Próximo ‘Jogo contra a Pobreza’ vai ajudar as vítimas do tufão Haiyan nas Filipinas

Na partida amistosa organizada pela ONU, o brasileiro Ronaldo e o francês Zidane vão reunir jogadores renomados para jogar contra o BSC Young Boys “e Amigos” em Berna, na Suíça, no dia 4 de março.

O jogador francês Zinédine Zidane com os brasileiros Neymar e Ronaldo no Jogo Contra a Pobreza em Porto Alegre, em 2012. Foto: Marcos Nagelstein

O jogador francês Zinédine Zidane com os brasileiros Neymar e Ronaldo no Jogo Contra a Pobreza em Porto Alegre, em 2012. Foto: Marcos Nagelstein

A 11ª edição do Jogo Contra a Pobreza, a partida de futebol anual organizada pela ONU cuja renda vai para projetos de assistência social, será realizada no dia 4 de março de 2014 na cidade suíça de Berna. Dois terços da renda vão beneficiar os esforços de recuperação das cidades filipinas atingidas pelo tufão Haiyan.

O evento, que no ano passado aconteceu em Porto Alegre, sul do Brasil, é liderado pelos jogadores Ronaldo e Zinédine Zidane, ambos embaixadores da Boa Vontade do Programa da ONU para o Desenvolvimento (PNUD). Eles mobilizarão jogadores de futebol renomados para formar um time que disputará um amistoso contra o time suíço BSC Young Boys e Amigos.

Uma das embaixadoras do PNUD é a brasileira Marta Vieira de Silva, que já foi escolhida como melhor futebolista do mundo por cinco vezes consecutivas, um recorde entre mulheres e homens.

Mais de 5 mil pessoas morreram vítimas do tufão nas Filipinas e quase 1 milhão foram deslocadas de suas casas. Ao todo, o desastre atingiu mais de 11,8 milhões de pessoas, segundo o PNUD. A agência já iniciou um projeto para fortalecer a economia das áreas mais afetadas.

A renda das edições anteriores do Jogo Contra a Pobreza já beneficiou projetos de dezenas de países em desenvolvimento, incluindo aqueles que ajudaram o Haiti a se recuperar do terremoto que atingiu o país em 2010 e aqueles que ajudaram a dar uma resposta à crise alimentar na região do Chifre da África.

O BSC Young Boys vai doar o terço restante dos lucros para a Fundação Laureus na Suíça, que oferece apoio financeiro e prático para projetos relacionados a esportes a nível nacional e é parte da Fundação global Laureus Esporte para o Bem, que ajuda mais de 140 projetos em 34 países.

A partida, que será televisionada para todo o mundo, é apoiada tanto pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA) quanto pela União das Associações Europeias de Futebol (UEFA).