República Centro-Africana: a paz é possível, diz representante da ONU

Representante especial do secretário-geral da ONU para a República Centro-Africana, Babacar Gaye, afirma que há “esperança” para a paz no país africano.

“Se tivesse que resumir em uma palavra meu sentimento neste dia 30 de dezembro, a palavra seria ‘esperança’”, declarou o representante especial do secretário-geral da ONU para a República Centro-Africana, Babacar Gaye.

Gaye, que também lidera a Missão de Estabilização Multidimensional Integrada da ONU no país africano (MINUSCA), lembrou que o mandato da força de paz – proteger a população, apoiar o processo político e apoiar a restauração da autoridade do Estado – está, finalmente, sendo implementado. Ele diz haver “avanços tangíveis” na proteção da população, graças à presença da força da ONU em todo o país.

Esforços de reconciliação continuam em diversas regiões da República Centro-Africana, com acordos nacionais sendo implementados em diferentes lugares, possibilitando o diálogo político.