Categoria: Ação Humanitária

Coral de crianças Canarinhos da Amazônia apresenta-se no Palácio do Planalto

O coral infantil Canarinhos da Amazônia, que reúne crianças brasileiras e venezuelanas e conta com o apoio da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), foi convidado pelo governo federal para se apresentar no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), ao lado do mais alto escalão do Executivo brasileiro. O evento marcou a troca de comando da Operação Acolhida, a resposta humanitária do governo brasileiro ao fluxo de refugiados e migrantes venezuelanos.

Situação de milhares de crianças na Líbia é insustentável, alerta UNICEF

O mundo não deve aceitar a situação "terrível e insustentável" enfrentada pelas crianças na Líbia, disse a chefe do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) nesta sexta-feira (17). "As crianças na Líbia, incluindo crianças refugiadas e migrantes, continuam sofrendo gravemente em meio à violência e ao caos desencadeado pela guerra civil de longa data do país", disse a diretora-executiva Henrietta Fore, em comunicado. O UNICEF e seus parceiros no terreno estão apoiando crianças e famílias, fornecendo acesso a cuidados de saúde e nutrição, proteção, educação, água e saneamento.

Vítimas de terremoto no Haiti são homenageadas na sede da ONU em Nova Iorque

Mais de 200 mil haitianos que morreram no devastador terremoto que atingiu a nação insular há dez anos foram homenageados nesta sexta-feira (17) em uma cerimônia solene na sede da ONU, em Nova Iorque. A homenagem incluiu os 102 funcionários das Nações Unidas vitimados pela tragédia. Os haitianos estavam começando um novo ano com otimismo, lembrou o secretário-geral da ONU, António Guterres, durante a cerimônia, mas "em alguns segundos, suas esperanças se transformaram em pó". "Nunca esquecerei o choque e a tristeza em todo o mundo e nas Nações Unidas quando a escala da tragédia ficou clara", acrescentou.

ONU realiza cerimônia em memória às vítimas do terremoto de 2010 no Haiti

Funcionários das Nações Unidas reúnem-se nesta sexta-feira (17) na sede da ONU, em Nova Iorque, para prestar uma homenagem a todos que perderam a vida no terremoto do Haiti, há dez anos. Em 12 de janeiro de 2010, um tremor de 7 graus de magnitude matou mais de 222 mil pessoas, incluindo 102 trabalhadores da ONU que serviam na Missão de Estabilização do Haiti, a MINUSTAH.

ONU protege centenas de pessoas deslocadas devido a combates na República Centro-Africana

Novos confrontos no sudeste da República Centro-Africana levaram cerca de 400 pessoas a procurar abrigo em uma base da ONU na região, disse um porta-voz das Nações Unidas na quarta-feira (15). De acordo com a avaliação inicial do escritório de assuntos humanitários, cerca de 2 mil pessoas deslocadas internamente precisam urgentemente de comida, abrigo e itens não alimentares. As equipes humanitárias estão mobilizando recursos para atender a demanda.

Agências da ONU integram novo site da Operação Acolhida

Uma nova página online da Operação Acolhida, a resposta humanitária do governo federal ao fluxo de venezuelanos e venezuelanas ao Brasil, que conta com o apoio de agências das Nações Unidas no país e parcerias da sociedade civil, será lançada nesta quinta-feira (16) em evento no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

Conflito na Síria apagou sonhos das crianças do país, diz novo relatório da ONU

Quase nove anos de conflito na Síria roubaram a infância de meninos e meninas e os sujeitaram a "violações incessantes ​​de seus direitos", incluindo assassinato, mutilações, deslocamento, recrutamento forçado, tortura, estupro e escravidão sexual. As conclusões estão no último relatório da Comissão de Inquérito da ONU sobre a Síria, divulgado nesta quinta-feira (16). “Estou chocado com o flagrante desrespeito pelas leis da guerra e pela Convenção dos Direitos da Criança por todas as partes envolvidas no conflito”, afirmou o presidente da Comissão, o brasileiro Paulo Sérgio Pinheiro.

