O Dia da Terra é mais importante do que nunca

O Dia da Terra é um lembrete oportuno para tomar medidas urgentes para proteger o planeta do aquecimento global e garantir um futuro digno e saudável, diz o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

Enfrentar a pandemia da COVID-19 e proteger a população das futuras ameaças globais requer o gerenciamento correto de resíduos médicos e químicos, a administração consistente e global da natureza e da biodiversidade, e o comprometimento com a reconstrução da sociedade, criando empregos verdes e facilitando a transição para uma economia neutra em carbono.

Moradora da Vila Kennedy recebe doação de sabonete para ajudar na prevenção contra o novo coronavírus - Foto: Carol Du Pre/arquivo pessoal

UNICEF-Granado donation of soap helps combat coronavirus in marginalized Rio neighborhood

Brazilians living in marginalized communities are struggling to avoid the spread of the new coronavirus: many people live in the same house, in small spaces, and don’t have the money to buy basic hygiene products. UNICEF and Granado joined forces to help them by donating liquid soap to five projects that care for vulnerable children and youth in Rio de Janeiro, Brazil. The products were delivered to the families’ homes. Read the personal stories of Cíntia and Josete, two women who benefitted from the donation.

Considerado um dos países mais ambientalmente diverso do mundo, Colômbia sustenta perto de 10% da biodiversidade de todo o planeta. Foto: IPBES.

PNUMA participa de encontro sobre biodiversidade em São Paulo

Especialistas em biodiversidade estão reunidos até sexta-feira (6) em São Paulo, em encontro preparatório para a COP15 da Convenção de Diversidade Biológica, que acontece na China em outubro.

Os resultados das discussões serão utilizados para elaborar a Carta de São Paulo. Participam do encontro todas as esferas de governo, com destaque para estados e municípios, representantes do setor público, privado, acadêmico e sociedade civil.

Demonstração durante a COP 25 - Foto: UNFCCC

António Guterres lamenta fim da COP 25 sem consenso

Desapontado com os resultados da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP25), o secretário-geral da ONU, António Guterres, disse que a comunidade internacional perdeu uma importante oportunidade de mostrar maior ambição em atenuar, adaptar e buscar financiamento no enfrentamento da crise climática.

Finalizadas no último domingo (15), as negociações da COP25 encerraram um evento que viu muito progresso feito pelo setor privado e pelos governos nacionais, regionais e locais. No entanto, a conferência terminou sem um consenso geral sobre as ambições climáticas, gerando um sentimento de desapontamento nos participantes.

ARTIGO: Progresso rumo ao desenvolvimento sustentável está fora dos eixos

Em artigo publicado no jornal Financial Times nesta semana, o secretário-geral da ONU, António Guterres, lembra que metade da população mundial não tem acesso à educação e a cuidados de saúde; mulheres enfrentam discriminação e o número de pessoas com fome aumenta no mundo. Ele pede maior engajamento da iniciativa privada para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030. Leia a íntegra abaixo.

UNESCO e IBRAM promovem reunião técnica para discutir políticas de prevenção e gestão de riscos em museus. Foto: Ichigo/CC.

UNESCO promove encontro para discutir prevenção de riscos em museus

Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil promove, em parceira com o Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) e o Ministério da Cidadania, encontro técnico para discutir políticas de prevenção e gestão de riscos em museus.

Evento acontece hoje (6), no Centro Cultural Paço Imperial, no Rio de Janeiro, e conta com a participação de representantes em âmbito latino-americano de instituições especializadas em políticas patrimoniais e de preservação; gestores públicos; e sociedade civil. Diretor-geral adjunto de Cultura da UNESCO, Ernesto Ottone, também participa das discussões.

Segundo a coordenadora de Cultura da UNESCO no Brasil, “os constantes desastres, naturais ou não, que afetam o patrimônio cultural no mundo geram enorme preocupação e evidenciam a necessidade de termos um encontro como esse, que possa articular instâncias governamentais e da sociedade em prol do objetivo comum de proteger e preservar”.

"A FabricAID redesenha a forma como pensamos a moda", Omar Itani, 24, um dos ganhadores do Prêmio Jovens Campeões da Terra 2019.

No Líbano, jovem premiado pela ONU reformula o futuro da moda enquanto ajuda refugiados

O ganhador do Prêmio Jovens Campeões da Terra 2019 para a região do Sudoeste Asiático, Omar Itani é fundador da FabricAid, uma iniciativa de Beirute, no Líbano, que recicla roupas e tecidos descartados que gerariam danos ao meio ambiente.

