Relatório da OIT documenta esforços de empresas para combater trabalho infantil

Crianças em Bangladesh, Índia. Foto: UNICEF/Shehzad Noorani

Um relatório divulgado em outubro deste ano documenta os esforços por parte de empresas na Índia, Brasil e África do Sul para combater o trabalho infantil, ajudando a divulgar um conhecimento significativo de ações de empresas que normalmente não têm seus esforços reconhecidos.

Os estudos contidos na publicação apresentam os diferentes desafios e formas do trabalho infantil para as empresas e destaca abordagens práticas para enfrentar o problema.

As empresas na Índia tentam há muito tempo combater o trabalho infantil informal. Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), as experiências documentadas em indústrias como a de tijolos, forno, malhas e areia são relevantes para empresas em todo o mundo.

No Brasil, os empregadores combatem a exploração sexual comercial de crianças, fornecendo a possibilidade de reabilitação e formação para as vítimas.

Uma pesquisa na África do Sul mostra como iniciativas de sustentabilidade podem contribuir para prevenir o trabalho infantil em grandes redes e, consequentemente, como a exploração sexual comercial de crianças diminuiu durante a Copa do Mundo de 2010, oferecendo ensinamentos importantes para os países que sediarão grandes eventos esportivos.

Acesse o estudo clicando aqui.