OIM e UFRGS assinam parceria para certificação de políticas migratórias locais

A primeira iniciativa conjunta entre Organização Internacional para as Migrações (OIM) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) será o processo de certificação de políticas migratórias locais desenvolvidas por estados e municípios. A OIM já vem atuando para a construção de ferramentas que permitam aos governos apreciarem a abrangência de suas políticas migratórias, destravando o potencial da migração para o desenvolvimento em benefício dos migrantes e das comunidades de acolhida.

Projeto em Pacaraima (RR) acolhe refugiados e migrantes em situação de rua

O casal de brasileiros Gideão Ferreira de Vasconcelos e Sandra Santos de Vasconcelos abriram as portas da Comunidade Batista de Pacaraima (RR) para acolher famílias venezuelanas. “Já oferecíamos alimentação para algumas famílias que viviam nas ruas, mas, após alguns conflitos entre a população local e a comunidade venezuelana, decidimos abrir as portas da igreja e abrigar o máximo de pessoas possível”, diz Sandra ao contar sobre como o projeto começou, ainda em 2018. Leia o relato da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Promotores comunitários fortalecem rede de proteção a refugiados e migrantes em Manaus

Aos 70 anos, o venezuelano Omar percorre as ruas de Manaus (AM) há mais de dois prestando assistência a refugiados e migrantes que chegam à cidade. Seja no acompanhamento de pessoas para emissão de documentos ou indicando acesso a serviços públicos, ele está sempre a postos para ajudar seus conterrâneos. Ele é um dos dez promotores comunitários que fazem parte do projeto Outreach Volunteers em Manaus, uma iniciativa da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), em parceria com a Cáritas Manaus, que promove oficinas de capacitação para que mais líderes comunitários possam levar adiante informações sobre direitos e auxiliar pessoas ... Read more

Refugiado sírio é forçado a deixar tudo para trás pela quinta vez

A vida de refugiado não é novidade para o sírio Mustafa, de 36 anos. Ele nasceu em Ras al Ain, região próxima da fronteira norte da Síria com a Turquia. Desde o começo do conflito, em 2011, já somam cinco as vezes que ele e sua família foram obrigados a deixar o país rumo ao Iraque. Após o mais recente episódio de violência, ele diz não ter certeza se retornará. “Nas vezes anteriores, eu sabia que voltaríamos em breve. Ficaríamos no Iraque por três ou quatro meses até que a situação melhorasse”, explicou. “Mas desta vez não acho que será ... Read more

ACNUR é homenageado com a Taça Olímpica por contribuição ao esporte

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) recebeu, na última sexta-feira (10), a Taça Olímpica do Comitê Olímpico Internacional (COI) por seu trabalho de apoio a refugiados e comunidades de acolhida por meio do esporte e pela promoção dos valores olímpicos em todo o mundo. O esporte é um pilar crucial da missão do ACNUR de proteger e capacitar crianças e jovens deslocados, além de promover a inclusão social e as boas relações com as comunidades de acolhida.

Síria: ajuda humanitária da ONU é renovada com redução de pontos de passagem

O Conselho de Segurança renovou na sexta-feira (10) uma operação da ONU que presta ajuda humanitária através da fronteira síria a milhões de civis. No entanto, alguns membros do órgão manifestaram desapontamento com o fato de a resolução aprovada reduzir pela metade o número de pontos de passagem e a duração da operação.

Há 10 anos: Guterres presta homenagem às vítimas do terremoto do Haiti

O secretário-geral da ONU, António Guterres, divulgou uma mensagem em tributo às vítimas do terremoto no Haiti, ocorrido há 10 anos, lamentando a tragédia que deixou milhares de vítimas. Em 12 de janeiro de 2010, mais de 222 mil pessoas morreram, incluindo 102 funcionários das Nações Unidas. Entre eles, o vice-chefe da Missão da ONU no Haiti, o brasileiro Luiz Carlos da Costa. Na mensagem, o secretário-geral renovou o compromisso das Nações Unidas em ajudar o Haiti e o seu povo na construção de um futuro melhor.

