Produção de grãos no Paraná. Foto: ANPr / Jonas Oliveira

Startups e empreendedores apresentam projetos para a cadeia de grãos em Londrina

Startups e empreendedores selecionados no concurso “Camp de Ecoinovação Agrotech”, organizado por SEBRAE, EMBRAPA e ONU Meio Ambiente, terão de defender seus projetos de redução do impacto ambiental da cadeia de grãos durante evento que ocorre de sexta-feira (18) a domingo (20) em Londrina (PR).

As propostas devem estar alinhadas à solução de problemas ou à identificação de oportunidades que tragam melhorias socioambientais para a cadeia produtiva de grãos, tais como: redução de emissão de carbono, diminuição de perdas e ineficiências, gestão de resíduos, entre outros.

O coordenador residente do Sistema ONU no Brasil e representante residente do PNUD, Niky Fabiancic, participou da abertura do evento. Foto: PNUD

PNUD apoia evento em Goiânia sobre educação infantil e desenvolvimento da primeira infância

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte do Estado de Goiás (SEDUCE), em parceria com o Ministério da Educação e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), realiza até sexta-feira (18) em Goiânia (GO) um seminário sobre educação infantil e desenvolvimento da primeira infância.

“Temos a oportunidade de olhar para a primeira infância como tema prioritário e indispensável para o alcance do desenvolvimento inclusivo e sustentável, buscando trazer aquelas crianças em situação de vulnerabilidade para o centro de nossas ações”, disse o coordenador-residente do Sistema ONU no Brasil e representante residente do PNUD, Niky Fabiancic, na abertura do evento nesta quinta-feira (17).

Os símbolos dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Imagem: PNUD Brasil

Brasil é único país latino-americano a ter comissão paritária para os objetivos globais

O Brasil é o único país da América Latina a ter uma Comissão Nacional para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) paritária entre governo e sociedade civil, lembrou o secretário-adjunto da Secretaria Nacional de Articulação Social, Cláudio Ribeiro, durante apresentação ao Comitê Brasileiro do Pacto Global (CBPG), em São Paulo.

A comissão deve acompanhar a evolução dos ODS no país, elaborar relatórios periódicos, subsidiar discussões sobre o desenvolvimento sustentável em fóruns nacionais e internacionais, além de identificar, sistematizar e divulgar boas práticas.

Não é possível desassociar as mudanças climáticas do crescimento demográfico, os padrões de consumo das populações e os processos de industrialização e de produção para atender a essas demandas, de acordo com o UNFPA. Foto: EBC

Agência da ONU ressalta conexão entre mudanças climáticas e padrões de consumo

Não é possível desassociar as mudanças climáticas do crescimento demográfico, dos padrões de consumo das populações e dos processos de industrialização e de produção, afirmou o representante do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) no Brasil, Jaime Nadal, durante conferência em Brasília (DF).

Segundo Nadal, o tema necessita de mais debate e pesquisa, já que são visíveis os impactos dos padrões de consumo das populações e do crescimento demográfico sobre a disponibilidade de recursos, os modelos de produção e as mudanças climáticas.

Consumo de tabaco custa US$33 bilhões para os sistemas de saúde da América Latina, o equivalente a 0,5% de seu Produto Interno Bruto (PIB). Foto: EBC

OPAS/OMS se manifesta a favor da decisão da Anvisa de proibir aditivos para mudar sabor e cheiro de cigarros

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar na tarde desta quinta-feira (17) a possibilidade de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) impedir o uso de aditivos em produtos derivados do tabaco. A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) se manifesta favorável à proibição desses agentes, que são usados para, por exemplo, modificar o sabor e o cheiro de cigarros, tornando-os mais atrativos, principalmente para os jovens.

Políticas de alimentação escolar no Brasil. Foto: PMA/Vinícius Limongi

ONU apoia preparação do Brasil para evento latino-americano sobre alimentação saudável e sustentável

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) participou na semana passada (11) de evento que reuniu organismos internacionais e representantes do governo brasileiro para discutir as pautas a serem apresentadas pelo Brasil no Simpósio Regional sobre Sistemas Alimentares Sustentáveis para uma Alimentação Saudável. Encontro será realizado de 5 a 7 de setembro em El Salvador.

