Programa da ONU volta a atuar na Ucrânia e fornece alimentos para 16 mil pessoas

Projeto de assistência humanitária parou por dificuldade de acesso à área de Donetsk, atualmente controlada por grupos de oposição ao governo. Caminhões chegaram à região com comida para alimentar 16 mil pessoas por um mês.

Ucraniana com a filha e a amiga em centro para deslocados em Slavyansk. Foto: ACNUR

Ucraniana com a filha e a amiga em centro para deslocados em Slavyansk. Foto: ACNUR

O Programa Mundial de Alimentos (PMA) anunciou na terça-feira (20) a retomada de suas atividades humanitárias em Donetsk, cidade no leste da Ucrânia, depois de suspensão de três meses de suas operações. Nos últimos cinco dias chegaram caminhões com comida suficiente para atender cerca de 16 mil pessoas por um mês.

Mais caminhões levarão alimentos para mais 20 mil pessoas vulneráveis. O PMA está coordenando a distribuição de mantimentos por meio da organização não governamental parceira “People in Need” (Pessoas em Necessidade).

“Essa comida vai ajudar as pessoas que foram deslocadas pelo conflito, que perderam seus trabalhos e suas casas, e aquelas que tiveram assistência humanitária negada pelos últimos três meses”, afirmou o chefe do Escritório da Ucrânia no PMA, Giancarlo Stopponi.