A indústria da moda é o segundo maior consumidor de água no mundo, utilizando água suficiente para satisfazer as necessidades de cinco milhões de pessoas e produzindo o equivalente a três milhões de barris de petróleo em microfibra – que muitas vezes são despejados no mar.

A solução de Itani está dando novos usos a antigas peças enquanto protege a natureza e ajuda refugiados vivendo em Beirute – que podem comprar as roupas da FabricAid por uma preço que varia entre 30 centavos de dólar e dois dólares.

Rede Brasileira de População e Desenvolvimento percorre o Brasil em consultas sobre avanços e desafios do tema desde a Conferência Internacional de 1994. Foto: UNFPA Brasil | Yareidy Perdomo.

UNFPA apoia consulta em Roraima sobre o cenário da imigração no Brasil

Como parte de um amplo processo de consulta em várias partes do país sobre os avanços desde a Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento (CIPD), realizada no Cairo em 1994, a Rede Brasileira de População e Desenvolvimento visitou Roraima no final de setembro.

O objetivo foi colher demandas, experiências e proposições de imigrantes, profissionais que atuam na resposta ao fluxo migratório e a comunidade acadêmica sobre os desafios atuais da imigração no Brasil, no contexto dos 25 anos da Conferência Internacional no Cairo.

O encontro foi realizado em parceria com o Fundo de População da ONU (UNFPA) e contou com a participação de professores e estudantes da Universidade Federal de Roraima; profissionais do Exército da Salvação; da Associação Voluntários para o Serviço Internacional (AVISI Brasil); do Núcleo de Mulheres de Roraima e pessoas refugiadas e migrantes de diferentes gerações e gêneros.

Totens ilustram os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável na sede da ONU em Nova Iorque – Foto: Manuel Elias/UM Photo

Cúpula dos ODS: Brasil se compromete em reduzir mortalidade prematura em 1/3 até 2030

Quatro anos depois da adoção da Agenda 2030, líderes mundiais firmaram um acordo para uma década de ação ambiciosa para entregar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e anunciaram ações que estão sendo tomadas para avançar na Agenda.

Entre elas, o Brasil se comprometeu em reduzir a mortalidade prematura causada por doenças não transmissíveis para 1/3 até 2030; a Finlândia alcançará a neutralidade de carbono até 2035 e o México irá garantir acesso à internet para todos, incluindo pessoas em comunidades vulneráveis.

A declaração política foi adotada por unanimidade na apertura da Cúpula da ONU para os ODS.

Assembleia Geral da ONU. Foto: ONU/Cia Pak

Guterres pede ambição e ação nas discussões da Assembleia Geral da ONU

Cinco cúpulas das Nações Unidas serão realizadas na próxima semana para discutir a crise do clima e outras preocupações globais.

Para o secretário-geral da Organização, António Guterres, não há tempo a perder frente às mudanças climáticas, ao aumento da desigualdade, do ódio e da intolerância, entre muitos desafios alarmantes nas áreas de segurança e paz.

Ele pediu ambição e ação durante as discussões dos próximos dias.

Livros sobre raça e relações étnico-raciais foram sorteados no encontro IFEC e UNIC Rio. Foto: UNIC Rio | Naiara Azevedo.

No Rio, evento no Palácio Itamaraty discute gênero e relações étnico-raciais

Celebrando 15 anos de parceria, o Instituto Interamericano de Fomento à Educação, Cultura e Ciência (IFEC) e o Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil (UNIC Rio) promoveram na quarta-feira (18) um evento no Palácio Itamaraty (RJ) para debater gênero e raça.

O encontro reuniu estudantes, iniciativas do poder público e instituições que se organizam em favor dos direitos humanos em seus contextos – com destaque aos direitos das mulheres e da população negra do Brasil.

Segundo o presidente do IFEC, Raymundo Stelling, os encontros anuais do Instituto nas instâncias do UNIC Rio, além de marcar a parceria com a ONU, também são uma oportunidade para reunir pessoas e grupos de trabalhos que estão na linha de frente da promoção dos direitos humanos de todas e todos.

Anísio, de 10 anos, nasceu com HIV e está tendo problemas com o tratamento devido à desnutrição. Foto: ONU News/Reprodução

Moçambique: metade das pessoas vivendo com HIV interrompeu tratamento após ciclones

Na noite de 28 de abril, o ciclone Kenneth entrou pela costa da província de Cabo Delgado, no extremo norte de Moçambique, e destruiu a casa de Luísa Maio. Luísa, de 36 anos, vive em uma casa de palha e barro com o marido e o filho mais novo. A família, que já tinha dificuldades para se alimentar, teve a situação agravada depois que a tempestade arrasou os campos onde cultivava legumes.

