RD Congo: dois capacetes-azuis da ONU são mortos em ataque em Kivu do Norte

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Dois integrantes das forças de paz das Nações Unidas foram mortos e vários outros feridos em um ataque contra a base da organização em Kivu do Norte, na República Democrática do Congo (RDC), disse um porta-voz da ONU. A organização reforçou sua presença na região.

Sake, província de Kivu do Norte, RD Congo: forças especiais da MONUSCO realizam treinamento para futuras operações de aeronaves. Foto: ONU/MONUSCO

Sake, província de Kivu do Norte, RD Congo: forças especiais da MONUSCO realizam treinamento para futuras operações de aeronaves. Foto: ONU/MONUSCO

Dois integrantes das forças de paz das Nações Unidas foram mortos e vários outros feridos em um ataque contra a base da organização em Kivu do Norte, na República Democrática do Congo (RDC), disse um porta-voz da ONU.

“As forças de paz feridas foram evacuadas para Goma para assistência médica”, disse o porta-voz Stéphane Dujarric durante a coletiva diária na sede da ONU, em Nova York.

O ataque foi realizado na manhã da segunda-feira 9 (hora local) supostamente pelas Forças Democráticas Aliadas em Mamundioma, cerca de 1.700 quilômetros a leste da capital, Kinshasa.

De acordo com o porta-voz da ONU, a Missão de Estabilização da Organização na RDC (conhecida pela sigla MONUSCO) implantou helicópteros de ataque, bem como a Brigada de Intervenção da Força em apoio às operações e para reforçar sua presença.

Também foram implantadas forças na estrada entre Kamango e Mbau para restaurar a ordem e proteger as populações dessas cidades.

Mamundioma também foi o local de um ataque às forças de paz da ONU no mês passado, em que um soldado da paz da ONU da Tanzânia foi morto e outro ferido.


Comente

comentários