O concurso foi uma iniciativa do Centro de Excelência em parceria com o Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Foto: Centro de Excelência contra a Fome

Centro de Excelência contra a Fome anuncia vencedores de concurso de pesquisa

O Centro de Excelência contra a Fome e o Centro Universitário de Brasília (UniCeub) divulgaram os vencedores do concurso de pesquisa “Segurança alimentar e nutricional sustentável: construindo pontes entre práticas agrícolas sustentáveis e programas de alimentação escolar”.

Os autores dos três melhores artigos de pesquisa participarão de visitas de estudos organizadas pelo Centro de Excelência contra Fome — parceria entre o governo brasileiro e o Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas. Já os artigos dos cinco primeiros colocados serão publicados na Revista de Direito Internacional.

Premiação uniu-se à ONU para promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Imagem: Fundação BB

Fundação Banco do Brasil anuncia finalistas de premiação em parceria com a ONU

O Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social divulgou na terça-feira (15) as 18 iniciativas finalistas das categorias nacionais e três internacionais. Nove das selecionadas para a última fase da competição são do estado de São Paulo. Três são da Bahia, duas do Ceará, duas do Distrito Federal, uma da Paraíba e uma do Rio de Janeiro. Já na categoria internacional, duas tecnologias são da Argentina e uma de El Salvador. Premiação desse ano fez parceria com a ONU para promover o desenvolvimento sustentável.

Exibição do filme "Baixada Nunca se Rende" em Maputo, Moçambique. Foto: Centro RIO+

Documentário ‘Baixada Nunca Se Rende’ é exibido em Moçambique

Em visita a Moçambique, Eddi MC, rapper, jornalista e integrante do coletivo aberto de músicos “Baixada Nunca Se Rende” apresentou o documentário que mostra o lado cultural da Baixada Fluminense, região com baixos índices de desenvolvimento humano (IDH) e geralmente retratada com imagens de pobreza e violência.

O filme é parte de um projeto-piloto do Centro RIO+, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), com o objetivo de desenvolver novas metodologias de engajamento de cidadãos das periferias com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. O projeto “Música para Avançar o Desenvolvimento Sustentável” incentiva a replicação desse modelo de engajamento local em outras regiões metropolitanas do mundo.

Ao centro, o diretor de país do PNUD no Brasil, Didier Trebucq.

Instituições brasileiras se unem para definir estatísticas de monitoramento das metas da ONU

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a Secretaria de Governo da Presidência da República deram início na terça-feira (15) a uma série de oficinas sobre quais estatísticas deverão ser utilizadas para monitorar o cumprimento pelo Brasil dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Iniciativa conta com a participação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IGBE) e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Crianças haitianas brincam em frente a iniciativas realizadas pela Missão de Paz da ONU no país. Foto: UNIC Rio / Mariana Nis

Haiti avança rumo à eliminação da raiva com fortalecimento de vacinações

Nos últimos quatro anos, o Haiti avançou de forma importante no combate à raiva em humanos, deixando para trás uma série de atitudes e práticas comunitárias e de profissionais da saúde que contribuíam para manter esse país como um dos poucos do Ocidente a ainda registrar mortes de pessoas pela mordida de cães infectados.

Atualmente, o Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (PANAFTOSA-OPS/OMS) discute com a OPAS e os ministérios da Saúde e Agricultura haitianos e dominicanos uma proposta para eliminar a raiva de toda a ilha de La Española, que abriga Haiti e República Dominicana, em três anos por meio de vacinações caninas massivas.

Sede da Coordenação da ONU em Brasília. Foto: PNUD/divulgação

Em Brasília, ONU promove debate sobre parcerias entre Mercosul e União Europeia para cumprir Acordo de Paris

Especialistas, representantes de governos e de organismos internacionais se reúnem amanhã (16) na Casa da ONU em Brasília para debater possíveis parcerias entre o MERCOSUL e a União Europeia tendo em vista o cumprimento do Acordo de Paris.