Comunidades na Espanha abrem suas portas para famílias de refugiados sírios

“As pessoas me perguntam: ‘o que você está fazendo consigo mesma ao ajudar essas pessoas?’ E eu digo: ‘o correto seria: o que elas estão fazendo por mim?’ Elas mudam você e te ajudam a pensar de uma maneira diferente”, disse a voluntária basca Begoña Herrero, que apoia famílias sírias. Um programa-piloto de patrocínio comunitário visa prestar assistência a cinco famílias de refugiados instaladas no País Basco, uma comunidade autônoma no norte da Espanha. Leia o relato da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Ator Liam Neeson pede apoio a crianças refugiadas e migrantes em visita à fronteira Brasil-Venezuela

Embaixador do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o ator norte-irlandês Liam Neeson se uniu à organização para pedir à comunidade internacional mais apoio às crianças e adolescentes refugiados e migrantes da Venezuela que precisam de assistência na América Latina e no Caribe. Neeson realizou uma visita de quatro dias à região da fronteira brasileira com a Venezuela, onde se encontrou com crianças e famílias venezuelanas vulneráveis, bem como brasileiros afetados pelo aumento dos fluxos migratórios.

Água potável traz esperança a refugiados sul-sudaneses e anfitriões em Uganda

Quando a sul-sudanesa Asha Rose Sillah chegou a Uganda pela primeira vez como refugiada, havia tão pouca água que para saciar a sede ela tinha que recorrer a um pântano. Agora, graças a um novo projeto, sua família tem água potável em abundância — e excedente suficiente para regar as cebolas cultivadas para venda no mercado. Leia relato da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Conselho de Segurança das Nações Unidas pede diálogo político no Haiti

O Conselho de Segurança da ONU enfatizou nesta quinta-feira (9) a necessidade de resolver o impasse político em curso no Haiti entre o presidente Jovenel Moïse e um crescente movimento de oposição. Os membros do Conselho de Segurança emitiram um comunicado descrevendo a necessidade imediata de as partes se envolverem em um diálogo inclusivo e aberto para formar um governo que responda às necessidades da população.

Milhares fogem de conflitos no leste da República Democrática do Congo

Há mais de seis meses, grupos armados tem sido os responsáveis por assassinatos, estupros e sequestros que já forçaram mais de 300 mil pessoas a abandonar seus lares na República Democrática do Congo. As comunidades locais são acolhedoras, mas seus hospitais e escolas estão sobrecarregados. Cerca de 16 mil pessoas deslocadas internamente, principalmente mulheres e crianças, chegaram à cidade de Drodro nos últimos meses. O relato é da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Síria: conflitos em Idlib deslocaram mais de 300 mil pessoas em dezembro

O vice-coordenador humanitário da ONU na Síria, Mark Cutts, disse nesta terça-feira (7) que está alarmado com a deterioração da situação humanitária em Idlib, no noroeste do país. Segundo ele, mais de 3 milhões de moradores permanecem presos em uma zona de guerra, a maioria mulheres e crianças. Pelo menos 300 mil civis fugiram desde meados de dezembro.

