Rio+20 em Números

Durante nove dias, milhares de eventos foram realizados no período que antecedeu e durante a Rio+20 em todo Rio de Janeiro, incluindo mais de 500 eventos oficiais e paralelos no Riocentro. Só da Conferência oficial participaram mais de 45 mil pessoas.

Rio+20 em Números. Foto: UNIC Rio/Diego Blanco

Durante nove dias (13 a 22 de junho), milhares de eventos foram realizados no período que antecedeu e durante a Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, em todo Rio de Janeiro, incluindo mais de 500 eventos oficiais e paralelos no Centro de Convenções Riocentro, onde a Conferência foi realizada.

A Rio+20 foi a maior Conferência da ONU já realizada, com ampla participação de líderes dos setores privado, do governo e da sociedade civil, bem como funcionários da ONU, acadêmicos, jornalistas e o público em geral.

Abaixo estão alguns dados da Rio+20.

Compromissos

No total, serão investidos 513 bilhões de dólares somente nos 13 principais projetos, bem como nas demais parcerias, programas e ações nos próximos 10 anos nas áreas de transporte, energia, economia verde, redução de desastres e proteção ambiental, desertificação, mudanças climáticas, entre outros assuntos relacionados ao desenvolvimento sustentável.

705 compromissos voluntários para o desenvolvimento sustentável registrados por governos, empresas, grupos da sociedade civil, universidades e outros.

Participantes no Riocentro, até o fechamento em 22 de junho

  • Total de participantes: 45.381
  • Delegações de 188 Estados-Membros e três observadores
  • Mais de 100 Chefes de Estado e de Governo
  • Delegados: aproximadamente 12.000
  • ONGs e Major Groups: 9.856
  • Mídia: 4.075
  • Credenciais para os dias dos Diálogos para a sociedade civil (16 a 19): 1.781
  • Pessoal de Segurança: 4.363
  • Cerca de 5.000 pessoas trabalharam no Riocentro diariamente.

Voluntários

  • 1.500 pessoas se ofereceram para o trabalho voluntário, incluindo os jovens, selecionadas a partir de escolas técnicas, estudantes de escolas públicas do Rio de Janeiro, estudantes universitários e profissionais de todo o Brasil.
  • Cerca de 700 jovens de comunidades vulneráveis ​​foram selecionados.
  • 5% dos voluntários eram pessoas com deficiência.

Sobre o Riocentro

  • Área total do Riocentro: 571 mil m², dos quais 100 mil m² foram construídos para a Rio+20.
  • 205 km de rede de cabo de fibra óptica.
  • Acesso a Internet sem fio para até 32.000 usuários simultâneos.
  • 8 km de cabos telefônicos.
  • Mais de 5.000 equipamentos de TIC (computadores, equipamentos de rede).
  • Capacidade de rede equivalente a uma cidade de 120.000 habitantes.
  • Infraestrutura compartilhada de 600 estações de trabalho.
  • 17 restaurantes na praça de alimentação.
  • 36 portais de raios-X.

Transporte para o Riocentro

  • Cerca de 350 ônibus transportaram os participantes credenciados.
  • Sete linhas de ônibus ligadas a partir do Centro, Zona Sul e Barra da Tijuca até o Riocentro.
  • Duas linhas conectadas a partir de dois aeroportos do Rio de Janeiro à área de hotéis.

Parque dos Atletas

  • Próximo ao Riocentro, uma área de exposição, aberta ao público em geral, foi criada no Parque dos Atletas para mostrar práticas de desenvolvimento sustentável, com exposições de 57 países (área total de 7.000 m²) e 33 organizações internacionais e agências especializadas (área total de 1.305 m²).

Hotéis

  • Segundo a Associação Brasileira de Hotéis do Rio de Janeiro, a taxa de ocupação dos hotéis foi de 95% durante os nove dias.

Acesso a informação

  • 161 totens (pontos de informação eletrônicos) foram instalados nos principais hotéis, aeroportos e outros locais pela cidade com informações sobre o evento, dicas para o turismo na cidade, opções de transporte, a agenda da Conferência, mapas e outros serviços de informação, todos em português, inglês e espanhol.

Fontes: Nações Unidas e do Comitê Nacional Organizador (CNO) do Brasil para a Rio+20.