Evento aberto ao público discute como as incertezas causadas pelo Brexit e pela decisão do presidente norte-americano Donald Trump de retirar os Estados Unidos do tratado global afetam os diálogos sobre um eventual acordo de livre comércio entre Europa e América do Sul.

Denise Hills é vice-presidente e coordenadora do grupo de trabalho para os objetivos globais da Rede Brasil do Pacto Global e superintendente de sustentabilidade e negócios inclusivos do Itaú Unibanco. Foto: Rede Brasil do Pacto Global/Fellipe Abreu

Denise Hills, do Itaú Unibanco, assume a presidência da Rede Brasil do Pacto Global

A superintendente de sustentabilidade e negócios inclusivos do Itaú Unibanco, Denise Hills, assumiu na semana passada (9) a presidência da Rede Brasil do Pacto Global da ONU no lugar do diretor comercial da BASF América do Sul, André Oliveira.

Denise tem quase 30 anos de experiência no mercado financeiro. Em 2010, assumiu a liderança da área de Sustentabilidade no Itaú Unibanco e, mais recentemente, a área de Negócios Inclusivos, onde estão os programas de Microcrédito e Itaú Mulher Empreendedora. Ela está diretamente envolvida com iniciativas da ONU relacionadas ao setor financeiro.

Prêmio Jovens Campeões da Terra receberá votos do público para escolher vencedores. Foto: PEXELS

ONU Meio Ambiente anuncia finalistas regionais do prêmio Jovens Campeões da Terra

Após receber cerca de 600 inscrições, a ONU Meio Ambiente anunciou nesta terça-feira (15) os 30 finalistas regionais da seleção que escolherá os próximos Jovens Campeões da Terra. Cada participante do concurso se inscreveu na competição com uma “grande ideia” para preservar a natureza. Caso sejam vitoriosos, eles poderão tirá-las do papel. Público poderá votar online pelos concorrentes favoritos até 31 de agosto. Em setembro, serão anunciados os seis campeões.

O relatório indica que, de acordo com as respostas recebidas, três de cada cinco jovens veem com muita confiança o seu futuro até o ano de 2030. Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

Jovens da América Latina e do Caribe mantêm otimismo com futuro do trabalho

Os jovens da América Latina e do Caribe enfrentam atualmente um mercado de trabalho adverso, com aumento do desemprego e altas taxas de informalidade. No entanto, isso não impede que eles tenham confiança no futuro do trabalho, otimismo sobre o que podem conseguir em seus empregos e boas expectativas sobre o impacto das novas tecnologias, destacou um novo relatório técnico da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Cúpula de Soluções de 2016. Foto: Cúpula de Soluções

ONU convida sociedade civil a participar de cúpula sobre soluções sustentáveis na Assembleia Geral

Durante o encontro anual da Assembleia Geral da ONU, que acontece entre os dias 18 e 28 de setembro, um evento paralelo ao debate dos chefes de Estado ocupará as galerias da sede das Nações Unidas — a Cúpula de Soluções. A iniciativa selecionará pessoas de diferentes partes do mundo, que poderão apresentar suas estratégias para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Brasileiros podem participar. Prazo para inscrição é 24 de agosto.

Durante o evento, houve apresentação cultural de Luana Euzébio, Cris de Souza, Cleo Street e Thug Dee. Foto: UNFPA Brasil.

Juventude negra é a mais afetada pelas políticas de drogas no Brasil, dizem especialistas

Redução de danos, violência contra jovens e falta de políticas públicas capazes de atender a usuários de drogas foram alguns dos temas que guiaram a segunda sessão de debates na Casa da ONU em Brasília na segunda-feira (14), no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Juventude.

O evento foi organizado pela ONU Brasil em parceria com o programa Câmara Ligada da Câmara dos Deputados.

Natalia Kanem, diretora-executiva em exercício do UNFPA. Foto: UNFPA

Jovens têm importante papel nas mudanças sociais positivas, diz agência da ONU

Na ocasião do Dia Internacional da Juventude, lembrado no último sábado (12), a diretora-executiva em exercício do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Natalia Kanem, disse que os jovens podem ter papel importante nas mudanças sociais positivas e para a construção das bases de um mundo mais justo e pacífico.

