Foto: EBC

ONU lança campanha contra poluição dos oceanos provocada por consumo de plástico

Por ano, mais de 8 milhões de toneladas de plástico chegam aos oceanos. É como se, a cada minuto, a carga de um caminhão de lixo cheio de plástico fosse despejada no no mar. Cerca de 90% de todo o lixo flutuando nos oceanos é plástico e, até 2050, 99% das aves marinhas terão ingerido o material.

Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (ONU Meio Ambiente) lançou a campanha #MaresLimpos para cobrar compromissos de governos, setor privado e sociedade civil.

Centro de Nairóbi, no Quênia. Foto: ONU-HABITAT

Até 2025, África terá 656 milhões de pessoas vivendo em cidades

O aumento da população urbana virá acompanhado de uma expansão da extensão de terras ocupadas por municípios e metrópoles. A área total que será acrescida à malha urbana da África equivale ao território da Nigéria, segundo novo relatório do Banco Mundial. Organismo financeiro detalha desafios que o continente terá de enfrentar para tornar cidades menos caras para os habitantes e mais atrativas para investidores.

Foto: FIDA/Panos Pictures/Lianne Milton

Fundo agrícola da ONU melhora a vida de indígenas na Bahia após 8 anos de investimentos

O sonho de estudar Medicina se tornará em breve uma realidade para Adriana Pantaleón dos Santos. Ela vem da comunidade indígena dos Kirirí, na Bahia, onde trabalha em uma usina de processamento de mandioca. Com o emprego, a jovem de 19 anos consegue guardar dinheiro para começar os estudos na Universidade Federal da Bahia (UFBA). A fábrica é resultado de investimentos do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), que ajudou os indígenas a modernizar a produção da raiz.

UNESCO abre chamada de inscrições para rede de cidades que promovem indústria criativa. Foto: UNESCO

UNESCO recebe inscrições para rede de cidades que promovem cultura e indústrias criativas

Até 16 de junho, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) recebe inscrições de municípios que queiram fazer parte da Rede de Cidades Criativas da agência da ONU. O grupo reúne atualmente 116 centros urbanos de 54 países. Com a participação na iniciativa, as cidades se comprometem a colocar as indústrias criativas e culturais no centro dos planos de desenvolvimento locais.

Gilbert Fossoun Houngbo, ex-primeiro-ministro do Togo, foi nomeado presidente do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA). Foto: UNAIDS

UNAIDS elogia nomeação de ex-primeiro-ministro do Togo para presidência de fundo agrícola da ONU

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) elogiou a recente escolha do ex-primeiro-ministro do Togo, Gilbert Fossoun Houngbo, para a presidência do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA). A agência da ONU expressou otimismo com as possibilidades de cooperação com Houngbo que, à frente do FIDA, liderará a capacitação de populações rurais para reduzir a pobreza e a fome, conquistas consideradas essenciais para uma resposta eficaz à epidemia de HIV/AIDS.

Segundo UNICEF, 1,4 milhão de crianças estão em risco iminente de morte por desnutrição aguda grave na Somália, Sudão do Sul, Iêmen e Nigéria. Foto: UNICEF

ONU precisa de US$ 4,4 bilhões para atender 20 milhões de pessoas que passam fome em 4 países

O secretário-geral da ONU, António Guterres, alertou na quarta-feira (22) que mais de 20 milhões de pessoas estão passando fome no Sudão do Sul, na Somália, no Iêmen e na região nordeste da Nigéria. O chefe das Nações Unidas informou que, para ‘evitar uma catástrofe’, o organismo internacional precisa de pelo menos 4,4 bilhões de dólares até o final de março. ONU só recebeu 90 milhões de dólares.

Foto: PEXELS

Importações globais de produtos tecnológicos tiveram queda de 3,6% em 2015, diz agência da ONU

Pela primeira vez desde 2009, o valor das importações globais de produtos tecnológicos registrou uma redução — de 3,6%, em 2015. Segundo a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), a queda na demanda por PCs, laptops, tablets, HDs, componentes e acessórios foi responsável por 65% da contração. Reduções do consumo na Europa e no Japão responderam por mais da metade do decréscimo.

