana, como parte de sua operação Mare Nostrum, de junho de 2014. Foto: Marinha italiana/Massimo Sestini

Chefe da ONU diz que migração não é crime e cobra apoio a novo pacto global

O secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou nesta quinta-feira (12), em Nova Iorque, que migrar não é crime e sim, um “motor de crescimento” das economias de todo o mundo. Em coletiva de imprensa, o chefe da Organização pediu apoio da comunidade internacional ao novo pacto global sobre migração segura, ordenada e regular. Amanhã (13), o documento será avaliado para aprovação pela Assembleia Geral.

Raio-x do peito mostra alteração no tamanho dos dois pulmões, o que poderia indicar câncer. Foto: Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos

Novo exame de sangue pode identificar probabilidade de câncer de pulmão, afirma OMS

A Agência Internacional para Pesquisa sobre Câncer (IARC), vinculada à Organização Mundial da Saúde (OMS), anunciou nesta quinta-feira (12) que um novo exame de sangue pode identificar indivíduos com mais propensão a ter câncer de pulmão. O teste tem potencial para se tornar mais uma ferramenta no mapeamento de fumantes e ex-fumantes que precisam passar por outros exames, como a tomografia computadorizada.

Foco de queimada no Brasil. Foto: Agência Brasil/Renato Araújo

CEPAL denuncia ‘falsa dicotomia’ entre proteção ambiental e desenvolvimento econômico

Na sede da ONU, em Nova Iorque, a chefe da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, convocou os países da região a ratificar o novo acordo ambiental sobre informação, participação e justiça. Firmado em 4 de março, em Escazú, na Costa Rica, o documento vinculante foi elogiado pela dirigente por redefinir as relações entre Estado, mercado e sociedade.

Cidade Antiga de Qalhat (Omã)

Comitê da UNESCO inscreve 19 novos sítios na Lista do Patrimônio Mundial

A reunião do Comitê do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), que aconteceu até o início de julho (4) em Manama, capital do Bahrein, foi concluída com a inscrição de 19 novos sítios na Lista do Patrimônio Mundial (13 sítios culturais, três naturais e três mistos).

O Comitê também aprovou a extensão de um sítio natural. A Lista do Patrimônio Mundial conta agora com 1.092 sítios em 167 países. A próxima sessão do Comitê será realizada em Baku, no Azerbaijão.

Campanha #Mulheres Rurais, Mulheres com Direitos reconhece contribuições das agricultoras para a produção sustentável de alimentos. Foto: FAO

FAO realiza concurso de receitas e negócios sustentáveis para mulheres rurais

Estão abertas até 1º de agosto as inscrições para o concurso Saberes e Sabores: as Mulheres Rurais no resgate da alimentação tradicional saudável e na proteção à biodiversidade. É possível concorrer em duas categorias: receitas e saberes gastronômicos ou empreendimentos agrícolas. A iniciativa é da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e da ONU Mulheres.

Cultivo de cacau na Colômbia. Diretrizes da FAO visam equilibrar exploração agrícola e manejo sustentável da terra e recursos naturais. Foto: Banco Mundial/Scott Wallace

Brasil e FAO promovem encontro no Paraguai sobre estatísticas agroambientais

Até amanhã (13), delegações de oito países da América Latina e Caribe estarão em Assunção, no Paraguai, para definir estatísticas comuns no monitoramento de políticas agroambientais. Cúpula é promovida pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e pelo Ministério do Meio Ambiente do Brasil. Com indicadores padronizados, será possível acompanhar a implementação das recomendações da agência da ONU sobre o tema.

Marta, jogadora de futebol. Foto: PNUD

ONU Mulheres anuncia jogadora Marta como embaixadora global da Boa Vontade

A ONU Mulheres anunciou nesta quinta-feira (12) a nomeação da renomada jogadora de futebol brasileira Marta Vieira da Silva como Embaixadora da Boa Vontade para mulheres e meninas no esporte.

Marta dedicará seus esforços a apoiar o trabalho pela igualdade de gênero e empoderamento em todo o mundo, inspirando mulheres e meninas a desafiar estereótipos, superar barreiras e seguir seus sonhos e ambições, inclusive no esporte.

Porto de Santos, em São Paulo. Foto: EBC

CEPAL: Brasil retoma crescimento das exportações e impulsiona comércio exterior regional

Após um 2016 de queda nas exportações (-3,1%) do Brasil, as vendas de produtos do país para fora recuperaram o fôlego em 2017, com uma alta de 17,5%. Os números são da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), que aponta o superávit brasileiro como motor do crescimento do comércio exterior regional no ano passado. Organismo também associa expansão à valorização dos metais e minerais no cenário internacional.

O evento de encerramento ocorreu no Museu de Imagem e Som (MIS) em São Paulo. Foto: Léu Britto.

Como as empresas brasileiras podem apoiar a agenda LGBTI?

“Parem de nos matar e comecem a nos contratar” é o lema do filme TRAN$RICO, do diretor Ariel Nobre, exibido durante o encerramento da Mostra TransDocumenta na segunda-feira (9), em São Paulo. Ao trazer à tona o universo trans e seus desafios, o evento mostrou a importância de estimular a inclusão de pessoas LGBTI no mercado de trabalho do país que mais mata pessoas trans no mundo em números absolutos.

