Programa Mundial de Alimentos recomenda inclusão de leguminosas na dieta infantil

O feijão é talvez a mais famosa leguminosa no cardápio brasileiro. Mas esse grupo de alimentos tem outros integrantes que também contribuem para uma dieta saudável, especialmente para crianças em idade escolar. Grão-de-bico, lentilha, ervilha e fava são exemplos de outras leguminosas que podem ser transformadas em pratos deliciosos, além de nutritivos. A recomendação é do Programa Mundial de Alimentos (WFP).

Através dos programas de alimentação escolar, o Programa orienta a inclusão de leguminosas nos cardápios, em combinação com grãos, legumes, proteínas, folhas e minerais.

Conheça os benefícios desse grupo de alimentos.

 

Leguminosas garantem alimentação saudável para crianças em idade escolar - Foto: StockSnap/Pixabay

Leguminosas garantem alimentação saudável para crianças em idade escolar – Foto: StockSnap/Pixabay

O feijão é talvez a mais famosa leguminosa no cardápio brasileiro. Mas esse grupo de alimentos tem outros integrantes que também contribuem para uma dieta saudável, especialmente para crianças em idade escolar. Grão-de-bico, lentilha, ervilha e fava são exemplos de outras leguminosas que podem ser transformadas em pratos deliciosos, além de nutritivos. A recomendação é do Programa Mundial de Alimentos (WFP).

Através dos programas de alimentação escolar, o Programa orienta a inclusão de leguminosas nos cardápios, em combinação com grãos, legumes, proteínas, folhas e minerais.

Conheça os benefícios desse grupo de alimentos:

Valor nutricional

Elas são ricas em nutrientes e possuem um alto teor de proteínas, o que as torna particularmente relevantes em locais onde carnes e laticínios não estão disponíveis ou economicamente acessíveis. Elas também são ricas em fibras e gorduras solúveis, por isso são recomendadas pelas organizações de saúde para o tratamento de doenças como diabetes e problemas cardíacos. Elas também podem ajudar a combater a obesidade.

Segurança alimentar

Para os agricultores, as leguminosas são importantes porque elas podem ser consumidas e também vendidas. Isso ajuda a manter a segurança alimentar em casa, além de promover estabilidade econômica.

Benefícios ambientais

As propriedades de fixação de nitrogênio das leguminosas melhoram a fertilidade do solo, o que aumenta a produtividade da terra. Ao usar as leguminosas para consorciação e cobertura de culturas, os agricultores também podem promover a biodiversidade agrícola e a biodiversidade do solo, mantendo afastadas pragas e doenças nocivas.

As leguminosas também podem contribuir para a mitigação das mudanças climáticas, reduzindo a dependência dos fertilizantes sintéticos usados ​​para introduzir nitrogênio artificialmente no solo. Os gases de efeito estufa são liberados durante a fabricação e aplicação desses fertilizantes e seu uso excessivo pode ser prejudicial ao meio ambiente.