Publicação destaca importância da Cooperação Sul-Sul para cumprimento do Acordo de Paris

Publicação apoiada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançada em Bonn, na Alemanha, durante a Conferência do Clima (COP23) dá um panorama sobre a multiplicidade de iniciativas relacionadas com a Cooperação Sul-Sul na área de mudança do clima, realizadas por países em desenvolvimento e organismos internacionais, com o apoio das Nações Unidas.

O documento destaca que países em desenvolvimento podem se beneficiar de parcerias que combatem os efeitos adversos da mudança do clima e colaboram com o alcance da Agenda 2030.

Seca no semiárido brasileiro. Foto: Agência Brasil/Marcello Casal Jr

Seca no semiárido brasileiro. Foto: Agência Brasil/Marcello Casal Jr

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) apoiou publicação sobre mudança do clima e desenvolvimento sustentável lançada na quarta-feira (15) na Conferência do Clima (COP23) que ocorre em Bonn, na Alemanha.

A publicação “Parcerias do Clima para um Futuro Sustentável” é resultado de esforço conjunto do Escritório das Nações Unidas para Cooperação Sul-Sul (UNOSSC) e da organização intergovernamental “Centro do Sul”, com apoio do escritório do PNUD no Brasil.

O lançamento ocorreu no Fórum de Alto Nível sobre Cooperação Sul-Sul e Mudança do Clima, no âmbito da COP23. O evento reuniu autoridades de diferentes países, entre elas o primeiro-ministro de Fiji, país que preside a conferência este ano, e o administrador do PNUD, Achim Steiner.

O enviado do secretário-geral da ONU para a Cooperação Sul-Sul e diretor do UNOSSC, Jorge Chediek, destacou que o documento reforça a formação de parcerias, no âmbito do cumprimento do Acordo de Paris, para combater os efeitos adversos da mudança do clima.

“Cumprir a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e o Acordo de Paris irá requerer o engajamento de diferentes setores, em todos os níveis e em todos os países. Não há dúvidas de que a Cooperação Sul-Sul e a cooperação triangular, como complemento da cooperação Norte-Sul, serão vitais para alcançarmos esses objetivos”, disse.

Na opinião do diretor-executivo do “Centro do Sul”, Martin Khor, a Cooperação Sul-Sul é fundamental no cumprimento das metas do Acordo de Paris. “As partes que assinaram o Acordo de Paris, sob os termos da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (UNFCCC), tomam medidas no sentido de implementar as metas do acordo e, como as Nações Unidas têm o objetivo de ter ações mais integradas e coerentes para o alcance dos ODS, o papel da Cooperação Sul-Sul na mudança do clima é cada vez mais importante”, afirmou.

A publicação fornece uma visão inicial sobre a multiplicidade de iniciativas relacionadas com a Cooperação Sul-Sul na área de mudança do clima, realizadas por países em desenvolvimento e organismos internacionais, incluindo bancos de desenvolvimento multinacionais, assim como instituições que têm o apoio das Nações Unidas. O documento destaca que países em desenvolvimento podem se beneficiar de parcerias que combatem os efeitos adversos da mudança do clima e colaboram com o alcance da Agenda 2030.

“O PNUD é um dos principais organismos que facilita a Cooperação Sul-Sul para combater os efeitos adversos da mudança do clima, especialmente no contexto do desenvolvimento sustentável”, disse o assessor sênior do PNUD Brasil, Haroldo Machado Filho, um dos autores da publicação.

“O escritório da ONU para a Cooperação Sul-Sul disponibilizou um formulário eletrônico com informações adicionais sobre o tema, e as informações dessa iniciativa serão usadas como contribuição para relatórios futuros. Portanto, os departamento do PNUD e os escritórios de país devem usar essa ferramenta de informação para comunicar os seus programas e seus projetos sobre a Cooperação Sul-Sul para a Mudança do Clima”, declarou.

Clique aqui para acessar a publicação (em inglês).