Rio de Janeiro envia donativos para migrantes venezuelanos em Roraima

O governo de Roraima, por meio da Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social (SETRABES), receberá na sexta-feira (17) donativos vindos do Rio de Janeiro destinados aos migrantes venezuelanos que estão em Roraima. O relato é da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Os donativos, arrecadados por meio de ação realizada pela Secretaria de Direitos Humanos e Política para Mulheres e Idosos do Rio de Janeiro em parceria com a comunidade venezuelana do estado, chegaram a Roraima em quatro lotes entre os dias 10 e 14 de novembro.

Diariamente, migrantes venezuelanos ingressam no Brasil pela fronteira com Roraima em busca de uma vida melhor. Foto: EBC

Diariamente, migrantes venezuelanos ingressam no Brasil pela fronteira com Roraima em busca de uma vida melhor. Foto: EBC

O governo de Roraima, por meio da Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social (SETRABES), receberá na sexta-feira (17) donativos vindos do Rio de Janeiro destinados aos migrantes venezuelanos que estão em Roraima. A ação será às 8h30, na Rede Cidadania Melhor Idade, localizada na Rua Cabo PM Lawrence de Melo, 259, Caranã.

Os donativos, arrecadados por meio de ação realizada pela Secretaria de Direitos Humanos e Política para Mulheres e Idosos do Rio de Janeiro em parceria com a comunidade venezuelana do estado, chegaram a Roraima em quatro lotes entre os dias 10 e 14 de novembro.

São duas toneladas de donativos, entre alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal, roupas e medicamentos, que foram encaminhados para a Rede Cidadania Melhor Idade, onde serão separados e, de acordo com a necessidade, distribuídos entre três abrigos.

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) apoiou a articulação logística das doações junto aos governos do Rio de Janeiro e de Roraima. A ação também contou com o apoio dos mórmons que vivem em Boa Vista.

Abrigos

Em Boa Vista, existem dois abrigos para venezuelanos: um no Ginásio do Pintolândia, com mais de 400 pessoas, e outro no Ginásio Tancredo Neves, onde estão 500 migrantes. Outro abrigo fica em Pacaraima, e atende cerca de 230 pessoas.

Serviço

Recebimento de donativos vindos do Rio de Janeiro para os imigrantes venezuelanos
Sexta-feira, 17, às 8h30
Rede Cidadania Melhor Idade (Rua Cabo PM Lawrence de Melo, 259, Caranã)