Secretário estadual da Agricultura e Pesca, Esmeraldo Leal (à esquerda), mostra produção de agricultor beneficiado pelo Dom Távora. Foto: Agência Sergipe de Notícias (ANS)/Marcelle Cristinne

Fundo da ONU libera mais de R$ 10 milhões para produção sustentável em comunidades do Sergipe

Em Sergipe, o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola das Nações Unidas (FIDA) financia o projeto Dom Távora, iniciativa do governo do estado para gerar renda e emprego em comunidades rurais. Cerca de 2,2 mil sergipanos já foram beneficiados, e outras 546 famílias de pequenos produtores serão integradas ao programa em sua segunda fase. Programa quer estimular produção agrícola sustentável.

Criança se lava em Kallayanpur, um bairro pobre de Bangladesh. Foto: David McKelvey (CC)

Em plataforma global, UNESCO divulga informações sobre uso de recursos hídricos

O Programa Hidrológico Internacional da UNESCO lançou recentemente uma nova plataforma online e aberta com dados sobre ciclos da água, bacias hidrográficas, pluviometria, reservatórios de lençóis freáticos, irrigação e outros outros temas. Portal permite a usuários criar mapas personalizados com conteúdos sobre diferentes regiões do mundo e informações atualizadas sobre abastecimento, consumo, clima, desafios ecológicos e riscos de desastres.

Uso de tecnologias digitais na educação é tema de nova publicação da UNESCO. Foto: Presidencia da República/Ricardo Stuckert

UNESCO lança livro sobre métodos para avaliar uso de tecnologias na educação

Em parceria com a Fundação Telefônica Vivo, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) lançou nesta semana (20) o livro “Experiências Avaliativas de Tecnologias Digitais na Educação”. A publicação aborda iniciativas do Brasil, França, Chile, Uruguai e Argentina para medir o impacto das novas tecnologias de informação e comunicação (TICs) em projetos pedagógicos.

Foto: PMA

Centro da ONU coordena estudo sobre alimentação escolar na África

Sob a coordenação do Centro de Excelência contra a Fome da ONU, o Economic Policy Research Institute (EPRI) da África do Sul está realizando uma pesquisa sobre alimentação escolar em todos os Estados-membros da União Africana. Nos dois primeiros meses de 2017, a instituição visitou Cabo Verde, Senegal, Sudão e Etiópia. Organismo também avaliará iniciativas nacionais na área através de questionários.

Carros elétricos em funcionamento em Fortaleza. Foto: Prefeitura de Fortaleza/Thiago Gaspar

Fortaleza aposta em carros elétricos e bicicletas para tornar setor de transportes menos poluente

Para reduzir emissões de gases do efeito estufa em 20% no setor de transportes, Fortaleza apostou em medidas como a criação de ciclovia, que já se estendem por 199km de pistas para bicicletas, e de faixas exclusivas para ônibus, que já cobrem 98 km. Capital do Ceará também disponibilizou 20 automóveis elétricos para uso da população. Iniciativas foram apresentadas em evento do Banco Mundial em Washington.

Representantes de agências da ONU e do governo do Acre discutiram possíveis parcerias em saúde, educação de jovens e empreendedorismo sustentável. Foto: SECOM/Sérgio Vale

Agências da ONU visitam Acre para discutir parcerias em saúde e empreendedorismo sustentável

Em visita ao Acre dos dias 15 a 17 de fevereiro, agências das Nações Unidas discutiram futuras parcerias com o estado para promover o crescimento econômico sustentável, bem como o acesso a educação, serviços de saúde e medicamentos. Organismos da ONU querem inserir unidade federativa no mercado internacional de preservativos e fármacos, além de estimular participação de jovens em negócios ecologicamente responsáveis.

Quase metade das crianças de Mossul estão sem acesso a água potável. Foto: UNICEF / Anmar

Fórum Mundial da Água abre consulta pública online com participação de agência da ONU

Em 2018, Brasília sediará o 8º Fórum Mundial da Água, evento que reunirá os principais especialistas, gestores e organismos envolvidos na gestão e preservação dos recursos hídricos do planeta. A organização do evento deu início nesta semana (13) a uma consulta pública que receberá contribuições online de qualquer pessoa interessada em debater os temas do encontro.

