Presidentes de empresas brasileiras falam sobre contribuição aos objetivos globais

Uma nova ação da Rede Brasil do Pacto Global dá voz aos presidentes de empresas envolvidos em negócios e programas alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Por meio de depoimentos, presidentes de empresas e instituições contam o que têm feito para colocar a sustentabilidade em uma posição central nas decisões corporativas, destacando o papel do Pacto Global em sua organização.

Uma nova ação da Rede Brasil do Pacto Global dá voz aos CEOs envolvidos com negócios e programas alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Foto: ONU

Uma nova ação da Rede Brasil do Pacto Global dá voz aos CEOs envolvidos com negócios e programas alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Foto: ONU

Uma nova ação da Rede Brasil do Pacto Global dá voz aos presidentes de empresas envolvidos em negócios e programas alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A iniciativa “Liderança com ImPACTO”, lançada na segunda-feira (27), é uma forma de reforçar o papel dos principais executivos das empresas no avanço da Agenda 2030.

Por meio de depoimentos, presidentes de empresas e instituições contam o que têm feito para colocar a sustentabilidade em uma posição central nas decisões corporativas, destacando o papel do Pacto Global em sua organização.

Segundo estudo “How to report on the SDGs: What good looks like and why it matters”, desenvolvido pela KPMG, quatro entre dez das maiores empresas do mundo reconhecem os ODS em seus relatórios empresariais.

Foram constatados avanços das empresas em priorizar os ODS na mensagem de seus presidentes-executivos nos últimos anos. Isso mostra como os líderes empresariais querem associar, cada vez mais, a imagem da empresa à agenda global de sustentabilidade.

O primeiro entrevistado foi Antonio Batista da Silva Junior, presidente executivo da Fundação Dom Cabral. Ele disse acreditar que a educação é uma forma de transformar o indivíduo. Assista ao vídeo: