Produção global de madeira teve quarto aumento consecutivo em 2013, diz agência especializada da ONU

Crescimento da produção mundial de papel se manteve significativo pelo quarto ano seguido após desaceleração econômica entre 2008 e 2009.

A produção global de madeira continuou crescendo em 2013, registrando aumento significativo pelo quarto ano consecutivo após a desaceleração econômica entre os anos de 2008 e 2009, apesar de a produção de celulose ter estagnado por conta do declínio de consumo na China, afirmou, nesta sexta-feira (19), a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

Depois de 38 anos de crescimento ininterrupto, a produção de papel e o consumo dos principais produtos usados nessa atividade – a celulose e o papel usado – apresentaram queda de 1% em 2013 na China, o maior produtor e consumidor de papel do mundo, por conta do aumento das publicações eletrônicas.

No entanto, o país continua crescendo em sua importância no consumo e na produção de produtos florestais, de acordo com a FAO. Em 2013, a China ultrapassou o Canadá na produção de madeira serrada e os Estados Unidos no consumo de madeira.

A produção de painéis à base de madeira em todo o mundo atingiu um novo recorde em 2013, tendo sido a única categoria de produto que não registrou contração durante a recente recessão. A produção de aglomerados de madeira também subiu para um recorde histórico em 2013, impulsionado principalmente pelas políticas de bioenergia e metas de consumo na Europa.