Programa da ONU ‘Segurança com Cidadania’ promove capacitação de jovens na Bahia

Na primeira turma, foram capacitados 20 meninos e meninas. Desde setembro foram iniciadas duas novas turmas, que reúnem um total de 50 adolescentes e jovens.

Programa Conjunto da ONU em Lauro de Freitas, Bahia

“Chega de pensar que o jovem só é influenciado. O jovem pode e deve, sim, influenciar e mudar a sua realidade”. A afirmação é a adolescente Carla Ribeiro, 15 anos, uma das 50 participantes da turma das Aldeias Infantis SOS, no município baiano de Lauro de Freitas. A ação é parte do Projeto Agentes de Comunicação para o Desenvolvimento, do Programa Conjunto da ONU Segurança com Cidadania na cidade. Carla e os demais “agentes” da turma da Escola Municipal Dois de Julho, em Itinga, participaram (4) de um bate-papo sobre Segurança com Cidadania.

O projeto pretende estimular os jovens a perceber que os direitos a educação, saneamento básico, cultura, comunicação, entre outros, têm a ver com políticas de enfrentamento à violência. Este foi o principal objetivo da atividade que reuniu meninos e meninas com idades entre 14 e 17 anos, moradores de Lauro de Freitas e estudantes da rede pública.

Como parte das ações do Programa Conjunto, acontece em Lauro de Freitas o Projeto Agentes de Comunicação para o Desenvolvimento, realizado pelo Fundo das Nações Unidas para o Desenvolvimento (UNICEF) em parceria com a ONG CIPÓ-Comunicação Interativa. O projeto prevê a formação de adolescentes em situação de vulnerabilidade, com idades entre 14 e 17 anos. A ênfase é a prevenção da violência e participação crítica e qualificada em espaços de discussão sobre temas que afetam suas vidas.

Vagas abertas

Meninos e meninas com idades entre 14 e 17 anos que moram e estudam na rede pública de ensino em Lauro de Freitas podem participar do Projeto Agentes de Comunicação para o Desenvolvimento. São oferecidas 10 vagas para o turno matutino. As oficinas acontecem na sede das Aldeias Infantis SOS. Mais Informações: Genilson Costa (71 8766-6319). Na primeira turma, foram capacitados 20 meninos e meninas. Desde setembro foram iniciadas duas novas turmas, que reúnem um total de 50 adolescentes e jovens.