Programa da ONU discute parcerias com Goiás em políticas sociais

Representantes do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) estiveram em Goiânia (GO) na semana passada (27) para discutir possíveis parcerias com o Gabinete de Políticas Sociais do Governo de Goiás, coordenado pela primeira-dama do estado, Gracinha Caiado. Agência da ONU apresentou iniciativas já desenvolvidas em nível nacional e global para combater a pobreza e promover o crescimento sustentável.

Ao centro, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, e a primeira-dama Gracinha Caiado. Foto: Octacilio Queiroz

Ao centro, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, e a primeira-dama Gracinha Caiado. Foto: Octacilio Queiroz

Representantes do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) estiveram em Goiânia (GO) na semana passada (27) para discutir possíveis parcerias com o Gabinete de Políticas Sociais do Governo de Goiás, coordenado pela primeira-dama do estado, Gracinha Caiado. Agência da ONU apresentou iniciativas já desenvolvidas em nível nacional e global para combater a pobreza e promover o crescimento sustentável.

Durante o encontro, a equipe do PNUD pôde conhecer o trabalho do governo em cima do Índice Multidimensional de Carência das Famílias Goianas (IMCF). Ações já foram iniciadas nos dez municípios mais vulneráveis de Goiás.

Técnicos do programa da ONU apresentaram ferramentas e indicadores afins, como o Índice de Pobreza Multidimensional (IPM) do Relatório de Desenvolvimento Humano. Outro tema discutido foi a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e seus 17 Objetivos Globais.

O PNUD também abordou projetos já executados no Brasil, como o Viva Voluntário, que reúne políticas de fomento à participação comunitária por meio do voluntariado. Essa iniciativa é implementada em parceria com a Casa Civil do Governo Federal.

“Goiás terá uma entidade internacional acompanhando, de forma transparente e eficaz, os projetos que serão desenvolvidos por meio do Gabinete de Políticas Sociais”, afirmou Gracinha Caiado sobre a parceria com o PNUD.

A primeira-dama ressaltou ainda que o Viva Voluntário vai ao encontro do trabalho que o Gabinete deseja desenvolver ao resgatar o conceito do voluntariado em Goiás de forma mais moderna e abrangente.

A representante-residente assistente e integrante da área programática do PNUD, Maristela Baioni, elogiou os esforços de Goiás em promover políticas sociais.

“A iniciativa de constituir um Gabinete de Políticas Sociais com a participação de diversas secretarias, instituição de estatística, sociedade civil e outros parceiros evidencia o interesse do estado na construção de políticas públicas integradas que têm o ser humano como centro do desenvolvimento”, disse a especialista.

Ainda na ocasião, em reunião com o governador Ronaldo Caiado, foi confirmado o interesse do estado em continuar e aprofundar o diálogo com o PNUD nas áreas de segurança pública e meio ambiente.


Comente

comentários