Protagonismo trans no audiovisual é tema de cine-debate da ONU em São Paulo

Em meio às celebrações que antecedem a Parada LGBTI de São Paulo, o CINUSP Paulo Emílio será palco na próxima terça-feira (18) de um cine-debate que vai exibir o webdocumentário ‘Luz, Câmera, Zero Discriminação’.

A obra retrata os bastidores do curso homônimo, promovido no ano passado pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS). Formação capacitou 15 pessoas trans e travestis em técnicas de produção audiovisual.

UNAIDS debate protagonismo trans e travesti no audiovisual. Foto: UNAIDS

UNAIDS debate protagonismo trans e travesti no audiovisual. Foto: UNAIDS

Em meio às celebrações que antecedem a Parada LGBTI de São Paulo, o CINUSP Paulo Emílio será palco na próxima terça-feira (18) de um cine-debate que vai exibir o webdocumentário Luz, Câmera, Zero Discriminação. A obra retrata os bastidores do curso homônimo, promovido no ano passado pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS). Formação capacitou 15 pessoas trans e travestis em técnicas de produção audiovisual.

Durante a sessão, também serão exibidos quatro curtas-metragens – (R)Existir, Somos Todxs Humanxs, TransMasculinidades e Brasil Repressão -, produzidos inteiramente por alunos da iniciativa. Os filmes foram concebidos como trabalhos de conclusão do curso.

A exibição dos filmes será seguida por um debate sobre a importância do protagonismo trans e travesti no audiovisual.

O evento acontece às 14h do dia 18 de junho, no campus Butantã da Universidade de São Paulo (USP).

Em fevereiro e março de 2018, o UNAIDS realizou na capital paulista, em parceria com o M.A.C. AIDS Fund, a formação Luz, Câmera, Zero Discriminação. Ao longo de dez encontros, o projeto ensinou técnicas de fotografia, sonorização, roteiro, pré-produção, produção, direção, filmagem, edição e pós-produção. As atividades foram realizadas no Centro de Cidadania LGBT Luiz Carlos Ruas.

O objetivo da iniciativa era contribuir para a redução do estigma e da discriminação em relação às pessoas trans e travestis. Outra meta era abrir espaços para que essas pessoas pudessem se apropriar das plataformas audiovisuais, fomentando também o acesso a esse mercado.

O cine-debate no CINUSP é uma ação conjunta da sala e centro de cinema, do UNAIDS e do programa USP Diversidade, da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo. A sessão é gratuita para todos os públicos.

O evento acontece no âmbito dos preparativos para a 23ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, organizada pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo – APOGLBT SP. A parada acontecerá na Avenida Paulista em 23 de junho, com o tema 50 anos de Stonewall: nossas conquistas, nosso orgulho de ser LGBT+.

SERVIÇO
Sessão especial Luz, Câmera, Zero Discriminação
Data: 18 de junho de 2019
Horário: 14h00
Local: CINUSP Paulo Emílio
Colméias – Favo 04, R. do Anfiteatro, 181 – Butantã,
Entrada gratuita e aberta ao público em geral.

CONTATO
UNAIDS no Brasil
Daniel de Castro | tel. 61 3038 9221 | cel. 61 9304-2654 | decastrod@unaids.org


Comente

comentários