Relator Especial da ONU pede solução pacífica para tensão social na Bolívia

Povos indígenas protestam contra construção de rodovia em reserva indígena. Perito da ONU pede a Governo boliviano que proteja direitos humanos dos manifestantes.

O Relator Especial sobre os Direitos Humanos e as Liberdades Fundamentais dos Povos Indígenas, James Anaya, lançou nesta terça-feira (27/09) uma advertência pedindo que seja iniciado um processo para encontrar uma saída pacífica para a situação de tensão social na Bolívia. Cerca de 1.500 indígenas iniciaram uma marcha para protestar contra a construção de uma rodovia no território do Parque Nacional Isaboro Secure (TIPNIS).

“Peço que se inicie, o quanto antes, um processo de consulta com os povos indígenas, para encontrar uma saída para esta situação e tratar os problemas fundamentais relacionados com a construção da estrada que atravessa a reserva TIPNIS”, afirmou o Relator Especial.

Anaya pediu ao Governo da Bolívia que tome todas as medidas necessárias para garantir a segurança das pessoas que participam da marcha, além de prevenir, investigar e sancionar qualquer ato que afete a vida e a integridade das mesmas. Relatos apontam que no último domingo (25) o Governo dispersou os manifestantes à força e que a ação teria resultado em feridos e possíveis mortos.