“Construir sociedades pacíficas, coesas e resilientes exige a participação plena e significativa dos jovens. Investir neles de forma a desenvolver suas capacidades e criar oportunidades que lhes permitam realizar todo o seu potencial na vida são um pré-requisito para seu envolvimento em assuntos civis.”

Laço vermelho, símbolo da luta contra a Aids. Foto: CC/Sham Hardy

Conhecimento sobre prevenção à AIDS permanece baixo, dizem jovens ao UNAIDS

Embora os números de novas infecções por HIV e mortes relacionadas à AIDS entre jovens tenham diminuído globalmente, em muitos lugares o conhecimento sobre a prevenção permanece preocupantemente baixo. Na ocasião do Dia Mundial da Juventude, lembrado no último sábado (12), o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) conversou com quatro jovens de diferentes países, incluindo Brasil, sobre os desafios que enfrentam em relação ao tema. Leia a reportagem.

No encontro, representantes de governos, da sociedade civil e do PNUD discutiram a municipalização dos ODS. Foto: Guilherme Larsen/PNUD.

Movimento nacional pelos ODS promove encontro em Brasília

Representantes do Movimento Nacional ODS – Nós Podemos reuniram-se em Brasília para seu quinto encontro. Além de membros do grupo, representantes de governos, da sociedade civil e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) discutiram de que forma os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a Agenda 2030 podem colaborar na formulação de políticas públicas locais e regionais para o alcance do desenvolvimento sustentável.

Mulheres representam 20% da mão de obra do setor agrícola na América Latina e Caribe. Foto: Banco Mundial/Romel Simon

Revista da CEPAL analisa participação da mulher no mercado de trabalho latino-americano e caribenho

A nova edição da revista quadrimestral da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) já está disponível gratuitamente para o público. Lançada nesta segunda-feira (14), publicação aborda progressos regionais na inserção da mulher no mundo do trabalho, em atividades produtivas e empresariais. Documento avalia impacto da presença feminina no mercado sobre o crescimento econômico dos países.

Programas de alimentação escolar podem fortalecer agricultura local e garantir que crianças frequentam o colégio. Foto: PMA / Vinícius Limongi

Escolas sustentáveis de El Salvador são certificadas em concurso da Fundação Banco do Brasil

A iniciativa de alimentação escolar Escolas Sustentáveis, desenvolvida pela prefeitura de Atiquizaya, no Departamento de Ahuachapán, em El Salvador, foi selecionada entre 12 boas práticas internacionais para ser certificada pelo Prêmio de Tecnologia Social da Fundação Banco do Brasil 2017.

A edição 2017 do concurso conta com a cooperação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil e o apoio da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), do Banco Mundial e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Secretário-geral da ONU nomeou a jornalista britânica Alison Smale para dirigir o Departamento de Informação Pública da Organização. Foto: YouTube/Hertie School of Governance

Secretário-geral nomeia jornalista britânica como chefe de comunicação global da ONU

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, nomeou a jornalista britânica Alison Smale para a direção do Departamento de Informação Pública da Organização, sob o cargo de secretária-geral adjunta para a comunicação global.

Chefe de departamento do jornal The New York Times em Berlim desde 2013, Alison Smale traz ao cargo quase 40 anos de experiência em jornalismo, acumulada com uma carreira internacional que inclui a criação de algumas publicações prestigiadas.

Mãe segura panela vazia ao lado de sua filha em acampamento perto da cidade de Ainabo, na Somália, em março de 2017. Foto: UNICEF/Kate Holt

Conflitos são uma das principais causas de fome no mundo, diz Conselho de Segurança da ONU

Expressando profunda preocupação com a ameaça de fome enfrentada por cerca de 20 milhões de pessoas em áreas de conflito em Iêmen, Somália, Sudão do Sul e nordeste da Nigéria, o Conselho de Segurança das Nações Unidas pediu na quarta-feira (9) que o secretário-geral alertasse o órgão com antecedência sobre casos de conflitos que possam levar a crises de fome.

