Refugiados no Rio celebram formação em empreendedorismo com venda de produtos

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Em comemoração à formatura das duas primeiras turmas do projeto Coletivos de Refugiados Empreendedores (CORES), o Programa de Atendimento a Refugiados (PARES) da Cáritas do Rio de Janeiro realiza na sexta-feira (17) um happy hour de apresentação dos negócios criados ou desenvolvidos por seus participantes.

O evento, que ocorrerá no espaço Nex Coworking Rio (Glória), a partir das 16h, será uma oportunidade para que os brasileiros conheçam e apoiem empreendimentos de refugiados residentes na cidade, de acordo com a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Refugiadas sírias participam de feira gastronômica no Rio de Janeiro. Foto: ACNUR/Diogo Felix

Refugiadas sírias participam de feira gastronômica no Rio de Janeiro. Foto: ACNUR/Diogo Felix

Em comemoração à formatura das duas primeiras turmas do projeto Coletivos de Refugiados Empreendedores (CORES), o Programa de Atendimento a Refugiados (PARES) da Cáritas do Rio de Janeiro realiza na sexta-feira (17) um happy hour de apresentação dos negócios criados ou desenvolvidos por seus participantes.

O evento, que ocorrerá no espaço Nex Coworking Rio (Glória), a partir das 16h, será uma oportunidade para que os brasileiros conheçam e apoiem empreendimentos de refugiados residentes na cidade.

Oriundos de países tão diferentes como Angola, Colômbia, Nigéria, República Democrática do Congo e Venezuela, os empreendedores participantes criaram, ao longo dos últimos seis meses, negócios nas áreas de gastronomia e costura, cujos produtos estarão à venda no evento.

O projeto foi desenvolvido em parceria com o SEBRAE RJ, o Instituto Rio Moda e o Mulheres do Sul Global, este último tendo se desenvolvido ao longo do projeto CORES e já alcançado seu primeiro prêmio — o Shell Iniciativa Jovem, em outubro de 2017.

A turma especializada em culinária oferecerá arepas, empanadas, feijão nigeriano, arroz jolof, pão árabe artesanal e kibes diversos, além de bebidas típicas. Já a turma de costureiras apresentará sua primeira coleção, “Cores na Costura”, uma linha de produtos para chefs profissionais e amantes da cozinha, baseada em tecidos africanos originais.

Além dos expositores, o happy hour contará ainda com uma mesa de debate sobre o tema “Refugiados e Empreendedorismo no Rio de Janeiro”, com a presença do professor de Direito da Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio) Florian Hoffmann; da coordenadora do setor Comunidade Sebrae, Carla Panisset; e da responsável pelas Relações Institucionais do PARES Cáritas RJ, Nina Quiroga.

Os participantes debaterão as oportunidades e os desafios relacionados à cena de empreendimentos envolvendo refugiados no Rio de Janeiro. Por fim, o evento contará ainda com uma apresentação da banda Bomoko, composta por refugiados congoleses.

Sobre o CORES

Lançado em maio de 2017, o primeiro ciclo de formação do projeto CORES beneficiou 20 refugiados de Angola, Colômbia, Nigéria, República Democrática do Congo, Síria, Togo e Venezuela.

As aulas, realizadas ao longo de seis meses, foram divididas em dois módulos. No primeiro, em parceira com SEBRAE, o conteúdo abordou questões gerais como as características de um empreendedor; como planejar um negócio; a legislação brasileira e o funcionamento de um Microempreendedor Individual (MEI); o mercado brasileiro; auxílio na organização das finanças; e a identificação dos canais de vendas.

No segundo, realizado em parceria com o Instituto Rio Moda, o negócio social Mulheres do Sul Global e também com o SEBRAE, os refugiados tiveram aulas específicas, de acordo com a sua área de atuação, moda ou gastronomia.

Para mais informações, marcação de entrevistas e acompanhamento do evento, favor enviar mensagem para comunicacao@caritas-rj.org.br.

Serviço

Happy Hour com refugiados empreendedores
Data: 17 de novembro de 2017
Horário: 16h às 21h
Local: Nex Coworking Rio – Ladeira da Glória, 26 – Glória


Mais notícias de:

Comente

comentários