Seca contínua nas Ilhas Marshall mantém estado de emergência

Pequeno país do Pacífico sofre com severa seca desde 8 de maio, quando foi proclamado o estado de emergência pela primeira vez. Governo pediu 4,7 milhões de dólares para plano de resposta.

Foto: OCHA/Dan DeLorenzo

Foto: OCHA/Dan DeLorenzo

Segundo o mais recente relatório do Escritório da ONU de Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), publicado nesta terça-feira (11), uma seca que persiste nas Ilhas Marshall – pequeno país da região da Micronésia, no Oceano Pacífico – mantém o estado de emergência e preocupa a organização.

Segundo a ONU, as necessidades humanitárias são urgentes, principalmente na região norte do país de cerca de 55 mil habitantes.

O estado inicial de “desastre por seca”, proclamado no último dia 8 de maio, foi prorrogado pelo Conselho de Ministros por mais 30 dias, até o início de julho.

Segundo o OCHA, o governo finalizou um plano imediato e de curto prazo de resposta à seca no dia 31 de maio.

O pedido de financiamento estimado pelo governo é de 4,7 milhões de dólares. A lacuna de recursos continua a ser significativa para as necessidades de recuperação identificadas no plano, afirmou a ONU.