Projeto destina 12,5 milhões de dólares a preservar ecossistemas marinhos do norte brasileiro

Comitê Oceanográfico Intergovernamental da UNESCO e o PNUD anunciaram a aprovação da doação na última semana.

Barreira de corais em Belize. Foto: UNESCO

Barreira de corais em Belize. Foto: UNESCO

O Comitê Oceanográfico Intergovernamental da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (COI-UNESCO) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) anunciaram, nesta quarta-feira (04), a aprovação de uma doação de 12,5 milhões de dólares para o Projeto Aceleração da Implementação do Programa de Ação Estratégica para a Gestão Sustentável de Recursos Marinhos Vivos que Compartilham os Grandes Ecossistemas Marinhos da Plataforma Continental do Caribe e do Norte do Brasil.

O projeto atuará – durante cinco anos – em três áreas prioritárias, que são: a exploração não sustentável de peixes e de outros recursos marinhos vivos; a degradação do hábitat e modificação das comunidades; e a poluição.

Os fundos serão administrados pelo GEF – Global Environment Facility – um fundo global de parcerias sobre questões ligadas ao meio ambiente.

Conheça mais detalhes desta iniciativa clicando aqui.