Interiorização traz novas perspectivas aos venezuelanos no Brasil

A venezuelana Gabriela Peña fugiu da fome, da escassez generalizada e da repressão política em sua terra natal. Buscou segurança no Brasil, no estado de Roraima. Mesmo depois de finalmente ter acesso a alimentos e medicamentos, não conseguia encontrar o trabalho de que precisava para se sustentar. Ela participou então do processo de interiorização promovido pelo governo federal com apoio de agências das Nações Unidas. Hoje, trabalha no departamento de Recursos Humanos de um laboratório de diagnósticos. Leia o relato da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Posto em Manaus (AM) atende mais de 5 mil refugiados e migrantes em dois meses

Com cerca de 224 mil venezuelanos no país, a coleta dos dados facilita a resposta local, apoia a adequação de serviços básicos como saúde, educação e abrigamento, e auxilia o mapeamento de fluxos de mobilidade internamente. Para facilitar esses serviços em Manaus (AM), um novo Posto de Interiorização e Triagem foi inaugurado há dois meses para atender a comunidade refugiada e migrante, com serviços de documentação, registro, vacinação e encaminhamento para a estratégia de interiorização.

Líbia: missão da ONU condena ataque a academia militar que deixou 30 mortos

A Missão de Apoio das Nações Unidas na Líbia (UNSMIL) condenou no último domingo (5) o ataque realizado no sábado (4) contra uma academia militar na capital do país, Trípoli. No momento do atentado, cadetes se reuniam em um desfile na academia Hadaba, distrito sul da capital. De acordo a mídia local, pelo menos 30 pessoas foram mortas e outras 30 ficaram feridas. O ataque ocorreu um dia depois do secretário-geral da ONU, António Guterres, reforçar seu pedido de cessar-fogo imediato na Líbia e a retomada de diálogo político.

UNICEF oferece apoio ao governo da Austrália diante de incêndios florestais

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) ofereceu apoio ao governo da Austrália, que enfrenta uma onda de incêndios florestais desde setembro, e que foi intensificada nas últimas semanas. Em comunicado, o UNICEF elogiou o profissionalismo e dedicação dos bombeiros, dos serviços rurais e da organização Cruz Vermelha, que atua no país. A agência da ONU afirmou que sua experiência em situações de emergências e desastres naturais pode ser útil à Austrália neste momento.

Palha do buriti ganha vida na mão de artesãs indígenas venezuelanas em Roraima

As venezuelanas indígenas warao Marcelina e Hermínia tiveram em novembro uma semana repleta de novidades. Abrigadas em Roraima, elas fizeram sua primeira viagem de avião e chegaram a São Paulo, onde expuseram o artesanato que produzem a partir da palha do buriti. Com apoio da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), da ONG Fraternidade — Federação Humanitária Internacional (FFHI) e da União Europeia, o artesanato com palha de buriti tem se tornado uma fonte de renda para essa população.

OCHA: Brasil está entre países com maior número de pessoas expostas a inundações

O Brasil aparece entre os 15 países do globo com a maior população exposta ao risco de inundação. A informação é de um relatório da ONU documentando catástrofes naturais das últimas duas décadas na América Latina e Caribe. No estudo Desastres Naturais na América Latina e Caribe, o Escritório da ONU para os Assuntos Humanitários (OCHA) aponta as inundações como o tipo de desastre mais comum na região desde o ano 2000. A América Latina e o Caribe tiveram prejuízos de 1 bilhão de dólares causados por danos em 12 enchentes ocorridas entre 2000 e 2019.

Líbia: ACNUR manifesta preocupação com bombardeios perto de suas instalações

Os bombardeios perto de uma grande instalação administrada pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) em Trípoli, capital da Líbia, na quinta-feira (2), provocaram profunda preocupação pela segurança dos refugiados e requerentes de refúgio no país. Após notícias de que três morteiros caíram perto do seu Centro de Acolhimento e Partidas (GDF), Jean-Paul Cavalieri, chefe de missão do ACNUR para a Líbia, emitiu um comunicado pedindo que todos os lados do conflito no país protejam civis e a infraestrutura civil.

Do outro lado da fronteira

Quem olha para a venezuelana Harlen Barrios, de 31 anos, natural de Bolívar, sabe reconhecer o excelente desempenho que hoje ela tem na atenção e acolhimento às pessoas refugiadas e migrantes que chegam à Operação Acolhida em Pacaraima (RR). Nem imaginam que, há menos de dois anos, ela estava do outro lado da fronteira. Hoje Harlen faz parte da equipe do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) na cidade, atuando como assistente de campo 1, dando atenção a refugiados e migrantes que chegam à fronteira com a Venezuela.

