Rede hoteleira se une a aliança do UNFPA pela saúde sexual e reprodutiva no Brasil

O CEO da rede AccorHotels da América do Sul, Patrick Mendes, e o representante do UNFPA no Brasil, Jaime Nadal, assinam documento que formaliza a adesão da rede hoteleira à Aliança pela Saúde e pelos Direitos Sexuais e Reprodutivos no Brasil: Foto: AccorHotels

A rede AccorHotels anunciou neste mês (13) que vai se unir à Aliança pela Saúde e pelos Direitos Sexuais e Reprodutivos no Brasil. Iniciativa do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), a coligação reúne empresas interessadas em debater com a sociedade temas como gravidez e planejamento familiar, igualdade entre homens e mulheres e empoderamento feminino.

A formalização da parceria com a AccorHotels aconteceu em São Paulo, durante o Fórum RiiSE 2018. O evento abordou a diversidade em cargos de liderança, a fim de criar ambientes de trabalho inovadores e mais produtivos.   

Com a participação do UNFPA, a programação do seminário incluiu palestras sobre violência contra mulheres e sobre como superar traumas relacionados a assédio moral. Também foram discutidas questões sobre empoderamento feminino e autoestima.

“A realização deste evento reafirma o comprometimento da AccorHotels com a equidade de gêneros. Com o RiiSE, apresentamos um novo objetivo dentro deste contexto: promover a diversidade como condutora de desempenho coletivo. Ter mais de 50% dos cargos de chefia na empresa preenchidos por mulheres no Brasil demonstra o quanto isso é presente em nossa missão e nos nossos valores”, afirmou Magda Kiehl, vice-presidente sênior da área Legal, Riscos e Compliance da AccorHotels na América do Sul e líder do RiiSE na região.

A Aliança pela Saúde e pelos Direitos Sexuais e Reprodutivos foi lançada em abril de 2018. O projeto é uma rede de empresas e organizações filantrópicas que busca fortalecer essa agenda, além de criar oportunidades para qualificar o debate público e demonstrar o potencial de políticas públicas para a área. O secretariado da iniciativa está a cargo do UNFPA.

“As empresas que hoje fazem parte da aliança entenderam que o setor privado precisa desenvolver um papel no desenvolvimento e na garantia dos direitos humanos. A AccorHotels é a primeira empresa hoteleira a assinar esse compromisso e essa assinatura tem um valor simbólico bem relevante”, afirmou no evento o representante do Fundo de População das Nações Unidas, Jaime Nadal.