Reforma de instituições ambientais é essencial para desenvolvimento sustentável, diz chefe da Assembleia Geral

Nassir Abdulaziz Al-Nasser ressaltou que os estados devem se preparar e contribuir para essa reforma rumo à Rio+20.

Presidente da Assembleia Geral Nassir Abdulaziz Al-Nasser. (ONU/Evan Schneider)

A reforma das instituições ambientais é necessária que os países possam atingir o desenvolvimento sustentável, disse na terça-feira (31/1) o Presidente da Assembleia Geral Nassir Abdulaziz Al-Nasser. Ele ressaltou que os Estados devem se preparar e contribuir para essa reforma rumo à Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio +20), em junho.

“A realidade mostra que o desenvolvimento sustentável depende de uma estrutura eficaz de instituições e de processos de decisões locais, nacionais, regionais e a nível global, que trabalhem juntos. Apesar da governança ambiental internacional possuir, no presente, uma necessidade de maior consolidação”, disse Al-Nasser na conferência Em direção a uma nova governança global para o meio ambiente, em Paris.

“De nossas preparações até o momento, uma única mensagem emerge: o resultado da Rio+20 vai precisar dar luz a uma estrutura institucional forte”, declarou Al-Nasser. “Uma estrutura que promova uma melhor integração das três dimensões – econômica, social e proteção ambiental – do desenvolvimento sustentável e enfrente os novos e emergentes problemas”.