Por meio de um comunicado, o órgão de 15 membros pediu que o secretário-geral forneça um relato oral em outubro deste ano sobre os desafios para uma resposta efetiva ao risco de fome nesses países, e que faça recomendações específicas sobre como enfrentar esses desafios com o objetivo de viabilizar uma ação mais firme no curto e no longo prazo.

Mães sírias aprendem a ler e a escrever nas aulas de literatura em Fnaydek, Líbano. Foto: ACNUR

Aulas de alfabetização abrem portas para mulheres sírias no Líbano

Diante de um quadro branco, Fatima Al Obeid escreve a letra “b” em árabe. Ela chama uma aluna para escrever a palavra “beit”, que significa “casa” – também em árabe. Suas alunas não são crianças, mas mulheres adultas.

Duas vezes por semana, Fatima ensina mães e avós sírias refugiadas no Líbano a aprender a ler e a escrever em sua língua nativa. Para a maioria delas, é a primeira vez que frequentam uma sala de aula. O relato é da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Jovens durante evento da ONU realizado na FIOCRUZ em 2016 para o Dia Internacional da Juventude. Foto: UNIC Rio/Matheus Otanari

UNESCO: desenvolvimento de qualquer sociedade depende do estímulo aos mais jovens

Às vésperas do Dia Internacional da Juventude, lembrado neste sábado (12), a diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Irina Bokova, afirmou que o desenvolvimento de qualquer sociedade depende da forma como ela estimula seus jovens.

“O mundo nunca foi tão jovem e está se tornando ainda mais jovem a cada dia que passa. O desenvolvimento de qualquer sociedade depende da forma como ela estimula seus jovens – mulheres e homens, da forma como são apoiados”, disse Irina em comunicado.

A educação é transversal e essencial para o cumprimento de todos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Foto: Govba/Carol Garcia

Educação para o desenvolvimento sustentável é tema de evento em São Paulo

A UNESCO no Brasil e a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo uniram-se para a realização de evento sobre Educação para Desenvolvimento Sustentável (EDS). Na ocasião, a Secretaria de Educação apresenta o projeto de EDS no novo currículo da rede municipal de ensino da capital paulista e que deve ser implantado no ano que vem.

O evento de lançamento da iniciativa acontece na terça-feira (15), às 15h30, no Teatro João Caetano (Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino, São Paulo, SP). A programação começa com a apresentação da publicação Educação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): objetivos de aprendizagem e da série de vídeos ODS para Crianças.

Para acabar com a transmissão de mãe para filho de quatro doenças até 2020, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) lançou o Marco para a Eliminação da Transmissão Materno-Infantil do HIV, Sífilis, Hepatite e doença de Chagas. Foto: Flickr/Etolane (cc)

OPAS lança nova iniciativa para eliminar a transmissão materno-infantil de quatro doenças

Todos os anos, estima-se que 2,1 mil crianças na América Latina e no Caribe nasçam com HIV ou o contraiam de suas mães; 22,4 mil estejam infectadas com sífilis; cerca de 9 mil nasçam com doença de Chagas; e 6 mil contraiam o vírus da hepatite B. Se não forem detectadas e tratadas a tempo, essas infecções podem causar abortos espontâneos, malformações congênitas, problemas neurológicos e cardíacos, cirrose, câncer de fígado e, em alguns casos, até a morte.

Para acabar com a transmissão de mãe para filho dessas quatro doenças até 2020, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) lançou o Marco para a Eliminação da Transmissão Materno-Infantil do HIV, Sífilis, Hepatite e doença de Chagas. Trata-se de um roteiro com estratégias e intervenções que visam às mulheres antes e durante a gravidez, bem como novas mães e seus bebês.

Ilhas Rabi, Fiji. A elevação do nível dos oceanos e as mudanças climáticas são ameaças à existência das ilhas do Pacífico. Foto: OCHA/Danielle Parry

Curso online da ONU sobre mudanças climáticas está disponível em português

O curso em português sobre mudanças climáticas é fruto de parceria entre o governo brasileiro, a UNESCO no Brasil e o UN CC: Learn, projeto que envolve mais de 35 agências das Nações Unidas.

A versão em português será lançada em evento da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, na terça-feria (15), às 15h30, no Teatro João Caetano (Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino, São Paulo, SP).