A Cap-Net, rede de capacitação em gestão da água do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), atuará como moderadora dos debates sobre desenvolvimento.

FAO ajuda Bolívia a pedir financiamento internacional para projetos de água potável e irrigação

Em acordo firmado na quinta-feira (16) com o governo da Bolívia, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) se comprometeu a ajudar o país a solicitar verbas do Fundo Verde para o Clima para projetos de irrigação e fornecimento de água potável. Segundo a agência da ONU, pedido de financiamento chegará a 250 milhões de dólares e beneficiará as regiões do país mais afetadas pela seca.

Foto: EBC

Número de pobres no Brasil terá aumento de no mínimo 2,5 milhões em 2017, aponta Banco Mundial

Até o final de 2017, o Brasil deverá testemunhar um aumento de 2,5 milhões até 3,6 milhões no número de pessoas vivendo na miséria. Resultado da prolongada crise econômica, a estimativa foi divulgada neste mês pelo Banco Mundial, que sugeriu um aumento do orçamento do Bolsa Família para atender os “novos pobres”. Em média, esses brasileiros têm menos de 40 anos, moram nas zonas urbanas, concluíram pelo menos o Ensino Médio e estavam empregados em 2015, sobretudo no setor de serviços.

Aplicativo de parceiro do Centro RIO+ quer impulsionar economia solidária

VÍDEO: Aplicativo de parceiro do Centro RIO+ quer impulsionar economia solidária

A arte urbana é a manifestação artística realizada no espaço público. O Noventa90 e o projeto Dreammuro são um exemplo de como as pessoas são fundamentais no desenvolvimento de projetos e iniciativas locais, que promovem a inclusão e a tolerância. A ONU e o Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro RIO+) são parceiros e apoiadores de iniciativas que colaborem com a Agenda 2030 e os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Você sabia que nos primeiros mil dias de vida de uma criança, as células cerebrais podem fazer até mil novas conexões por segundo? Essas conexões lançam as bases para a saúde e a felicidade delas no futuro. A falta de cuidado – que inclui nutrição adequada, estímulo, amor e proteção contra o estresse e a violência – pode impedir o desenvolvimento dessas conexões fundamentais.

Banco Mundial: investir nos primeiros anos de uma criança gera crescimento e produtividade

Você sabia que nos primeiros mil dias de vida de uma criança, as células cerebrais podem fazer até mil novas conexões por segundo? Essas conexões lançam as bases para a saúde e a felicidade delas no futuro. A falta de cuidado – que inclui nutrição adequada, estímulo, amor e proteção contra o estresse e a violência – pode impedir o desenvolvimento dessas conexões fundamentais.

Mulheres e crianças pequenas chegam a passar horas perto do fogo, inalando fumaça tóxica que causa doenças e leva à morte. Foto: ACNUR/Anneliese Holllmann

ACNUR e empresa ajudam refugiados vivendo em Ruanda a trocar lenha e carvão por combustível limpo

Em Ruanda, praticamente todos os 150 mil refugiados dependem de lenha e carvão para cozinhar. A dependência dessas fontes de energia provoca problemas de saúde: 225 refugiados morrem todos os anos por causas relacionadas à poluição do ar em ambientes fechados. Outros riscos incluem o desmatamento das florestas. Globalmente, 80% dos refugiados dependem de biomassa tradicional para cozinhar, levando à queima de 64,7 mil acres de floresta por ano.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Foto: UNIC Rio / Pedro Andrade

PNUD e instituições da Paraíba se unem para divulgar metas da ONU nos setores público e privado

Parceria firmada nesta semana entre PNUD, o Instituto Alpargatas, a Universidade Federal da Paraíba, a Federação das Indústrias da Paraíba, a Federação das Associações de Municípios e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) no estado vai divulgar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e estimular seu cumprimento pelos setores público e privado.

