Programa da ONU promove inciativas em dezembro sobre prevenção do HIV

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Para lembrar o Dia Mundial contra a AIDS (1º de dezembro), o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) promove ao longo deste mês, no Brasil, diferentes atividades de conscientização sobre a epidemia. Iniciativas marcam o chamado Dezembro Vermelho, mobilização de 30 dias que tem início na data internacional.

Neste Dia Mundial contra a AIDS, programa da ONU destaca a importância do direito à saúde e os desafios que as pessoas vivendo com HIV enfrentam no exercício deste direito. Foto: Imprensa MG/Adair Gomes

Foto: Imprensa MG/Adair Gomes

Para lembrar o Dia Mundial contra a AIDS (1º de dezembro), o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) promove ao longo deste mês, no Brasil, diferentes atividades de conscientização sobre a epidemia. Iniciativas marcam o chamado Dezembro Vermelho, mobilização de 30 dias que tem início na data internacional.

Confira a programação abaixo e participe:

Lançamento pela ABIA da reedição Herbert Daniel (6 de dezembro)
A Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS (ABIA) vai apresentar a reedição de duas obras raras do escritor e jornalista Herbert Daniel, considerado um dos ativistas mais importantes dos direitos LGBT e das pessoas vivendo com HIV no Brasil por seu trabalho e sua influência nos anos 1980. A impressão dos livros AIDS e a terceira epidemia: ensaios e tentativas e Vida Antes da Morte contou com o apoio do UNAIDS. Exemplares serão distribuídos e debatidos durante encontro no quarto andar do Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro, em 6 de dezembro, a partir das 18h. Evento terá como tema central “A Quarta Epidemia de HIV e AIDS”.

II Encontro Amazônico da Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/AIDS (8 e 9 de dezembro)
A Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV e AIDS (RNAJHA) – Núcleo Amazonas realizará um encontro em Manaus para mobilizar a juventude. Entre os participantes do evento, estarão jovens vivendo com HIV, estudantes e profissionais de saúde. O UNAIDS participará da inciativa como facilitador da capacitação “Jovens Lideranças”.

Viva Melhor Sabendo Salvador (7 a 9 de dezembro)
O projeto Viva Melhor Sabendo Jovem, implementado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), está desenvolvendo diversas atividades relacionadas ao Dezembro Vermelho em Salvador. Entre as atividades, está prevista a participação no IV Seminário Posihivamente (7 de dezembro), além de ações de testagem e prevenção para HIV e sífilis. Os voluntários da iniciativa terão um ‘teste truck’, que estará no Festival de Verão de Salvador, durante os dias 8 e 9 de dezembro. A programação terá o apoio e a participação do UNAIDS, em parceria com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e o Grupo de Apoio à Prevenção à AIDS (GAPA) da Bahia.

II Encontro de Saúde/Prevenção IST/AIDS entre Jovens LGBTs (11 de dezembro)
A Associação da Parada LGBT de São Paulo, ONG responsável pela maior parada do orgulho LGBT do mundo, promoverá na capital paulista o II Encontro de Saúde/Prevenção IST/AIDS entre Jovens LGBTs. Iniciativa tem o apoio e participação do UNAIDS. O evento vai debater o uso das profilaxias pré e pós-exposição, como parte da prevenção combinada do HIV. Também serão discutidos estudos recentes sobre a impossibilidade de transmissão do HIV por pessoas soropositivas, uma vez alcançada uma caraga indetectável do vírus no sangue.

Comunicação e Zero Discriminação em HIV e AIDS em Porto Alegre (11 de dezembro)
Com apoio do UNFPA e em parceria com a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul, o UNAIDS realizará uma oficina para jornalistas e estudantes de Jornalismo em Porto Alegre. O tema da capacitação é “Comunicação e Zero Discriminação em HIV e AIDS”. A inciativa tem foco em demonstrações práticas e sugestões para a cobertura adequada de temas relacionados ao HIV. O encontro também vai apresentar as terminologias mais atuais utilizadas na área, além de estatísticas sobre a epidemia.

Seminário Zero Discriminação Porto Alegre (12 de dezembro)
O UNAIDS é um dos convidados pela pasta da Saúde do Rio Grande do Sul para participar como palestrante do Seminário #RSZeroDiscriminação, em Porto Alegre. A capital é uma das cidades signatárias da Declaração de Paris, um compromisso da ONU com a aceleração da resposta à epidemia de HIV/AIDS.

O programa da ONU fará parte da mesa “Estigma, Discriminação e a violência contra as populações-chave e vulneráveis”. O organismo vai apresentar dados sobre a Agenda para Zero Discriminação nos Serviços de Saúde no Brasil e no mundo.

Agenda preparatória

Em preparação ao dia mundial, o UNAIDS participou de diferentes inciativas por todo o Brasil ao final de novembro. Em Brasília, a agência das Nações Unidas esteve presente no II Seminário de Saúde das Mulheres.

No Rio de Janeiro, a instituição participou de uma conversa sobre prevenção com alunos do ensino médio da Escola SESC. Na Bahia, o organismo participou da II Mostra Baiana de Prevenção e Testagem.

Em Fortaleza, a agência da ONU apoiou a realização do IX Congresso Internacional de Estudos Sobre a Diversidade Sexual e de Gênero da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura (ABEH).

Em Recife, o UNAIDS e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) reuniram indivíduos soropositivos para um treinamento sobre como elaborar o Índice de Estigma em relação às Pessoas Vivendo com HIV.


Mais notícias de:

Comente

comentários