A hanseníase é uma doença infecciosa crônica causada por bactérias. Foto: EBC

OPAS/OMS colabora com Brasil para livrar país da hanseníase

Embora a hanseníase esteja presente em 24 dos 35 países das Américas, todos eliminaram a doença como problema de saúde pública (o que significa registrar menos de 1 caso por cada 10 mil habitantes), com exceção do Brasil. Por isso, a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) tem se empenhado em colaborar com as ações dos governos e instituições brasileiras no sentido de livrar o país da doença.

Bandeira venezuelana. Foto: EBC

Eventuais sanções à Venezuela podem piorar sofrimento da população, diz relator da ONU

As sanções não são a resposta para a crescente crise na Venezuela, e a comunidade internacional não deve seguir por esse caminho, disse o relator especial das Nações Unidas Idriss Jazairy nesta sexta-feira (11).

“As sanções podem piorar a situação da população venezuelana, que já está sofrendo com a inflação paralisante e a falta de acesso adequado a alimentos e remédios”, disse Jazairy.

Os fluxos de investimento estrangeiro direto (IED) para a América Latina e o Caribe diminuíram 7,9% em 2016, em comparação com 2015. Foto: EBC

CEPAL prevê queda de 5% para investimento estrangeiro direto na América Latina e Caribe em 2017

Em seu relatório anual, a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) projeta queda de 5% do investimento estrangeiro direto (IED) em 2017 na região, e sugere que os países latino-americanos e caribenhos gerem políticas para atrair fluxos que apoiem os processos nacionais de desenvolvimento sustentável.

Apesar da recessão, o Brasil aumentou em 5,7% suas entradas de IED em 2016 e se manteve como principal receptor na região (78,9 bilhões de dólares, equivalentes a 47% do total). No México, que recebeu 32,1 bilhões de dólares e foi o segundo país receptor (19% do total), o IED caiu 7,9%, mas ainda se manteve em níveis históricos elevados.

Nelson Mandela. Foto: Fundação Nelson Mandela

ONU no Brasil recebe inscrições para concurso de vídeos sobre pobreza; prazo prorrogado para 15 de agosto

Continuam abertas as inscrições para o concurso de vídeos Nelson Mandela com o tema “A luta contra a pobreza é uma questão de justiça. Não é um gesto de caridade”. O Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) lançou a competição no Dia Mundial Nelson Mandela, celebrado em 18 de julho.

Os três melhores filmes serão divulgados em 1º de setembro e serão exibidos no mesmo mês no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Rio de Janeiro. Prazo para inscrição foi prorrogado até 15 de agosto.

Mãe alimenta o filho com microcefalia em Pernambuco. Foto: UNICEF/BRZ/Ueslei Marcelino

UNICEF realiza seminário na BA sobre direitos de crianças com síndrome congênita do zika

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) realizou nesta semana em Salvador (BA) o “Seminário Internacional Infância em Tempos de Zika”, que tratou de questões de prevenção, cuidado e garantia de direitos de crianças, mulheres e famílias afetadas pelo vírus.

O evento reuniu mães de crianças acometidas pela síndrome congênita do zika e outras deficiências, além de gestores públicos, profissionais de saúde e especialistas nacionais e internacionais. Foram realizados painéis e debates, além de oficinas de estímulo para crianças com alterações de desenvolvimento.

Publicações em inglês darão visibilidade internacional para as atividades da Rede Brasil do Pacto Global. Imagem: Rede Brasil do Pacto Global

Pacto Global da ONU no Brasil lança publicações em diferentes idiomas para divulgar boas práticas

Para disseminar internacionalmente as experiências de empresas brasileiras na promoção dos direitos humanos e do desenvolvimento sustentável, a Rede Brasil do Pacto Global lançou neste mês (1º) traduções para o inglês de quatro publicações. Documentos contemplam temas diversos — a integração da Agenda 2030 da ONU a estratégias corporativas, diretrizes para o setor de alimentação, entre outros assuntos.

Publicação sobre imigração e corrupção no mercado internacional ganhou versões em inglês, espanhol, francês, alemão e mandarim.