Quem são os observadores militares da ONU?

Militares servindo em missões de paz da ONU podem atuar em contingentes – que são batalhões de infantaria enviados para garantir condições de segurança e estabilidade no terreno -, mas também como oficiais de Estado-Maior e observadores.

Esses últimos são responsáveis por monitorar acordos de cessar-fogo. São oficiais que andam desarmados e têm, como principal arma e escudo, a bandeira e o capacete azul das Nações Unidas.

Saiba mais nesse vídeo especial do Centro de Informação da ONU para o Brasil (UNIC Rio).

Militares servindo em missões de paz da ONU podem atuar em contingentes – que são batalhões de infantaria enviados para garantir condições de segurança e estabilidade no terreno -, mas também como oficiais de Estado-Maior e observadores.

Esses últimos são responsáveis por monitorar acordos de cessar-fogo. São oficiais que andam desarmados e têm como principal arma e escudo a bandeira e o capacete azul das Nações Unidas.

O tenente-coronel brasileiro Rodrigo Rodrigues Júnior, da Aeronáutica, já participou de duas operações de paz da ONU como observador militar.

A primeira delas foi no Saara Ocidental, onde as Nações Unidas mantêm uma missão desde 1991. O objetivo do efetivo que atua na região é monitorar um acordo de paz entre o Marrocos e a Frente Polisário, que busca a independência do território do Saara Ocidental.

Outra função é promover as condições necessárias à realização de um referendo entre a população local, a fim de determinar se a autodeterminação da região é possível. Rodrigues Júnior atuou junto à missão no período de março de 2008 a março de 2009.

A segunda operação de paz do brasileiro foi em Abyei, território sob disputa do Sudão e do Sudão do Sul. Mais uma vez, sua atuação envolveu a vigilância das condições de segurança bem como o monitoramento da população para averiguar a viabilidade um referendo popular.

Nesse caso, a votação decidiria se Abyei seria integrado ao Sudão ou ao Sudão do Sul. O tenente-coronel serviu na região também por um ano, de maio de 2013 até maio de 2014.