Jovens empreendedores. Foto: Start-Up Brasil

PNUD e SEBRAE promovem negócios inclusivos e sociais com a iniciativa Incluir 2017

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE Nacional) convidam empreendedores e potenciais empreendedores a apresentar suas ideias, casos e boas práticas em negócios inclusivos e sociais. A chamada de casos Incluir 2017 vai reconhecer e mapear modelos de negócios comprometidos com a geração de impacto positivo à sociedade e inclusão socioeconômica de cidadãs e cidadãos de menor renda. Inscrições vão até 3 de abril.

Mãe e filha preparam mandioca em comunidade indígena próxima a Manaus. Foto: Banco Mundial/Julio Pantoja

PNUD premiará comunidades que promovem manejo sustentável de recursos naturais

Até 8 de março, a Iniciativa Equatorial — liderada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) — recebe indicações para o Prêmio Equatorial 2017, que reconhece soluções locais para desafios ambientais. A edição deste ano da premiação é voltada para comunidades indígenas e pequenos grupos de áreas rurais que encontraram métodos inovadores para proteger, restaurar ou promover o manejo sustentável de recursos naturais.

Foto: Pixabay

Agência da ONU e Correios abrem inscrições para concurso internacional de cartas

Até 17 de março, escolas brasileiras podem inscrever alunos no 46º Concurso Internacional de Redação de Cartas, uma iniciativa da União Postal Universal (UPU). Podem participar estudantes de até 15 anos de idade. No Brasil, a competição fica a cargo dos Correios, responsável por organizar as etapas estaduais e nacional.

Tema da edição deste ano do concurso é: “Imagine que você é um assessor do novo secretário-geral da ONU, António Guterres. Qual é o problema mundial que você o ajudaria a resolver em primeiro lugar e de que forma você o aconselharia para isso?”.

Projeto do PNUD ajuda comunidades que vivem do extrativismo a aumentar produtividade. Foto: PNUD Brasil/Fernando Moretti

Acre: projeto do PNUD ajuda comunidades extrativistas a melhorar colheita da castanha-do-pará

Na reserva extrativista Cazumbá-Iracema, no interior do Acre, a colheita da castanha-do-pará não foi a mesma em 2017. Moradores que trabalham com o alimento sentiram o impacto positivo que conhecimentos sobre o manejo de recursos naturais podem ter sobre a produção. A comunidade é uma das beneficiadas pelo projeto Bem Diverso, parceria do PNUD e da EMBRAPA para levar capacitação e monitoramento a comunidades que vivem do que a natureza produz.

Relatório da UNESCO sobre aprendizagem de jovens e adultos é lançado para América Latina e Caribe

Com o tema “O impacto da aprendizagem e da educação de adultos na saúde e no bem-estar, no emprego e no mercado de trabalho e na vida social, cívica e comunitária”, o 3º Relatório Global sobre Aprendizagem e Educação de Adultos é lançado para a Região da América Latina e Caribe, na quarta-feira (15), às 9h, no Auditório do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), em Brasília.

Em 2013, a insatisfação com serviços públicos de baixa qualidade levou milhares de manifestantes às ruas do Brasil. Foto: EBC

Insatisfação com serviços públicos exige de governos mais transparência e menos corrupção

Em relatório sobre como políticas e legislações podem coibir o desrespeito à lei e promover crescimento inclusivo, o Banco Mundial lembra das manifestações de 2013 no Brasil, quando protestos exigiram serviços públicos de qualidade ‘padrão FIFA’. Em situações de insatisfação, organismo financeiro recomenda usar recursos públicos de forma transparente e redobrar esforços contra corrupção.

Substâncias cancerígenas usadas em sistemas elétricos devem ser eliminadas de cadeias produtivas até 2025, segundo a Convenção de Estocolmo, da qual o Brasil é signatário. Foto: Flickr (CC)/David Lenker

Cooperação pode ajudar países da América Latina a eliminar substâncias cancerígenas do setor elétrico

Em encontro de especialistas da América Latina e Caribe sobre a gestão de substâncias tóxicas na indústria, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) ressaltou o papel da cooperação para eliminar na região o uso das bifenilas policloradas, um composto cancerígeno presente no setor elétrico. Evento contou com a participação de cerca de 50 pesquisadores, que se reuniram em Brasília nos dias 9 e 10.