Reunião na Guatemala discute eliminação da raiva transmitida por cães na região das Américas

Os últimos desafios para a eliminação da raiva em humanos transmitida por cães na região das Américas será tema de discussão durante a 16ª Reunião de Diretores dos Programas da Raiva das Américas (REDIPRA), que ocorre na cidade de La Antigua, na Guatemala, na quarta e quinta-feira (29 e 30).

A reunião é promovida pela área de saúde pública veterinária do Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (PANAFTOSA) da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS).

Raiva canina é doença endêmica na Guatemala. Foto: PEXELS

Raiva canina é doença endêmica na Guatemala. Foto: PEXELS

Os últimos desafios para a eliminação da raiva em humanos transmitida por cães na região das Américas será tema de discussão durante a 16ª Reunião de Diretores dos Programas da Raiva das Américas (REDIPRA), que ocorre na cidade de La Antigua, na Guatemala, na quarta e quinta-feira (29 e 30).

Às vésperas da reunião, na terça-feira (28), ocorrerá o Seminário Internacional Pré-REDIPRA que tem como tema: “Raiva: Desafios pendentes — Um processo inconcluso”. Informações sobre as duas reuniões estão disponíveis no site oficial do evento: www.panaftosa.org/redipra16.

A reunião ocorre a cada dois anos e tem como um de seus objetivos discutir governança, estratégia e execução do “Programa regional de eliminação da raiva em humanos transmitida por cães” e dos programas nacionais de controle da raiva de herbívoros e silvestre nos países das Américas.

A REDIPRA 16 conta com a participação dos diretores dos programas de raiva dos Ministérios da Saúde e de Agricultura dos países das Américas, além de observadores de organismos internacionais e regionais, setor público, setor privado e de diferentes instituições acadêmicas e de pesquisa, que participam de ambas as reuniões.

Nessa edição da REDIPRA e do Seminário Pré-REDIPRA, será analisada a situação atual da raiva na região; os avanços alcançados, assim como os desafios no controle e eliminação da raiva humana transmitida por cães; a definição das estratégias para atenção, vigilância e prevenção da raiva silvestre e dos herbívoros; e a relação saúde-agricultura para o controle dessa zoonose de impacto na saúde pública e social, além da economia e do turismo dos países da região das Américas.

A REDIPRA 16 é promovida pela área de saúde pública veterinária do Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (PANAFTOSA) da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), responsável pelo “Programa regional de eliminação da raiva em humanos transmitida por cães”, e conta com o apoio do governo da Guatemala por meio dos Ministérios da Saúde Pública e Assistência Social (MSPAS) e do Ministério de Agricultura, Pecuária e Alimentação (MAGA) e do escritório da OPAS na Guatemala.