Ação conjunta de ONU e parceiros visa apoiar refugiados e comunidades anfitriãs

Os Países Baixos, o Grupo Banco Mundial - incluindo o Banco Mundial e a Corporação Financeira Internacional (IFC) – o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) lançaram em dezembro a Parceria PROSPECTS, um programa internacional que visa melhorar o acolhimento e a proteção de refugiados e comunidades anfitriãs. A parceria visa mudar o paradigma de uma abordagem humanitária para uma abordagem de desenvolvimento, em resposta a crises de deslocamento forçado. A iniciativa está fundamentada no consenso do Pacto Global sobre Refugiados de que ajudar ... Read more

UNFPA: refugiados e migrantes precisam ter acesso a contraceptivos e parto seguro

A nova representante do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) no Brasil, Astrid Bant, visitou Roraima no fim de novembro para conhecer o trabalho desenvolvido pela equipe de assistência humanitária no estado. Na ocasião, ela constatou que, entre os desafios da atuação da agência da ONU, está a necessidade de garantir o parto seguro a mulheres refugiadas e migrantes que chegam ao país grávidas e em situação de vulnerabilidade. Além disso, é necessário assegurar o planejamento reprodutivo e acesso a contracepção a outro grupo de mulheres que, sem informação e serviços, estão expostas à gravidez não intencional.

‘O que me move é esperança de mundo mais justo e igualitário’, diz funcionário do ACNUR

O brasileiro Lucas Nascimento é assistente sênior de soluções duradouras da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) em Manaus (AM). Diariamente, ele trabalha para garantir que refugiados encontrem caminhos para reconstruir suas vidas.

UNICEF vê aumento do número de crianças mortas em conflitos armados no mundo

Os conflitos em todo o mundo duram mais e matam mais crianças e jovens, disse a diretora-executiva do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Henrietta Fore, nesta segunda-feira (30). A agência informou que, durante essa 'década mortal', houve um aumento de três vezes no número de ataques desde 2010 — uma média de 45 violações por dia. Em 2018, a ONU verificou mais de 24 mil violações graves contra crianças, incluindo assassinatos, mutilações, violência sexual, sequestros, negação de acesso à ajuda humanitária, recrutamento de crianças e ataques a escolas e hospitais. Embora os esforços de monitoramento e elaboração ... Read more

UNICEF e Sociedade de Pediatria se unem para cuidado de crianças venezuelanas no Pará

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Sociedade Paraense de Pediatria (Sopape) definem agenda de ação comum a ser desenvolvida com foco em crianças migrantes em Belém e Santarém (PA). Antônio Carlos Cabral, especialista em Saúde, HIV e Primeira Infância do UNICEF na Amazônia, e Vilma Francisca Hutim Gondim de Souza, presidente da Sopape, definiram em encontro realizado em Belém ações prioritárias para a primeira infância e o desenvolvimento de competências da rede que trabalha com refugiados e migrantes nos abrigos em Belém e Santarém.

UNICEF e parceiros inauguram casas de acolhimento para crianças venezuelanas em Roraima

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com o governo de Roraima e o Ministério da Cidadania, no contexto da Operação Acolhida, inaugurou na semana passada uma Casa Lar em Boa Vista (RR) e uma Casa de Passagem em Pacaraima (RR) como intervenção imediata de proteção para o cuidado e o acolhimento de crianças e adolescentes venezuelanos desacompanhados.

