Projeto acompanhará implementação dos objetivos globais em 110 municípios brasileiros

Fortalecer as capacidades dos atores locais para a integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecer referências e elaborar insumos para o alinhamento da Agenda 2030 às necessidades dos territórios.

Esse é o foco das ações do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em 110 municípios de 14 Estados brasileiros, em parceria com a Petrobras.

Foto: PNUD/Guilherme Larsen

Foto: PNUD/Guilherme Larsen

Fortalecer as capacidades dos atores locais para a integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecer referências e elaborar insumos para o alinhamento da Agenda 2030 às necessidades dos territórios e promover a gestão do conhecimento para replicar as boas práticas.

Esse é o foco das ações do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em 110 municípios de 14 Estados brasileiros, em parceria com a Petrobras. O projeto acompanhará o processo de evolução de indicadores nos territórios para o alcance dos ODS, além de promover a capacitação de gestores públicos e mobilizar a sociedade civil e o setor privado na promoção de iniciativas que dialoguem com o desenvolvimento econômico, social e ambiental, de forma integrada.

A primeira etapa, que é a aproximação com gestores públicos municipais, teve início na segunda-feira (28). Representantes da Petrobras e do PNUD se reuniram com integrantes da prefeitura de São José dos Campos, interior de São Paulo, e discutiram formas de aprimorar os indicadores locais com base na Agenda 2030. De acordo com o prefeito da cidade, Felício Ramuth, a parceria entre as instituições será uma forma de acelerar o alcance dos ODS.

“A territorialização é fundamental para que possamos nos apropriar dos indicadores e das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O apoio do PNUD e da Petrobras, sem dúvida, fará grande diferença aqui para a cidade e para a região. Temos um plano de governo com metas e indicadores. Essa iniciativa contribuirá para aprimorarmos nosso planejamento”, afirmou o prefeito de São José dos Campos.

Para fortalecer os municípios na identificação das metas da Agenda 2030 que precisam ser fortalecidas, o projeto também apoiará as necessidades das regiões por meio de diagnósticos locais, para auxiliar os gestores públicos com dados efetivos e que tenham como linha de base os ODS.

De acordo com a assessora de Desenvolvimento Territorial do PNUD, Ieva Lazareviciute, o projeto de territorialização e aceleração dos ODS fortalecerá as capacidades locais de forma a gerar engajamento e ações específicas, respeitando a realidade de cada lugar, para o cumprimento das metas da Agenda 2030. Segundo ela, a participação dos diferentes segmentos da sociedade será fundamental para que o desenvolvimento seja participativo e inclusivo.

“A Agenda 2030 traz essa vertente da integração econômica, social e ambiental, de forma equilibrada. Nós vamos trabalhar, por meio desse projeto conjunto com a Petrobras, em 110 municípios do país. Nosso maior objetivo é fortalecer a capacidade dos gestores em identificarem necessidades, com diagnósticos e dados específicos, para fortalecer o planejamento das políticas públicas. A mobilização da sociedade civil e do setor privado também vai ser essencial para que as ações aconteçam de forma integrada”, afirmou Ieva.

Na terça-feira (29), os representantes da Petrobras e do PNUD se reuniram com prefeitos e gestores públicos da região do litoral sul de São Paulo, quando apresentaram os objetivos do projeto e discutiram a formatação de políticas públicas baseadas na territorialização da Agenda 2030.

Leia mais:
Gestores públicos de SP participam de projeto para implementar objetivos globais localmente