Rede de laboratórios de análise de alimentos nas Américas comemora 20 anos

A Rede Interamericana de Laboratórios de Análise de Alimentos – RILAA – foi criada para fortalecer os laboratórios das Américas em meio à falta de harmonização de procedimentos, equivalência e troca de informações entre os diversos programas de segurança alimentar e entre laboratórios nos países da região. Coordenação é do Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (PANAFTOSA).

Foto: EBC

Foto: EBC

Há vinte anos, em dezembro de 1997, foi criada a Rede Interamericana de Laboratórios de Análise de Alimentos, a RILAA.

A Rede foi criada para fortalecer os laboratórios das Américas em meio à falta de harmonização de procedimentos, equivalência e troca de informações entre os diversos programas de segurança alimentar e entre laboratórios nos países da região.

Sob a coordenação da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), foram buscadas soluções conjuntas – através da cooperação entre países – propondo a criação da Rede.

Hoje, a RILAA possui 170 laboratórios em 30 países nas Américas e no Caribe.

A Rede promove a cooperação técnica entre laboratórios membros, treinamento virtual e presencial, testes entre os laboratórios e apoio à melhoria das capacidades analíticas dos países, favorecendo a segurança alimentar e o comércio entre países.

Atualmente, a Secretaria da RILAA é exercida pelo Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (PANAFTOSA), como parte da cooperação técnica em proteção de alimentos fornecidos aos países.

Mais informações em www.rilaa.net.