A Rede Brasil do Pacto Global da ONU lembra que as empresas brasileiras podem ajudar a agenda LGBTI apoiando e participando de iniciativas que traçam como meta o fim da discriminação. São a partir de ações simples e conscientes que pessoas trans podem se sentir menos marginalizadas, tanto social quanto profissionalmente.

Indígenas em manifestação em Brasília. Foto: Mídia Ninja

Rede de Juventude Indígena reúne lideranças em Brasília para fortalecer diálogo

A Rede de Juventude Indígena (REJUIND) reúne até quinta-feira (12), em Brasília (DF), lideranças indígenas e apoiadores das cinco regiões do Brasil e de países da América Latina para o encontro nacional dos colaboradores da rede.

O objetivo é fazer uma avaliação da trajetória de dez anos da entidade e pensar estratégias para o futuro. A atividade tem o apoio do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), a partir de um projeto voltado para o fortalecimento institucional da REJUIND.

Projeto Tô Dentro usa linguagem lúdica e jovem para conversar com alunos da rede pública sobre sexualidade e HIV. Foto: UNFPA/Jefferson Bernardes

Delegação da ONU visita projeto no Rio Grande do Sul sobre prevenção de HIV entre jovens

Uma delegação do Grupo Temático Ampliado das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (GT UNAIDS) visitou nesta semana (10), em Viamão (RS), o projeto Tô Dentro, que debate com os jovens questões sobre HIV e sexualidade. A iniciativa tem uma estrutura de contêineres divididos em cinco estações. Em um passeio de cerca de 30 minutos, estudantes das redes municipal e estadual aprendem sobre prevenção, testagem, tratamento, preconceito, discriminação e percepção de risco.

Segundo os especialistas da ONU, cinco dos dez pesticidas mais vendidos no Brasil não são autorizados em diversos outros países devido a seus riscos à saúde humana ou ecossistemas. Foto: EBC

Mudanças na lei de agrotóxicos no Brasil violariam direitos humanos, afirmam relatores da ONU

Relatores das Nações Unidas enviaram no início de junho (13) um comunicado ao governo brasileiro manifestando preocupações com as propostas de mudança da lei de agrotóxicos no país. Os especialistas alertaram que, caso aprovadas, tais alterações violarão direitos humanos de trabalhadores rurais, comunidades locais e consumidores dos alimentos produzidos com a ajuda de pesticidas.

De acordo com os relatores, alguns pontos do projeto de lei revisam as regulações para registro de pesticidas e seu uso no Brasil com o objetivo de tornar as regras mais flexíveis, facilitando o registro e a propaganda desses produtos no país. Essas modificações podem enfraquecer a regulação e o controle de pesticidas perigosos no Brasil, maior consumidor e importador desses produtos no mundo.

Nova tampa do Starbucks promete acabar com uso de canudos, mas solução também é feita de plástico descartável. Foto: Starbucks

ARTIGO: Fim dos canudos verdes da Starbucks – a nova tampa é a melhor solução?

Em artigo sobre a decisão da Starbucks de banir seus canudos, a campanha Mares Limpos da ONU Meio Ambiente aponta que a alternativa da empresa — uma nova tampa para os copos — ainda é feita de plástico descartável e não tem um reuso viável. Segundo a iniciativa das Nações Unidas, é necessário continuar a pressão sobre grandes empresas para garantir soluções sustentáveis de produção e consumo.

Agentes de saúde combate ebola na Guiné. Foto de 2015. Foto: ONU

OMS oferece cursos gratuitos para profissionais de emergências em saúde

Para melhorar o atendimento de pessoas em situações de emergência, a Organização Mundial da Saúde (OMS) oferece mais de 30 cursos online e gratuitos para profissionais que atuam em crises. Formações estão divididas em quatro canais temáticos — epidemias e pandemias, resposta, habilidades sociais de comunicação e mobilização e trabalho de campo. Capacitações são parte de nova plataforma de ensino da agência da ONU.

Xangai, China. Foto: ONU-Habitat/Julius Mwelu

China entra para grupo de 20 economias mais inovadoras do mundo

A China tornou-se uma das 20 economias mais inovadoras do mundo, enquanto a Suíça manteve o primeiro lugar no ranking do Índice Global de Inovação (GII, na sigla em inglês), publicado anualmente por Universidade de Cornell, Instituto Europeu de Administração de Empresas (INSEAD) e Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI).

O Brasil ficou em 64º lugar no ranking deste ano, subindo cinco posições. O país tem força comparativa nos gastos com pesquisa e desenvolvimento, qualidade de publicações científicas e de universidades, com destaque para a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Nesta edição do fórum, 47 países apresentarão seus relatórios nacionais voluntários sobre o processo de implementação e acompanhamento dos ODS. Foto: ONU

Fórum político sobre desenvolvimento sustentável começa na sede da ONU, em NY

Representantes de governos, sociedade civil e setor privado reúnem-se em Nova Iorque, na sede das Nações Unidas, até a semana que vem (18) para o Fórum Político de Alto Nível sobre Desenvolvimento Sustentável.

Nesta edição do Fórum, 47 países apresentarão seus relatórios nacionais voluntários sobre o processo de implementação e acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A delegação brasileira apresentará documento que indica os avanços nacionais no alcance da Agenda 2030. Representantes do governo também participarão de eventos paralelos, workshops para a elaboração de revisões voluntárias nacionais e acompanharão discussões sobre exemplos de implementação dos ODS.