A moçambicana e três de seus quatro filhos vivem com HIV. Preocupada em reconstruir a casa e encontrar o que comer, a família interrompeu o tratamento com medicamentos antirretrovirais.

O mesmo ocorreu com outros moçambicanos vivendo com HIV em locais atingidos pelos ciclones Kenneth e Idai. Segundo uma análise do Ministério da Saúde do país, apoiada pelas Nações Unidas, houve uma queda de 50% no número de consultas de acompanhamento para o vírus. O número de pessoas em tratamento também caiu para cerca de metade. O relato é da ONU News.

Projeto Paulo Freire melhora condições de vida de agricultores familiares do Ceará. Foto: Flickr/Orgânicos do Pivas (CC)

Países africanos visitam CE para conhecer projetos de desenvolvimento agrário

Uma delegação de oficiais de países africanos visitou na segunda-feira (10) a Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) do Ceará para conhecer e reproduzir experiências do estado no impulso ao desenvolvimento rural sustentável.

Representantes de governos e da sociedade civil de Senegal, Níger e Burkina Faso assistiram a apresentações do Programa de Cisternas e do Projeto Paulo Freire e debateram a implantação de ações.

O Projeto Paulo Freire é uma parceria entre o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e o governo do estado do Ceará, que através da Secretaria de Desenvolvimento Agrário atua em 600 comunidades em situação de pobreza e extrema pobreza no semiárido cearense de modo a fortalecer e desenvolver a agricultura familiar.

As economias em desenvolvimento, lideradas pela China e pela Índia, responderam por quase 90% das 750 milhões de pessoas que ficaram online pela primeira vez entre 2012 e 2015, de acordo com dados da União Internacional de Telecomunicações (UIT). Foto: EBC

Países latino-americanos reúnem-se no Chile para discutir políticas públicas digitais

Representantes de países de América Latina e Caribe reuniram-se esta semana em Santiago, no Chile, para discutir a nova agenda digital regional, denominada eLAC2020, com a convicção de que a revolução tecnológica em curso exige uma atualização permanente das políticas públicas digitais, em linha com os objetivos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Em um cenário de baixo crescimento regional e de aumento do protecionismo no mundo, “é necessário implementar políticas de mudança estrutural na América Latina e no Caribe, priorizando a adoção das tecnologias digitais como catalizadoras da produtividade, do crescimento, da inclusão e da sustentabilidade ambiental”, disse Alicia Bárcena, secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL).

Lideranças da indústria reunidas no Festival Internacional de Criatividade de Cannes Lions como parte da Aliança sem Estereótipo Foto: Getty Images /Cannes Lions

Em Cannes, ONU Mulheres convida indústria global a eliminar estereótipos de gênero na publicidade

A diretora-executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka, pediu esta semana durante o Festival Internacional de Criatividade Cannes Lions um maior compromisso das empresas com a igualdade de gênero e uma atuação coletiva para a eliminação de estereótipos na publicidade.

Durante o evento, 25 empresas se comprometeram com uma agenda global para enfrentar estereótipos de gênero nos anúncios e campanhas publicitárias.

Banco Mundial chama população a opinar sobre parceria entre o organismo financeiro e o Brasil

O Banco Mundial chama a população brasileira a participar de uma consulta pública sobre os rumos da parceria entre o organismo financeiro e o Brasil. Até 31 de maio de 2017, a agência da ONU receberá contribuições por e-mail de qualquer pessoa interessada. Recomendações do público serão levadas em conta na elaboração da nova estratégia nacional do Banco para o período 2017-2023.

Refugiados no campo de Bahirka, perto de Erbil, no norte do Iraque. Foto: UNAMI

Cátedra Sérgio Vieira de Mello promove temática do refúgio nas universidades brasileiras

Cerca de 3 mil alunos universitários do Brasil têm acesso à temática do refúgio e dos deslocamentos forçados por meio de disciplinas oferecidas pela Cátedra Sérgio Vieira de Mello (CSVM). As universidades associadas à cátedra têm facilitado o ingresso e a permanência de refugiados no ensino superior.

Os resultados da iniciativa no Brasil, promovida pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) desde 2003, foram divulgados na quinta-feira (24) durante a I Conferência Latino-Americana e VII Seminário Nacional da Cátedra, na Universidade Federal do ABC (UFABC), em São Bernardo do Campo (SP).