Refugiadas venezuelanas criam presépio natalino com materiais recicláveis em Boa Vista

Pessoas refugiadas e migrantes venezuelanas transferidas para o abrigo Rondon 2, em Boa Vista (RR), tiveram uma surpresa natalina. Na entrada do espaço, um grande presépio feito de materiais recicláveis que seriam jogados no lixo levou ao abrigo o espírito de Natal. Trabalhado durante um mês, as venezuelanas Marileth Aellano, Nieves Gutierrez e Gerinez Perez coletaram, limparam e arranjaram os materiais recicláveis para criar a obra inspirada em memórias e esperanças. Trabalharam noite e dia no projeto até, finalmente, concluí-lo poucos dias antes do Natal. Leia o relato da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Brasileiros e venezuelanos atuam juntos em Pacaraima para melhorar comunidade de acolhida

Começou cedo. No último sábado (14), enquanto os moradores de Pacaraima (RR) acordavam, um mutirão comunitário na cidade brasileira localizada na fronteira com a Venezuela iniciava a limpeza e reforma da praça esportiva do bairro de Suapi. Promovido por Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), associação de moradores do bairro e Prefeitura, o mutirão contou com mais de 150 brasileiros e venezuelanos. Além da limpeza da praça, outras atividades promoveram a convivência pacífica no município que testemunha o impacto do maior fluxo de deslocamento forçado da história recente da América Latina.

UNICEF firma parceria com aplicativo TikTok para campanha global de fim de ano

O TikTok, aplicativo líder de vídeos curtos para dispositivos móveis, firmou parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) em uma campanha global para comemorar momentos especiais durante a temporada de festas de final de ano. A plataforma convida os usuários a mostrar seu apoio ao UNICEF com a criação de vídeos usando a #geraçãotiktok, de 23 de dezembro de 2019 a 2 de janeiro de 2020.

Oficinas em Boa Vista (RR) visam fortalecer atendimento psicossocial e de saúde mental

A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) deu início a uma série de oficinas para capacitar profissionais que trabalham na atenção primária e na atenção psicossocial em Boa Vista e no estado de Roraima. O projeto é financiado com recursos doados pela Embaixada do Japão para apoiar o governo nas ações de resposta ao fluxo migratório no país.

Países e bancos de desenvolvimento prometem mais de US$10 bi para apoio a refugiados

O primeiro Fórum Global sobre Refugiados, que teve fim na última quarta-feira (18), em Genebra, resultou em mais de 770 promessas de apoio, que cobrem áreas como proteção, empregabilidade e educação para refugiados e para as comunidades que os acolhem. De acordo com a Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), bancos em desenvolvimento, assim como Estados e outras partes interessadas, assumiram compromissos financeiros que totalizaram mais de 10 bilhões de dólares.

Chefe de direitos humanos da ONU descreve cenário de miséria e hiperinflação na Venezuela

As manifestações na Venezuela devem ter permissão para ocorrer antes das eleições legislativas de 2020, disse a alta-comissária das Nações Unidas para os direitos humanos, Michelle Bachelet, na quarta-feira (18), citando relatos de perseguições, ameaças e prisões promovidas por serviços de inteligência e forças de segurança. Em discurso no Conselho de Direitos Humanos, em Genebra, Bachelet descreveu a miséria contínua que os cidadãos mais pobres do país enfrentam, vivendo em tempos de hiperinflação. Hoje, o salário mínimo "cobre apenas 3,5% da cesta básica", acrescentou, em meio a "falhas no serviço público", incluindo assistência médica para crianças.

Mundo precisa transformar forma como responde à situação dos refugiados, diz Guterres

O mundo precisa transformar a maneira como responde à situação dos refugiados e fazer mais pelos países que abrigam a maioria deles, disse o secretário-geral da ONU, António Guterres, na terça-feira (17), no primeiro Fórum Global sobre Refugiados. Realizado em Genebra, o encontro busca soluções para uma década de aumento dos fluxos migratórios. “É o momento de deixar para trás um modelo de apoio que muitas vezes deixou refugiados por décadas com suas vidas em espera: confinados em acampamentos, apenas sobrevivendo, incapazes de progredir ou contribuir. É o momento de construir uma resposta mais igualitária através da partilha de responsabilidades”, ... Read more